Cabofriense enfrenta América buscando a vaga na Série A

12/01/2018

A Cabofriense precisa de apenas um ponto para retornar à Série A do Campeonato Carioca. Líder da Seletiva com dez pontos, o tricolor praiano visita o América neste sábado (13), às 16h, no estádio Giulite Coutinho, em Edson Passos, no Rio de Janeiro. A partida é válida pela última rodada da competição.


SAIBA MAIS

Educação convoca aprovados no concurso de 2009 para apresentação de exames médicos

Rua Porto Alegre recebe sinalização para vagas

A Cabofriense está muito próxima da classificação. Até em caso de derrota pode se garantir na elite do Carioca. O Macaé (segundo) e Goytacaz (terceiro) têm sete pontos e podem alcançar o tricolor praiano na pontuação, mas no saldo de gols o time de Cabo Frio está bem na frente: seis, contra dois dos macaenses e zero dos campistas.

Pra ficar sem a vaga a Cabofriense tem que perder o seu jogo, e o Macaé e Goytacaz golearem seus adversários. O jogo contra o América é tratado com muita seriedade pelo lado do tricolor.

“Mais um jogo difícil da Seletiva. Tínhamos uma conta de que dez pontos classificava e acho que com os dez vai classificar, só que três clubes podem chegar nessa pontuação. Temos um saldo muito bom e jogamos pelo empate para terminar em primeiro do grupo. Passei para os jogadores a importância de focar e ter responsabilidade no jogo. O que nós construímos ao longo da competição não podemos jogar fora por causa de uma partida. Respeitamos o América, sabemos que com a troca de treinador acaba sempre dando uma motivada e já fizeram um bom jogo contra o Macaé. Esperamos um jogo muito difícil, mas vamos lá pra ganhar, e se não der, é sair com um empate que nos dá a classificação”, disse o treinador da equipe de Cabo Frio, Antônio Carlos Roy.

Apesar de o adversário ser o último colocado da Seletiva e ainda não ter vencido na competição, Roy acredita que o adversário pode infernizar a vida da Cabofriense.

“Sei que o América vai buscar a vitória. Eles ainda não fizeram nenhum jogo em Edson Passos e ainda teve a chegada do Duílio. Apesar de não terem chances de classificação, vão vir à ‘vera’. Lá tem grandes profissionais como aqui, e estamos tratando essa partida com muita seriedade para que a gente não seja surpreendido”, concluiu.

A Cabofriense deve ir a campo com a provável escalação: George; Leomir, Victor Silva, Leandro Euzébio e Airton; Levi, Kaká, Bruno Tubarão e Davi Ceará; Maranhão e João Carlos.