Portal da Prefeitura de Cabo Frio

Centro Municipal de Alimentação e Nutrição é referência no tratamento de transtornos alimentares

Por em 31/03/2017

Nesta sexta-feira (31) é celebrado o Dia da Saúde e Nutrição. A data foi instituída pelo Ministério da Saúde e tem o objetivo de conscientizar a população sobre a importância boa alimentação. Em Cabo Frio, a eficácia na área é assegurada pelo Centro Municipal de Alimentação e Nutrição (Ceman), que é referência em transtornos alimentares na Região dos Lagos e passa por obras de reestruturação do espaço.


O Ceman realiza cerca de 500 atendimentos mensais. O centro conta com três psicólogas, quatro nutricionistas e uma psiquiatra. “Damos suporte psicológico e nutricional com objetivo de equilibrar o paciente e consequentemente minimizar os sintomas dos transtornos alimentares”, afirmou Regina.


As doenças com maiores recorrências no centro são obesidade em diferentes graus, diabetes, hipertensão, anorexia, bulimia e transtorno da compulsão alimentar periódica (TCAP). O local também realiza o encaminhamento de paciente com obesidade grave para cirurgia bariátrica gratuita pela Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro. 


Para iniciar o tratamento no Ceman, o paciente precisa de encaminhamento médico. Após apresentação na unidade, é realizada uma triagem através de questionários para avaliação e direcionamento para os profissionais indicados. Apesar de a avaliação ser individual, a proposta é intensificar o tratamento em grupo, para que os pacientes se sintam estimulados durante todo o processo.  


O centro funciona na rua Professor Edilson Duarte, no bairro Jardim Caiçara, das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira. Mais informações podem ser adquiridas pelo telefone (22) 2645 1061.


Espaço recebe obras de reestruturação 

Para melhor atender o público, o local passa por reforma. Uma equipe da Coordenadoria de Serviços Públicos está realizando serviços de limpeza e roçado da área externa, troca de telhas quebradas e pintura nas áreas interna e externa. 


“O centro estava praticamente destruído. Agora vamos poder atender melhor os nossos pacientes com um local novamente organizado”, disse a diretora do Ceman, Regina Coeli Marques”. 

Inscreva-se em nossa Newsletter: