Portal da Prefeitura de Cabo Frio

Greve dos servidores termina em Cabo Frio após mais de 7 meses

Por da Redação em 26/01/2017



A greve do servidores de Cabo Frio terminou oficialmente nesta quinta-feira (26). Após uma série de negociações com todas as categorias, os últimos acordos foram firmados e, desta forma, todo o funcionalismo estará de volta ao trabalho nos próximos dias. Segundo o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Cabo Frio (Sindicaf), Olney Vianna, esta foi a greve dos servidores municipais mais longa na história da cidade. 

Os servidores entraram em greve no dia 1º de junho de 2016, durante a gestão anterior da Prefeitura, e terminou com 26 dias do novo governo em vigor. Foram mais de 7 meses com as atividades interrompidas.

"É preciso fazer justiça e destacar que o novo governo esteve a todo momento aberto ao diálogo. Mesmo nos momentos em que as assembleias dos servidores rejeitaram as propostas feitas, o governo manteve as negociações abertas e isso fez com que fosse possível chegarmos a um acordo. A negociação feita por segmentos também colaborou para o sucesso dos acordos, pois havia interesses distintos entre as diversas categorias", afirmou o presidente do Sindicaf logo após a audiência desta quinta.

Para o secretário de Administração do município, Deodoro Azevedo, o fim da greve mostra que a prioridade do novo governo é acertar a situação dos servidores e acabar com o atraso nos salários que eram recorrentes na gestão anterior.

"Em pouco mais de 20 dias conseguimos resolver uma situação que perdurava há quase 8 meses. Isso foi feito porque existe vontade política para resolver os problemas", disse Deodoro.

A negociação nesta quinta englobou os funcionários administrativos, operacionais e com nível de ensino superior. Na quarta (25), os servidores da Saúde aprovaram os termos acertados entre o governo e o sindicato da categoria. Os fiscais também negociaram no mesmo dia e deram fim à greve. Os guardas municipais, por sua vez, haviam encerrado a greve na última segunda (23). Já a Educação foi a primeira categoria a encerrar a greve, no dia 5 de janeiro.

Os acordos fechados nesta quinta-feira (26) foram os seguintes:

FISCAIS

a) Pagamento do salário de janeiro de 2017 no dia 27 de janeiro;
b) Pagamento de 50% do salário do mês de outubro de 2016 entre os dias 10 e 18 de fevereiro;
c) Pagamento do salário de fevereiro de 2017 até o dia 28 de fevereiro ;
A partir daí, sempre entre os dias 10 e 18 de cada mês, serão pagos 50% dos salários em atraso, até a quitação de todos os salários atrasados, e no até o último dia de cada mês, o salário do mês corrente.

Além disso, a partir do mês de fevereiro, será incorporada aos salários dos guardas aprovados no Concurso Público de 2009 uma gratificação que fazem jus ao completarem seu período aquisitivo. A solicitação foi feita pela Associação de Fiscais Municipais de Cabo Frio (AFM) e foi imediatamente aceita pelo prefeito Marquinho Mendes. A gratificação só não será paga já no salário de janeiro uma vez que, como explicado pelo Secretário de Administração, Deodoro Azevedo Neto, a folha de pagamento deste mês já foi fechada e não pode ser alterada. Os representantes da AFM concordaram com a proposta.

SAÚDE

a) Pagamento do salário de janeiro de 2017 + resíduo do mês de setembro/2016 no dia 27 de janeiro;
b) Pagamento de 50% do salário do mês de outubro de 2016 entre os dias 10 e 20 de fevereiro;
c) Pagamento do salário de fevereiro de 2017 até o dia 28 de fevereiro;
A partir daí, sempre entre os dias 10 e 20 de cada mês, serão pagos 50% dos salários em atraso, até a quitação de todos os salários atrasados, bem como as parcelas do 13º salário de 2015 e o 13º salário de 2016; e no até o último dia de cada mês, o salário do mês corrente.

Além disso, ficou definido que será nomeada até o dia 10 de fevereiro, uma comissão paritária, formada por integrantes do Governo e do SindSaúde, para avaliar todos os processos protocolados administrativamente requerendo a concessão dos adicionais. Em meados de março, haverá uma reunião para discutir as situações relativas ao pagamento dos adicionais, do 1/3 de férias e demais vantagens retiradas pelo governo anterior entre 2015 e 2017.

DEMAIS SERVIDORES (administrativos, operacionais e de nível superior das demais secretarias que ainda não tiveram solucionadas suas situações de pagamento em atraso)

a) Pagamento do salário de janeiro de 2017 + resíduo do mês de setembro/2016 no dia 27 de janeiro;
b) Pagamento de 50% do salário do mês de outubro de 2016 entre os dias 10 e 20 de fevereiro;
c) Pagamento do salário de fevereiro de 2017 até o dia 28 de fevereiro;

A partir daí, sempre entre os dias 10 e 20 de cada mês, serão pagos 50% dos salários em atraso, até a quitação de todos os salários atrasados, bem como as parcelas do 13º salário de 2015 e o 13º salário de 2016; e no até o último dia de cada mês, o salário do mês corrente.

Além disso, ficou definido que será nomeada até o dia 10 de fevereiro, uma comissão paritária, formada por integrantes do Governo e do Sindicaf, para avaliar todos os processos protocolados administrativamente requerendo a concessão dos adicionais e demais vantagens retiradas pelo governo anterior entre 2015 e 2016.

Inscreva-se em nossa Newsletter: