Exposição de veículos antigos acontece no próximo domingo (26), das 9h às 18h

Por em 22/03/2017
No próximo domingo (26), a Praça da Cidadania, na Praia do Forte, em Cabo Frio, será palco do VIII Encontro de Veículos Antigos de Cabo Frio. O evento acontece das 9h às 18h e vai reunir verdadeiros clássicos sobre rodas. O Encontro é promovido pelo Clube do Carro Antigo e pela Secretaria de Turismo.

Serão expostos cerca de 200 joias automobilísticas como Fuscas, Mp Lafers, Fordinhos, Kombis, Miuras, Opalas, Corcéis, Landaus, DKWs, Jeeps, Bugres e Camionetes. A maioria das peças possui Placa Preta, um certificado de originalidade e conservação concedido pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). 

A 8ª edição do evento vai contar também com a participação de vários clubes do Estado. Para Osvaldo Ramalho, um dos diretores do Clube do Automóvel Antigo de Cabo Frio (CAV), a festa será um sucesso, já que o grupo promove encontros mensais para associados e convidados. Além disso, a instituição participa de vários eventos em todo o Brasil, entre eles, o Auto Clássica, em Buenos Aires, na Argentina, levando as cores de Cabo Frio para o Mercosul.

“Estamos firmando um acordo com a Secretária de Turismo, sem custos para a cidade, para que o Clube de Veículos Antigos seja nomeado 'Embaixador de Cabo Frio'. O objetivo é levar informações da cidade a todos os eventos de automóveis antigos e, com isso, incentivar o turismo para esse público de qualidade”, opinou Osvaldo, lembrando que os integrantes do Clube também participam de ações solidárias em apoio a instituições de caridade que atendem crianças e idosos. 

O VIII Encontro de Veículos Antigos celebra também os dez anos de fundação do Clube do Carro Antigo cabo-friense, único da região credenciado pelo Denatran para avaliar veículos que se candidatam para obter a Placa Preta. Para conquistar a certificação é necessário passar por uma vistoria rigorosa. Além de conservação e originalidade, alguns itens do veículo, pela sua importância e valor estético, não podem sofrer alterações nas características originais.

Paixão por carros motiva colecionadores

Osvaldo Ramalho, do Clube do Automóvel Antigo de Cabo Frio (CAV), é colecionador apaixonado pelos “clássicos”. É proprietário de um MP Lafer 1979, Placa Preta, e de um Mustang 1994. Segundo ele, a paixão por carros antigos veio do pai, mas Ramalho afirma que só começou a colecionar quando a filha pediu um fusca antigo de presente de aniversário de 18 anos. O automóvel ainda está na família à espera da futura dona, que nasce em junho.

“Comprei um fusquinha 1967 e minha filha rodou com ele por anos, indo e voltando da faculdade, dirigindo até o trabalho e vindo do Rio até a nossa região para nos visitar. Foi esse carro que ela quis usar na sua festa de casamento e já está destinado a minha neta que vai nascer em junho”, contou Osvaldo.

Ele explica que conservar um carro, com valor de coleção, exige dedicação e cuidados com mecânica, peças e proteção da pintura, além de cuidado e atenção redobrados ao dirigir já que “colecionar veículos antigos é valorizar a história, recordar o passado e fazer muitos e muitos amigos”.