Agentes municipais resgatam bicho-preguiça em Tamoios


Agentes das Coordenadorias do Meio Ambiente e Assuntos Fundiários que faziam ronda pelo segundo distrito encontraram, na tarde desta quinta-feira (14), um bicho-preguiça. Segundo os agentes, o animal estava tentando atravessar a Rua das Pacas, local de movimento constante de veículos e trânsito de pessoas, o que significava alto risco.

Sem demonstrar desconforto, o mamífero se deixou resgatar pelos agentes que entraram na mata até encontrar um local seguro para a soltura. A preguiça é um animal de pelos longos, que vive na copa das árvores de florestas tropicais desde a América Central até o norte da Argentina. Na Mata Atlântica, o animal se alimenta dos frutos.

De hábitos solitários, a preguiça, usa como defesa a camuflagem e suas garras. Para se alimentar, utiliza-se de “dentes” que se apresentam em forma de uma pequena serra. Herbívoro, tem hábitos alimentares restritos, o que torna difícil sua manutenção em cativeiro, além disso o bicho-preguiça é um dos poucos mamíferos que vive sem precisar de água, isso porque a quantidade necessária do líquido para a sua sobrevivência é absorvida dos alimentos e raramente usa o solo para se locomover.

DestaqueMeio AmbienteNotícias

Comentários estão desabilitados.

FECHAR ACESSIBIILIDADE