Portal da Prefeitura de Cabo Frio

Comercialização de pescado é proíbida no raio de mil metros do Mercado de Peixe

Por em 20/07/2017
Está proibida a comercialização de pescado no raio de mil metros do Mercado de Peixe de Cabo Frio a partir desta quinta-feira (20). A medida foi estabelecida pela Superintendência de Pesca e Aquicultura, vinculada à Secretaria Municipal de Agricultura. O objetivo é evitar que comerciantes de outras cidades e regiões usem o espaço para vender seus produtos no varejo, uma vez que a comercialização é permitida somente nos boxes. Uma placa indicando a proibição foi instalada na tarde de quarta-feira (19).

Segundo o superintendente de Pesca e Aquicultura, Alexandre Marques, os comerciantes de fora do município que vêm vender seus produtos para os comerciantes do Mercado de Peixe estão autorizados apenas a parar no espaço do estacionamento e descarregar o material para entregar aos comerciantes, que compram no atacado e não para venda no varejo. “Muitos desses comerciantes que vêm de outras cidades e até de outros estados estacionam o caminhão e vendem no varejo, o que é proibido. Eles têm autorização apenas para venda no atacado para os comerciantes dos boxes”, explicou o superintendente.

A fiscalização ficará a cargo da Coordenadoria de Postura. “Quem descumprir e vender pescados e frutos do mar fora do Mercado de Peixe terá sua mercadoria apreendida, em face de falta de licenciamento, perante o município”, ressaltou o coordenador-geral de Postura, Gilson Costa.

O Mercado de Peixe conta com 16 boxes para venda do pescado no varejo, e desse número cinco compram peixes somente dos pescadores locais e revendem tanto para o consumidor cabo-friense quanto para ambulantes. No município existem cerca de 100 vendedores ambulantes e aproximadamente 40 peixarias no primeiro distrito.