Fundiária e Meio Ambiente passam a fazer rondas diárias em toda a cidade

As equipes de fiscalização das coordenadorias de Assuntos Fundiários e Meio Ambiente passam, a partir desta quinta-feira (26), a fazer rondas diárias em toda a cidade de Cabo Frio, com o intuito de coibir invasões de áreas públicas e de proteção ambiental. As ações contarão com apoio do 25° BPM e da Unidade de Proteção Ambiental (Upam). Os fiscais estarão munidos de todo o equipamento necessário para retirada de mourões e derrubada de alicerces e simulações de moradia.

Segundo o coordenador de Assuntos Fundiários, Ricardo Sampaio, as ações serão educativas e repressivas, quando necessário.

“Há duas situações. A do cidadão que age de boa fé e adquire um lote de terceiros e a do grileiro de terras, que invade áreas públicas ou de proteção ambiental, faz o desmatamento, abre ruas e realiza o parcelamento do local em lotes para comercializar esses imóveis totalmente ilegais. Nosso foco são esses infratores que iludem o cidadão inocente. Quanto mais ações fizermos, maior o controle que teremos dessas áreas e maior fica a possibilidade de flagrarmos esses pessoas”, explicou.

Nesta última quarta-feira (25), as equipes de fiscalização realizaram ronda pelos 1° e 2° distritos, vistoriando áreas públicas e ambientais dos bairros Monte Alegre, Guriri, Vila do Peró, Colinas do Peró, Nova Cabo Frio e Granjas do Retiro. Foi constatada, após denúncia anônima, a supressão de vegetação em lote no Parque do Mico Leão Dourado e as autoridades tentam identificar o autor do dano para que seja autuado e venha a responder criminalmente pela sua conduta. No bairro Samburá, em Tamoios, os agentes municipais constaram o início de parcelamento do solo para futura implantação de loteamento e, na ausência da apresentação de licenças, a obra foi embargada e o parcelamento retirado.

As rondas ocorrerão diariamente por todo o município coibindo as ocupações irregulares e os crimes ambientais. As denúncias podem ser feitas pelo e-mail cogeafcabofrio@gmail.com, para assuntos referentes à invasões ou ocupações de áreas públicas, e pelo telefone (22) 99242 3041 para questões Ambientais.


DestaqueNotícias

Comentários estão desabilitados.

FECHAR ACESSIBIILIDADE
%d blogueiros gostam disto: