Ponte Feliciano Sodré completa 91 anos de história

Por em 14/07/2017
Desde a década de 1920 ela compõe a paisagem de um dos pontos mais belos e importantes do município, fazendo parte do cotidiano de cerca de 212 mil cabo-frienses. Construída em 1926, a Ponte Feliciano Sodré representa um marco no desenvolvimento da cidade e a ligação com as demais localidades da região. Nesta sexta-feira (14), o monumento completa 91 anos de história.

A Ponte Feliciano Sodré foi construída após o desabamento da Ponte de Ferro em 1920. Durante seis anos os moradores da cidade tiveram que usar a barca de passagem do Portinho para atravessar o Canal Itajuru. O seu nome é em homenagem ao então governador do estado Feliciano Sodré.

Na época de sua inauguração, a ponte era o maior vão livre do país, por onde os veleiros de sal passavam e durante décadas foi a única entrada da cidade. A ponte faz a ligação do centro aos bairros populosos do município como Jardim Esperança, Jacaré, Gamboa e demais atrativos como Praia das Conchas e Peró, além das cidade de Búzios e São Pedro da Aldeia.

A estudante de psicologia, Gabriela Novais, é moradora da cidade e passa pela ponte diariamente para trabalhar e estudar. "A ponte é, sem dúvida, a via que mais faz parte do meu cotidiano e de outras milhares de pessoas que moram aqui. Ela é um ícone da nossa cidade e sempre nos reserva uma bela vista do canal", disse.

Benedito Vieira, de 90 anos, acompanhou as mudanças trazidas com o tempo no cenário da ponte. "Lembro da ponte ainda menino. Ela parecia ser bem maior do que é hoje e a vegetação mais densa. Não tinha também tanto movimento dos carros. E ela permanece aí, fazendo o caminho da gente da nossa cidade. Um pedacinho da história de todos nós", contou.