Ação conjunta impede queimadas e retirada ilegal de areia no distrito de Tamoios


Uma ação de fiscalização no distrito de Tamoios, realizada nesta quinta-feira (14) em conjunto entre a Secretaria do Meio Ambiente e a Coordenadoria de Assuntos Fundiários, impediu que focos de queimada se espalhassem pela área do Parque do Mico-Leão-Dourado. Também houve flagrante de retirada ilegal de areia da Área de Proteção Ambiental.

De acordo com os fiscais, a fumaça chamou a atenção para que se dirigissem ao local, na Rua das Pedras, dentro do Parque. Foram encontrados vários focos, alimentados por material orgânico e pneus.

Os agentes pediram apoio em uma fazenda próxima e conseguiram um tanque de água para combater as chamas. Como o trabalho foi demorado, pela quantidade de focos, os agentes receberam o apoio da Escola Municipal Tosana, que facilitou a continuidade do combate às chamas emprestando baldes e recipientes.

“Nossas fiscalizações diárias servem exatamente pra isso. Flagrar, em plena ação, pessoas que tentam desmatar áreas de proteção ambiental para fins de loteamentos irregulares. A chegada rápida da equipe evitou que os acessos fossem abertos”, comemorou Ricardo Sampaio, coordenador de Assuntos Fundiários.

Ao fim dos trabalhos, os fiscais flagraram um veículo utilitário transportando areia lavada, retirada ilegalmente do Parque do Mico-Leão-Dourado.  O condutor do veículo foi notificado e o material de retirada da areia, apreendido.

“Para o meio ambiente, essas ações pontuais são muito importantes pois, além de evitar o alastramento do fogo, os agentes interromperam uma ação que iria, certamente, resultar em supressão da vegetação para loteamento irregular, ou seja, evitou-se danos muito maiores ao meio ambiente”, explicou o secretário de Meio Ambiente, Mario Flavio Moreira.

 

 

 

DestaqueMeio Ambiente

Comentários estão desabilitados.

FECHAR ACESSIBIILIDADE