Portal da Prefeitura de Cabo Frio

Coordenadorias de Assuntos Fundiários e Meio Ambiente combatem invasões em três bairros

Por em 02/02/2017
Uma operação conjunta entre as Coordenadorias de Assuntos Fundiários e de Meio Ambiente demoliu ocupações irregulares em áreas públicas e de preservação ambiental nos bairros Foguete, Praia das Dunas e Montes Brancos I. A ação realizada na quarta-feira (1º) teve o apoio do Batalhão da Polícia Florestal. Essa é a segunda etapa da operação nessas localidades.

As áreas são de proteção ambiental e pertencem ao Parque Estadual da Costa do Sol. As equipes fizeram uma ronda e notificaram os responsáveis pelas construções. Eles tinham dado um prazo anteriormente para que os pertences fossem retirados e nessa quarta realizaram a operação de demolição.

Em Montes brancos I foram demolidos muros e uma casa em fase inicial sobre as dunas. No Foguete, as equipes demoliram e retiraram uma guarita que foi construída na rua sem nenhuma licença ou autorização municipal.  Também houve demolições de alvenaria na Praia das Dunas. As estruturas foram erguidas sobre a duna irregularmente.

O coordenador geral de assuntos funcionários, Luis Fernando Cardoso, constatou que boa parte das áreas invadidas é de pessoas que acabam sendo vítimas de estelionatários. Elas compram os imóveis sem verificar a legalidade e acabam sendo enganados. “Às vezes são pessoas que juntam a economia de uma vida pra comprar um imóvel e acabam caindo nesses golpes”, explicou o coordenador.

Ele ainda orienta à população a verificar titularidade do imóvel na Coordenadoria Geral de Assuntos Fundiários. Dessa forma, a compra fica mais segura e  tem a garantia que não se trata de uma área invadida.

As operações de ordenamento vão acontecer por toda a cidade. Quem tiver conhecimento de obras irregulares e invasões de áreas públicas ou particulares pode denunciar na própria Coordenadoria de Assuntos Fundiários. Após a denúncia, uma equipe irá verificar a legalidade a área, e se for comprovada a invasão, a Coordenadoria tomará as medidas cabíveis para combater as irregularidades.

Inscreva-se em nossa Newsletter: