Portal da Prefeitura de Cabo Frio

Praia do Peró recebe ordenamento ambiental e barracas são notificadas para cumprimento de normas

Por em 17/01/2017
Fiscais da Prefeitura estão realizando uma operação de ordenamento na Praia do Peró nesta terça-feira (17). Eles encontram cinco barracas que foram instaladas em área de preservação ambiental, na altura das Dunas do Peró. A ação é promovida pela Secretaria de Desenvolvimento da Cidade e Meio Ambiente, por meio da Coordenadoria de Assuntos Fundiários e da Coordenadoria de Meio ambiente, em conjunto com o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e com a Unidade de Policiamento Ambiental (Upam). 

O objetivo é combater invasões em áreas de conservação ambiental inseridas na APA do Pau Brasil, que fazem parte do Parque Estadual Costa do Sol, sendo de proteção permanente. A ideia inicial das equipes de fiscalização era remover as construções de madeira, mas os fiscais do Inea optaram por notificar os donos das barracas para que removam as estruturas em até 24 horas. Elas foram afixadas na faixa marginal de proteção ambiental, o que é extremamente proibido.

"As equipes foram preparadas para remover as barracas, mas demos um prazo para que eles mesmos removam as estruturas", disse o coordenador de negócios fundiários, Luis Fernando Cardoso.  A ação vai continuar na próxima quinta-feira para ver se a notificação foi cumprida.

As equipes também vão ordenar o estacionamento dentro de área de vegetação fixadora de duna. Um problema corriqueiro, principalmente durante a alta temporada, em que muitas pessoas visitam as praias e acabam parando em locais impróprios. 

Operação na Ilha do Japonês

A ação se estendeu até a Ilha do Japonês, onde foi localizada uma barraca servindo de moradia de forma precária. Os ocupantes alegaram trabalhar no local como catadores de reciclados e também foram notificados a deixar o local em 24 horas. Essa área também é de proteção permanente.

“Além de morar, eles estão juntando latinhas e outros tipos de material reciclado numa área imprópria. Os fiscais estão ordenando a área para manter a integridade do Parque Estadual da Costa do Sol”, disse o coordenador de Meio Ambiente, Eduardo Pimenta.

Inscreva-se em nossa Newsletter: