Nomes de novas escolas homenageiam ilustres educadores de Cabo Frio

Uma tarde marcada por emoção, sonhos realizados e reconhecimento. Assim foi a cerimônia de inauguração das duas novas unidades escolares da Rede Municipal de Cabo Frio, ocorrida nesta quarta-feira (20), no Residencial Monte Carlo – Condomínio Minha Casa Minha Vida. O prefeito em exercício, Aquiles Barreto, e o secretário municipal de Educação, Alessandro Teixeira, receberam autoridades, comunidade e convidados para a entrega da Escola Municipal de Educação Infantil Professor João Trajano Bandeira Caixeiro e da Escola Municipal Professor José Francisco da Silveira Júnior.


SAIBA MAIS

Eleição do CACS/Fundeb acontece nesta quinta (21)

Curso de Cinema e Comensalidade na Escola está com inscrições abertas até quinta (21)

Alunos da rede municipal apresentam espetáculo de dança no Teatro

“A escola pública é uma oportunidade que se abre ao futuro das nossas crianças e jovens”, destacou o prefeito, Aquiles Barreto, convidando a comunidade a abraçar o bem público que recebeu, cuidando e usufruindo de todas as possibilidades existentes. Filho dos professores Alfredo e Laura Barreto, Aquiles passeou pela sua própria história de vida ao relatar que a concretização das casas populares no município de Cabo Frio, onde estão as novas escolas, hoje um sonho realizado, começou a ser idealizado ainda em 2008, quando seu pai e um grupo de visionários do município deram início ao processo. Durante seu discurso, reconheceu o legado do professor Trajano à educação especial do município e o incentivo recebido do professor José Francisco, carinhosamente chamado de Juninho, que se encontra no alicerce da sua vida política.

“Na Educação, em primeiro lugar, estão a vida e o ser humano. Da creche ao ensino médio, é na escola que o futuro será decidido”, enfatizou o secretário Alessandro Teixeira, convidando os moradores a uma relação próxima com as unidades escolares, de pertencimento e cuidado. Na ocasião, a diretora da nova escola de educação infantil, professora Raquel Gomes de Oliveira Dias, se comprometeu a oferecer um ensino de qualidade, promovendo o desenvolvimento integral dos alunos, na sua amplitude, consolidando-se como referência no município.

Durante as homenagens, a assistida da Apae, Marina Gonçalves Silva, apresentou a coreografia “Para Trajano com Amor”, em reconhecimento ao seu amado professor, que marcou presença junto aos apaeanos por mais de duas décadas. Igualmente emocionada, Rute Silveira, em seu discurso, falou do exemplo do pai e professor Juninho. Lembrou que o legado deixado pelo professor José Francisco à população foi fruto de muita dedicação e estudo, de um sonhador que fez a diferença.

A solenidade contou, ainda, com a participação especial da banda Tambores Urbanos, que teve acompanhamento da plateia durante sua apresentação, além da empolgação dos assistidos a Apae e da musa do carnaval cabofriense, Nilma de Oliveira.

Matrículas

Com 20 salas, as novas escolas contemplarão os segmentos de Educação Infantil e Ensino Fundamental. Preferencialmente, as vagas serão preenchidas pelos moradores do próprio condomínio. As matrículas serão realizadas a partir do dia 25, na escola de educação infantil, e o início do funcionamento da creche está previsto para o dia 2 de julho. Como o ano letivo de 2018 está em andamento, serão aceitas apenas matrículas por transferência da pré-escola e ensino fundamental. Já para a creche, além das transferências, serão oferecidas matrículas novas.

Homenagens

Conforme a Lei N.º 2.011, de 30 de março de 2007, os nomes das novas escolas prestam homenagem a vultos ilustres da área da Educação. João Trajano Bandeira Caixeiro (1966-2014) nasceu no Rio de Janeiro e, em 1990, escolheu Cabo Frio como sua cidade do coração, onde constituiu família, desenvolveu a carreira profissional e recebeu o título de Cidadão Cabofriense. Licenciado em Educação Física pela Universidade Castelo Branco (1987) e especialista em Educação Especial, ao longo de mais de duas décadas, professor Trajano dedicou-se à educação das crianças e adolescentes da Apae e atuou na rede municipal de ensino, onde ingressou em março de 1990. Casado com Simone Almeida King foi pai de três filhos – Patrick, Erick e Rick.

José Francisco da Silveira Júnior (1958-2013) nasceu em Cabo Frio e formou-se em Engenharia Eletrônica (Cefet, 1980) e era licenciado em Matemática (Ferlagos, 1993). Atuou nas redes pública e privada de municípios da Região dos Lagos e também na docência superior. Entre seus legados, foi responsável pela implantação do Portal da Transparência e instalação de fibras óticas interligando as secretarias municipais de Cabo Frio em parceria com a professora Márcia Cristina Coelho de Almeida, com quem era casado. Foi projetista do Sistema de Gestão & Tecnologia (Sigete), utilizado pela Secretaria de Educação e, ainda junto à Secretaria Estadual de Educação, foi projetista do Sistema Sapi. Professor Juninho é pai de Raquel, Isabel, Rute, Natália e Carolina.


Destaque

Comentários estão desabilitados.

FECHAR ACESSIBIILIDADE
%d blogueiros gostam disto: