Municípios da Região dos Lagos compartilham experiências em orientação educacional

Uma manhã de reflexão, aprendizado e troca de experiências. Assim foi a sexta edição do VI Fórum de Orientação Educacional, promovido pela Secretaria Municipal de Educação de Cabo Frio, nesta quarta-feira (13), no Teatro Municipal Inah de Azevedo Mureb. O evento contou com a participação de técnicos de dez municípios e teve apresentação especial do coral de alunos da Escola Municipal Zélio Jotha, formado por 40 alunos dos 4º e 5º anos do Ensino Fundamental.


SAIBA MAIS

Secretaria de Educação realiza levantamento entre moradores do Minha Casa Minha Vida

“Pastores sem Pastores será lançado no Solar dos Massa nesta sexta (15)

Tudo pronto para o evento “Dia Mundial de Mares Limpos” neste sábado (16)

Durante a abertura, o secretário de Educação de Cabo Frio, Alessandro Teixeira, agradeceu a presença dos municípios vizinhos, reconhecendo o trabalho incansável das equipes da Seme em prol do desenvolvimento do setor no município. “Precisamos crer na pauta da Educação, que é o que a gente acredita. Temos uma grande responsabilidade e é necessário revisitar nossa experiência para aprendermos juntos”, destacou Alessandro, ressaltando a importância do papel do orientador educacional na escola, especialmente no apoio aos estudantes para que encontrem e construam sua própria caminhada.

Para a professora Mariza Brum, diretora do Departamento de Orientação Educacional da Seme, o evento superou as expectativas e a próxima edição deve ocorrer no segundo semestre, em Maricá. “Pelas próprias falas dos representantes dos demais municípios recebemos uma visão muito boa para desenvolver novas questões dentro das nossas equipes. Percebemos uma comunhão e confraternização de ideias, emoções e ações”, destacou ela, que durante a abertura do evento ministrou palestra com o tema “A Orientação Educacional Reescrevendo a História” e abordou também os 50 anos de criação da Lei Nº 5.564, que provê sobre o exercício da profissão de orientador educacional.

Com a pergunta “Como você está se sentindo hoje?”, a professora Thatiana Tavares Pereira, presidente da Associação Fluminense dos Orientadores Educacionais (Asfoe), desafiou a plateia a desenvolver a escuta, com atenção, rompendo uma das características comuns a nova realidade vivenciada, que é o isolamento pessoal e coletivo. A partir da palestra “Inteligência Emocional em Tempos de Relações Líquidas”, Thatiana fez um convite à humanização das relações, promovendo o resgate de valores como generosidade, partilha, empatia, simplicidade e cuidado. A palestrante falou, ainda, sobre a importância de valorizar a história de vida de cada um. “Somos pedaços de gente cercados de indiferença por todos os lados”, alertou, convocando a estar em grupo e, juntos, quebrar a frieza das relações contemporâneas.

Finalizando a programação, os municípios presentes apresentaram a estrutura e dinâmica da Orientação Educacional em suas redes, possibilitando um panorama das atividades realizadas na Região dos Lagos. Participaram do evento representantes dos municípios de Araruama, Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, Cabo Frio, Iguaba Grande, Macaé, Maricá, Quissamã, São Pedro da Aldeia e Saquarema.

Participação especial

Além do coral, que emocionou o público, evento também teve divulgação do artesanato produzido por pessoas com deficiência assistidas pelo Centro Dia de Referência, órgão vinculado à Secretaria de Assistência Social, com destaque às peças em mosaico. Teve também apresentação de material didático do professor Leo Fraiman e, ainda, sobre a Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Destaque

Comentários estão desabilitados.

FECHAR ACESSIBIILIDADE
%d blogueiros gostam disto: