Cabo Frio perde a artista plástica Tiíta Machado

Por em 07/07/2017
A cultura de Cabo Frio perdeu, nesta sexta-feira (7), um dos seus maiores nomes: a artista plástica Celita Azevedo Machado, a Tiíta, morreu, aos 88 anos. Ela começou a pintar na década de 80 incentivada por amigos artistas, entre eles, Carlos Scliar. Tiíta era autoditada e se transformou num dos principais nomes da arte naif. Ela costumava retratar temas religiosos e as festas populares de Cabo Frio em traços e cores delicadas. 

Tiíta empresta o nome a uma das salas de exposição do Cháritas e chegou a expor suas obras no Museu Nacional de Belas Artes e no Museu Internacional de Arte Naif. A artista estava reclusa desde a morte do marido, Cláudio Machado. A última exposição da artista, intitulada “Voltando aos Pincéis”, aconteceu no espaço preferido de Tiíta, a Casa de Cultura José de Dome, Cháritas. Tiíta Machado é mãe de Lélia Paranhos e Cláudio Machado, conhecido como Cacau.

O corpo está sendo velado em casa, na Rua Alice Torres, 179, no Portinho e o sepultamento está marcado para este sábado (8), às 11h, no cemitério Santa Isabel.