Guarda Municipal de Cabo Frio é vice campeão no Rio Open Internacional de Jiu-Jitsu

09/04/2018

O Guarda Municipal de Cabo Frio, Vitor Sá, foi vice campeão do Rio Open Internacional de Jiu-Jitsu, realizado neste fim de semana no Velódromo da Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro. O evento foi organizado pela Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu e a IBJJF (sigla em inglês para Federação Internacional de Jiu Jitsu) e usou a mesma estrutura dos Jogos Olímpicos de 2016.


SAIBA MAIS

Projeto de conscientização ambiental e educação no trânsito chega à Escola Manoel Mendes

Guarda Civil Municipal de Cabo Frio se destaca em competições de jiu jitsu


Vitor fez a grande final com o lutador alemão Christian Dominik Graf. Os dois atletas não se conheciam e estreavam em finais de campeonatos mundiais. Foi uma luta dura, como é de costume dos atletas alemães. Mesmo assim Vitor não se entregou, e conseguiu obter duas vantagens vencendo a luta até 30 segundos do fim. No entanto o alemão conseguiu uma “raspagem”, que é quando um atleta que está por baixo consegue inverter a posição e colocar o adversário de costas para o chão, garantindo os dois pontos que lhe deram a vitória.


Vitor tem 32 anos, é nascido e criado na Praia do Siqueira, em Cabo Frio, e é Guarda Municipal há mais de cinco anos. E sua história no jiu jitsu é recente: ele pratica a arte suave há apenas 1 ano e meio, e já conseguiu um resultado de destaque no cenário internacional. O atleta-guarda tem como mestre Adalberto Torres, da equipe Fit Sid Jacintho, e também é aluno das aulas de defesa pessoal ministradas pelo professor e também GM de Cabo Frio Bruno Ramos, o Scooby. Bruno também se destacou em competições de jiu jitsu recentemente.


Para Vitor nunca é tarde para começar a praticar, e o segredo do sucesso, segundo ele, é o empenho nos treinamentos. “O jiu jitsu é uma arte marcial que eu sempre tive vontade de praticar, desde criança. Mas pelas dificuldades da vida só consegui entrar com 31 anos. Agora o que faço é tentar recuperar o tempo perdido, pois no jiu-jitsu não existe idade, basta treinar e se dedicar, pois assim você se torna um campeão. O grande diferencial do lutador de jiu-jitsu é a intensidade dos seus treinos. Quanto mais você treina, melhor você fica e consequentemente se torna um campeão e começa a se destacar por causa da sua força de vontade”, completa ele.


O próximo desafio de Vitor será no dia 19 de maio, quando ele representará Cabo Frio na disputa do Campeonato Estadual pela Federação de Jiu-Jitsu do Estado do Rio de Janeiro.