Campanha Nacional contra pólio e sarampo é prorrogada até 15 de setembro


O Ministério da Saúde prorrogou a Campanha Nacional de Vacinação contra a pólio e o sarampo até o dia 15 de setembro. A ação se encerraria nesta sexta-feira, dia 31, mas assim como em quase todo o país, a meta de 95% não foi alcançada. Em Cabo Frio apenas metade das crianças de 1 a 4 anos, 11 meses e 29 dias, público-alvo da iniciativa, receberam a dose e a Coordenação de Imunização pede que pais e responsáveis levem os filhos para vacinar em um dos 13 polos do município, que vão funcionar das 8h às 17h.

O médico Beto Nogueira, superintendente do Departamento de Saúde Coletiva de Cabo Frio, afirma que se pais e responsáveis não levarem os filhos para imunizar toda uma comunidade fica vulnerável, a começar pelas crianças, já que a ausência dos pais nos postos compromete a cobertura necessária para manter as doenças erradicadas como acontecia até recentemente.

“Todos os esforços da Secretaria de Saúde municipal e estadual estão sendo feitos para atrair o público-alvo, mas os pais precisam fazer a sua parte. Foram 25 dias de campanha, tempo mais que suficiente, profissionais capacitados aguardando as crianças nos 13 polos que colocamos à disposição com toda a equipe necessária. Contudo, o prazo foi prorrogado para que as crianças não paguem esse preço”, afirmou o médico.

O público-alvo de Cabo Frio totaliza 10.662 crianças. No entanto, do dia 6 de agosto até o momento foram aplicadas 5.941 doses contra a pólio, que representa 55,72% da meta, e 6.037 contra o sarampo, que significa 56,62%.

As unidades polo durante a prorrogação da Campanha Nacional são o Centro de Saúde Oswaldo Cruz (CSOC); os Esf’s Manoel Corrêa, Jardim Caiçara, Itajuru, Jacaré, Tangará, Boca do Mato; UBS da Praia do Siqueira; Hospital do Jardim; PS de Unamar; PAM de Santo Antônio, Esf Florestinha e Angelim.

 

DestaqueNotíciasSaúde

Comentários estão desabilitados.

FECHAR ACESSIBIILIDADE
%d blogueiros gostam disto: