Portal da Prefeitura de Cabo Frio

Ouvidoria de Tamoios registra mais de 600 atendimentos

Por em 18/07/2017
A recém inaugurada Ouvidoria de Tamoios está funcionando a pleno vapor. Desde que foi aberto, no mês de maio, o órgão já realizou mais de 600 atendimentos à população. A maior procura é referente ao cadastro para renovação de prontuários médicos. No total, a Ouvidoria registra 668 atendimentos referentes a esse serviço, em quase dois meses de atividade.

Para realizar o cadastro de renovação do prontuário, é necessário que o interessado compareça a um dos postos de saúde (Unamar ou Santo Antônio), com identidade, CPF e comprovante de residência. Caso a pessoa não consiga realizar o recadastramento na unidade de saúde, ela deve se dirigir à sede da Ouvidoria, que fica no Centro Administrativo, no Shopping UnaPark, sala 7, das 8h às 12h e das 14h às 17h. Dúvidas também podem ser esclarecidas através do telefone 2646-1673.

A partir daí, representantes da Ouvidoria realizam uma visita domiciliar para comprovar a existência do endereço. A medida é necessária pois muitas pessoas não apresentam comprovante de residência no ato do recadastramento. 

Além do recadastramento dos prontuários médicos, a Ouvidoria também recebe críticas, elogios e sugestões relacionados à área da saúde em geral. Mas de acordo com a coordenadora da Ouvidoria de Tamoios, Rosemere Barros, esse tipo de atendimento ainda tem tido pouca procura. “A procura maior tem sido pela renovação do prontuário, aproximadamente 99%", ressalta ela, lembrando que os demais serviços oferecidos são referentes a sugestões, elogios e reclamações, todos voltados para a área da saúde.

Requisitos para recadastramento de prontuário

Para realizar o recadastramento é necessário cumprir uma série de requisitos. Eles não são iguais para todos, mudam conforme as necessidades e especificações de cada um. A abertura do prontuário está condicionada ao cumprimento de todas as condições citadas, e que primeiro o interessado deve comparecer ao posto de saúde munido dos documentos. Caso não consiga fazer o recadastramento, deve ir até a Ouvidoria. Confira a descrição de cada uma das situações, e veja em qual você se enquadra:

 
Cadastro simples - O interessado vai até a Ouvidoria e solicita uma visita (se não conseguir se recadastrar no posto de saúde). Depois a equipe da Ouvidoria visita o endereço. Depois de comprovada a existência do endereço, o interessado deve apresentar os seguintes documentos: xerox de identidade, CPF do titular e de todos os dependentes.


Moradia de aluguel - No caso do interessado morar de aluguel, ele deve apresentar a xerox do contrato de aluguel. Caso não haja contrato, pode ser uma declaração feita pelo proprietário do imóvel, com firma reconhecida em cartório, além de duas últimas contas de luz e os documentos dos dependentes (identidade e CPF).

 
Inclusão de dependentes - No caso da inclusão de dependentes, é necessário apresentar xerox dos documentos dos dependentes, bem como dos maiores de  65 anos. Eles também entram como dependentes. No caso dos idosos que ainda não possuem 65 anos, é necessária uma declaração registrada em cartório de que eles moram com o titular.


Crianças adotadas - Para inserir as crianças adotadas como dependentes, o pai ou mãe devem ir até o Conselho Tutelar para levantar os documentos referentes à adoção. Muitos pais adotivos não têm a guarda provisória ou não possuem nenhum tipo de documento comprobatório.

 
Inserção de irmãos como dependentes - Para incluir irmãos, é necessário apresentar identidade ou certidão de nascimento, além de uma declaração que ele (ou ela) reside na casa do titular. Essa declaração pode ser feita de próprio punho e deve ser reconhecida em cartório.


Assistidos por ESF (Estratégia de Saúde da Família) - Quem é assistido pelo ESF pode trazer a declaração desta unidade, com xerox de RG e CPF de todos inscritos na declaração.