Mobilidade Urbana faz alterações de trânsito no bairro Parque Burle

07/06/2018

A Secretaria de Mobilidade Urbana de Cabo Frio segue com mudanças em algumas ruas do bairro Parque Burle. A rua Paraná teve o sentido invertido, mas somente no quarteirão entre as ruas Alemanha e Natal. Já nas ruas adjacentes, a rua Canto dos Passáros teve o lado direito proibido para estacionamento, assim como as ruas Florianópolis e Vitória. O departamento de Engenharia de Trânsito e Transportes esteve no local na última quarta-feira (6) para sinalizar as alterações.


SAIBA MAIS

Detran Presente realiza mais de dois mil atendimentos em Cabo Frio

Prefeitura convoca população para elaboração do Plano de Mobilidade Urbana

“Mobilidade e Bicicleta” são temas de reunião do Plano Participativo


De acordo com Pedro Lopes, coordenador de Engenharia de Tráfego, as mudanças foram feitas com objetivo de ordenar e dar fluidez ao trânsito por ser um local de muita movimentação de carros e pedestres.


“Os estudos foram iniciados após a constatação do alto fluxo de veículos na rua Paraná, geravam travamento da via e tensões entre os condutores. Outro fator preponderante foi a segurança dos alunos das escolas próximas a via e, por isso, a proibição de estacionamento em um dos lados da rua Florianópolis e da rua Vitória. A Paraná conta com trechos curtos onde se constatou viável limitar a apenas um sentido o fluxo de veículos”, finalizou Pedro.


A população pode contribuir com as melhorias no trânsito da cidade através de uma pesquisa online de origem e destino, desenvolvida pelo Departamento de Engenharia de Tráfego e Transportes com objetivo de conhecer os hábitos da população cabo-friense e obter um resultado mais eficiente. Para participar é necessário responder as perguntas do questionário disponível no endereço eletrônico https://goo.gl/KVnr2w informando e-mail, nome e sobrenome, idade, gênero, renda familiar, escolaridade, além do tipo de residência e bairro onde mora, estuda, faz compras e utiliza para lazer. Também é preciso informar as necessidades de mobilidade e acessibilidade e sugerir como é a cidade esperada para os próximos anos.