Portal da Prefeitura de Cabo Frio

Prefeitura mantém operação especial de Carnaval até domingo

Por em 03/03/2017
O planejamento estabelecido pela Prefeitura para garantir a preservação do meio ambiente durante o Carnaval funcionou de acordo com o esperado e minimizou os impactos ambientais nos pontos de maior visitação. Mas a operação especial de Carnaval continua até o próximo domingo (05).

A ação acontece por meio das Coordenadorias de Meio Ambiente e Assuntos Fundiários da Secretaria de Desenvolvimento da Cidade e conta com a participação dos efetivos da Guarda Municipal, Guarda Marítima Ambiental e com o apoio das polícias Militar e Civil.

Os trabalhos começaram na sexta-feira, 27, com orientação e repressão ao uso de aparelhos sonoros na Praia do Forte. No sábado e no domingo, as ações se concentraram na Ilha do Japonês e nas Praias do Peró e das Conchas, com a fiscalização dos estacionamentos e o cumprimento da lotação máxima permitida.

Segundo o coordenador do Meio Ambiente, Eduardo Pimenta, as ações tiveram boa receptividade por parte dos turistas e foram bem assimiladas pelos moradores. “A melhor notícia que podemos dar é que as ações ambientais tiveram uma ótima aceitação por parte dos turistas e a população local começou a perceber que, se preservar, nossos pontos turísticos terão cada vez mais visitantes”, afirmou.

Outro ponto positivo dos trabalhos desenvolvidos foi a integração de forças em torno de um único objetivo. Ainda de acordo com o coordenador, o trabalho dos fiscais ambientais facilitou o da Guarda Marítima Ambiental, que agiu no controle das embarcações e motos aquáticas, o que, por sua vez, auxiliou a ação do Corpo de Bombeiros.

Em relação ao uso de aparelhos sonoros com decibéis excedentes, os agentes da Coordenadoria de Meio Ambiente em conjunto com guardas municipais e policiais da Unidade de Polícia Ambiental (Upam) apreenderam mais de 30 equipamentos nas ruas e praias da cidade. Mais de 70 abordagens educativas foram realizadas antes que os equipamentos fossem recolhidos.

Combate aos estacionamentos irregulares

A maior parte das ações de repressão está relacionada ao estacionamento em locais irregulares e em áreas de proteção ambiental. Assim como foi feito na Ilha do Japonês e nas Praias das Conchas e do Peró, a Praia do Forte também recebeu atenção dos fiscais, como foi o caso registrado na segunda-feira, 27, em que flanelinhas retiraram os mourões que protegiam uma área de Duna em frente ao hotel Mandai, no bairro Algodoal, e induziram motoristas a estacionar no local. Quinze flanelinhas foram flagrados na operação. Ambulantes também foram notificados por transportarem mercadorias e material de trabalho sobre a área protegida.

O estacionamento de carros em áreas ambientais do Parque da Costa do Sol e no Morro do Índio, na Praia do Forte, gerou mais de 200 abordagens e cerca de 60 multas até a última quarta-feira (1).

Para Eduardo Pimenta, o saldo é positivo, mas ainda há muito trabalho a ser feito. “O Carnaval acabou, mas a cidade continua cheia de turistas. O melhor de tudo é que o meio ambiente recebeu a atenção devida durante o período festivo e sua preservação foi garantida, mas precisamos continuar atentos, evitando que nosso patrimônio ambiental seja degradado e cuidando para que Cabo Frio continue linda e atrativa aos turistas e aos seus moradores”, acrescentou o coordenador.

Inscreva-se em nossa Newsletter: