Projetos culturais movimentam o mês de abril em Cabo Frio

12/04/2018

A Secretaria de Cultura de Cabo Frio tem promovido uma série de projetos que estão movimentando a cidade, atraindo público de todas as idades. Seja na Casa de Cultura José de Dome, em pontos turísticos ou em praças de bairros, as ações estão levando entretenimento e conhecimento para todos os cidadãos.


SAIBA MAIS

Resenha Cultural vai debater a “História da Sexualidade”

Voluntários do Projeto Cultura do Amanhã recebem certificado de participação


Neste sábado (15), por exemplo, a Casa de Cultura José de Dome (Charitas) vai sediar a 61ª Edição da série Jovens Pianistas. A convidada vai ser a pianista russa Ksenia Nosikova, com o repertório Liszt, Tchaikovsky, Rachmaninoff e Clementi. A apresentação será às 19h.


Nesta quinta-feira (12) teve mais uma edição do projeto Resenha Cultural, e o tema foi “História da Sexualidade”. Os debates, que aconteceram 10h e 15h, foram abordados pelo professor e coordenador do curso de História da Universidade Estácio de Sá, Paulo Cotias, e contaram com a presença dos alunos do Ciep 357 José Dome, do bairro Tangará e também do Colégio Rui Barbosa.


No mesmo dia foi realizada a segunda edição do projeto Caminhos da História, especial para os cadastrados na Coordenadoria-Geral da Pessoa Idosa de Cabo Frio (Cogepi). O grupo, com 25 participantes com idade a partir dos 60 anos, percorreu os principais pontos históricos da cidade acompanhados do professor e coordenador do curso de História da Universidade Estácio de Sá, Paulo Cotias.


Já na quarta-feira (11) aconteceu mais uma edição do projeto Busão da Cultura, desta vez no bairro Vila do Ar. O ônibus leva a bordo teatro, música, literatura, dança e artes plásticas entre outras manifestações culturais, com a finalidade de entreter e valorizar a cultura. As próximas edições acontecem no dia 18 de abril, no Canto do Forte; 25 de abril, no bairro Parque Eldorado II; e, no dia 02 de maio, na Praça do bairro Jacaré.


Para o secretário de Cultura de Cabo Frio, Ricardo Chopinho, incentivar a cultura é oferecer à população a oportunidade de conhecer, interagir e resgatar a própria história. “E este tem sido nosso foco desde que assumimos a Secretaria de Cultura. A própria Semana Teixeira e Sousa, em março, ganhou um destaque muito maior do que o que estávamos planejando, e esse crescimento acontece de forma natural. E todos os meses será assim: queremos promover atividades onde a população tenha oportunidade de conhecer e interagir com a história de Cabo Frio, promovendo debates, exposições e outras atrações”, explicou Chopinho.