Cabo Frio terá mobilização de combate à sífilis e à sífilis congênita


A Secretaria de Saúde preparou uma programação especial de mobilização de combate à sífilis e à sífilis congênita. Os profissionais da rede pública de saúde do município irão participar de um seminário de atualização na quarta-feira (16), das 8h às 14h, no auditório da Ferlagos. As inscrições estão abertas.

O seminário tem o objetivo de atualizar as equipes dos serviços de saúde que atendem mulheres em idade fértil e homens e mulheres sexualmente ativos, para conhecer a gravidade do problema e atuar no diagnóstico precoce e tratamento adequado.

No evento serão abordados os seguintes temas: situação da sífilis no município de Cabo Frio, na Região da Baixada Litorânea e no Estado do Rio de Janeiro, ministrado pela dra. Tizuko Shiraiwa; o perfil das fichas de notificações, por Ana Lúcia Mendonça; o consumo do preservativo e dos testes rápidos no Hospital Dia, pela Farmacêutica Lucia Eliza Carvalhais; sífilis aspectos clínicos, tratamento e seguimento, por dra. Aparecida Castorina; a importância do pré-natal e do preenchimento da caderneta da gestante e da ficha perinatal, ministrada pela dra. Alice Nassif Farah; e experiência no tratamento de crianças com sífilis congênita, por dr. Carlindo Souza Machado e Silva. Em seguida será realizado um debate.

Para participar do seminário é preciso se inscrever através do e-mail: hospitaldia.cf.17@gmail.com, ou pelo número do Hospital DIA: (22) 2645-3481. Os inscritos receberão o certificado, bem como o material técnico, no endereço eletrônico informado. Essa atividade tem o apoio da Unimed Cabo Frio.

Já no sábado (19), das 9h às 14h, serão oferecidos para a população diversos serviços na Praça Porto Rocha, no Centro. No local serão feitos testes para sífilis, HIV e hepatites. Também haverá aplicação de vacina de hepatite B. A programação tem o apoio da Superintendência LGBTQI+.

A campanha nacional acontece anualmente, sempre no terceiro sábado do mês de outubro. O evento é organizado pela Coordenadoria do Programa de IST/ AIDS/ HIV e pelo Programa Saúde da Mulher.

Sobre a sífilis

Também chamada de Lues ou, popularmente, cancro duro, a sífilis é uma Infecção Sexualmente Transmissível (IST) causada pela bactéria Treponema pallidum. Sua principal forma de transmissão se dá pelo contato sexual desprotegido. Também pode ser adquirida nas transfusões sanguíneas, mas o controle da qualidade do sangue torna quase nula o risco deste tipo de contaminação. A maior preocupação atual é a transmissão vertical, ou seja, da mãe para o bebê durante a gestação.

Não existe vacina contra a sífilis e sua infecção não confere imunidade protetora, ou seja, a pessoa pode se contaminar novamente a cada vez que tiver contato com a bactéria. Todos os testes para diagnóstico e o tratamento estão disponíveis na rede pública.

Comentários Facebook

NotíciasSaúde

Comentários estão desabilitados.

FECHAR ACESSIBIILIDADE
pendik escort kartal escort çekmeköy escort mersin escort türkçe altyazılı porno lezbiyen porno sex hikaye mersin escort bodrum escort