Categorias
Destaque Esportes Notícias Turismo, Esporte e Lazer

Ação social ajuda 50 catadores de materiais recicláveis em Cabo Frio

Através do “Pimp My Carroça”, carrinhos de coleta serão 100% reformados e grafitados

Cerca de 50 carrinhos utilizados por catadores para coleta de materiais recicláveis, em Cabo Frio, serão completamente reformados até sexta-feira (23).

A ação é uma iniciativa do movimento social “Pimp My Carroça” com apoio da Prefeitura e patrocínio do Instituto CCR, via Lei de incentivo à Cultura – PRONAC, e chegou a Cabo Frio porque a cidade é atendida pela CCR ViaLagos através dos projetos sociais do Instituto CCR.

A reforma dos carrinhos é um gesto de empatia e investimento em profissionais informais, catadores e catadoras, que sofrem com a crise agravada pela pandemia da Covid-19.

O trabalho teve início nesta segunda-feira (19). Os 50 catadores foram escolhidos na busca ativa pelas ruas da cidade, ferros-velhos e indicações das associações do município. Todas as carroças passarão por reforma geral com ajuda de serralheiros, e ainda serão grafitadas por artistas da cidade.

Devido à pandemia, o trabalho acontece de portas fechadas no Ginásio Poliesportivo Alfredo Barreto, no bairro Itajuru. As equipes atuam em esquema de revezamento e agendamento dos catadores, seguindo todos os protocolos de segurança contra a Covid-19.

“Dividimos os catadores em 10 por dia, cinco na parte da manhã e cinco à tarde, para evitar aglomeração. Assim que chega, o carrinho vai para a serralheria onde passa por reparos e reformas na estrutura. Logo após, ele recebe placas de acrílico que são suporte para que os materiais recicláveis não caiam pelo fundo ou pelas laterais. Em seguida, o carrinho vai para as mãos de um artista local, que, junto com o catador, escolhe a obra que será estampada ali. A ideia é valorizar e chamar a atenção para o importante trabalho realizado pelas catadoras e catadores de materiais recicláveis por meio da arte”, afirmou Carol Duarte, produtora da ação.

Além da atividade de reforma das carroças, também acontece a distribuição de kits de segurança (EPIs) para catadores, artistas e equipe, junto com kits de prevenção à Covid-19, com máscaras PFF2 e álcool em gel, e ainda entrega de um vale-alimentação para os catadores no valor de R$ 80 para livre utilização em supermercados.

“É muito importante trazer este projeto pro ginásio e movimentar este espaço de grande importância esportiva e social para a nossa cidade. Além disso, valorizar os catadores de materiais recicláveis com a reforma dos carrinhos é essencial para que continuem com este trabalho“, disse o secretário adjunto de Esporte e Lazer, Rodolpho Campbell.

SOBRE O PROJETO

O “Pimp My Carroça” é um movimento que atua desde 2012 para tirar os catadores de materiais recicláveis da invisibilidade e aumentar sua renda por meio da arte, sensibilização, tecnologia e participação coletiva.

Desde o início, mais de 2.000 catadores foram atendidos, mobilizando cerca de 1.200 profissionais do grafite e aproximadamente de 2.500 voluntários. Ao todo, 25 cooperativas de catadores já receberam mutirões de pintura. As ações do projeto foram replicadas em cerca de 50 cidades de 15 países diferentes, como Colômbia, Argentina, Estados Unidos e Marrocos.

Em 2017 o “Pimp My Carroça” lançou o premiado app Cataki. O aplicativo é gratuito e aproxima o gerador de resíduo ao catador que vai dar a destinação correta a esse material. O objetivo da plataforma é utilizar a tecnologia para aumentar a renda dos catadores e ampliar os índices de reciclagem no Brasil.

A iniciativa tem como objetivo arrecadar R$ 500 mil, que serão distribuídos no formato de cestas básicas eletrônicas para 5 mil catadores de todo o Brasil. As doações de pessoas físicas podem ser feitas pelo site www.doecestas.com. Já pessoas jurídicas podem entrar em contato pelo doacoes@pimpmycarroca.com.