Portal da Prefeitura de Cabo Frio

Caps atende 20 pacientes em três semanas do novo governo

Por em 23/01/2017
Pacientes do Programa de Saúde Mental de Cabo Frio voltaram a receber atendimento neste mês de janeiro. Desde o início da nova gestão, 20 pacientes foram atendidos no Centro de Atenção Psicossocial (Caps) e no Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas. O tratamento foi interrompido pelo governo anterior. O trabalho está sendo retomado aos poucos e a previsão da Coordenadoria Geral de Saúde Mental é de que até a segunda quinzena de fevereiro as unidades estejam com os atendimentos totalmente normalizados.

Os Caps são unidades especializadas em saúde mental para tratamento e reinserção social de pessoas com transtorno mental grave e persistente. Os centros oferecem um atendimento interdisciplinar, composto por uma equipe multiprofissional que reúne médicos, assistentes sociais, psicólogos, psiquiatras, farmacêuticos entre outros especialistas.

Segundo a coordenadora geral do programa de Saúde Mental, Sandra Aquino, as unidades foram deixadas pela gestão anterior num estado precário. “Nós encontramos as unidades destruídas, situações que vão desde banheiro entupido a teto caindo. Um estado deplorável. Nesse primeiro momento estamos fazendo a limpeza e organizando os prontuários. Mesmo com muito trabalho a ser feito, já conseguimos colocar as unidades para funcionar”, disse a coordenadora.

O Hospital Central de Emergência (HCE) tem uma equipe especializada para atendimento de emergência composta de dois psicólogos, dois fonoaudiólogos, um psiquiatra e um farmacêutico, responsável por controlar a medicação. Dois ambulatórios também estão disponíveis para auxiliar o tratamento dos pacientes, um localizado no Posto de Atendimento Médico (Pam) em São Cristóvão e outro no Centro de Saúde Oswaldo Cruz, no Braga.

O encaminhamento para os Caps pode ser realizado através de demanda espontânea, por intermédio de uma unidade de atenção primária ou especializada, após uma internação clínica/psiquiátrica, ou ainda por indicação da assistência social ou por ordem judicial. O tratamento pode ser feito de forma individualizada ou coletiva, através de oficinas e grupos terapêuticos.

Caps Tamoios

As unidades do Caps em Tamoios, Segundo Distrito, ainda não estão funcionando. Elas estão sendo reestruturadas para receber o público. A previsão da coordenadoria é que no mês de fevereiro o serviço seja normalizado.

Inscreva-se em nossa Newsletter: