Categorias
Destaque Notícias Saúde

Saúde de Cabo Frio se credencia para captação de órgãos para transplantes

Implantação da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos foi autorizada pelo secretário Márcio Mureb

 

O secretário de Saúde de Cabo Frio, Marcio Mureb autorizou a implantação da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante  (CIHDOTT) – que entrou em funcionamento no Hospital Central de Emergências – HCE – no início do mês de abril.  Comemorada pelos profissionais de saúde de Cabo Frio, a conquista só foi possível pelo empenho de toda a Coordenação Municipal de Enfermagem e ao discernimento do secretário em reconhecer o trabalho desenvolvido pela Coordenação. A inclusão de Cabo Frio ao CIHDOTT dá autonomia para que todo o procedimento de captação de órgãos para transplante seja feito por profissionais locais, sem a necessidade de acionar equipes da capital, o que torna o processo mais rápido e eficiente.  Com a implantação da Comissão, Cabo Frio passa constar na Central de Notificação, Captação e Distribuição de Órgãos e Tecidos (CNCDO).

O CIHDOTT de Cabo Frio é coordenado pela enfermeira Lilian Almerinda Moraes Brandão, que passou por cursos de capacitação no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, maior referência em transplantes de órgão da América do Sul, e irá realizar a capacitação de um grupo de enfermeiros para que estejam aptos a fazer a captação dos órgãos e até a retirada de córneas para transplantes. Vale ressaltar que a implantação do CIHDOTT só foi possível após inclusão do HCE junto ao CNES – Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde.

Para o secretário de Saúde, Márcio Mureb, o credenciamento do município simboliza um avanço para a Saúde de Cabo Frio. “Além da cidade passar a figurar Central de Notificação, Captação e Distribuição de Órgãos e Tecidos, que significa entrar efetivamente no mapa da Saúde Pública brasileira, teremos a vinda de diversos cursos de capacitação do pessoal que vai atuar na Comissão e eles se tornarão multiplicadores dessa nova forma de abordagem aos pacientes e familiares, que passará a ser o padrão de todas as nossas unidades de saúde, criando um vínculo de humanização benéfico para todos”, avaliou.

 

Como funciona

As comissões são responsáveis por organizar o hospital para que seja possível detectar possíveis doadores de órgãos e tecidos; viabilizar o diagnóstico de morte encefálica, conforme a Resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM) sobre o tema; criar rotinas para oferecer aos familiares de pacientes falecidos no hospital a possibilidade da doação de córneas e outros tecidos e articular-se com a Central de Transplante do estado para organizar o processo de doação e captação de órgãos e tecidos. Além disso, as comissões também são responsáveis pela educação continuada dos funcionários da instituição sobre os aspectos de doação e transplantes de órgãos e tecidos; articulação com todas as unidades de recursos diagnósticos necessários para atender aos casos de possível doação; e capacitação, em conjunto com a CNCDO e o Sistema Nacional de Transplantes – SNT – dos funcionários do estabelecimento hospitalar para a adequada entrevista familiar de solicitação e doação de órgãos e tecidos.

A Central de Notificação, Captação e Distribuição de Órgãos (Central de Transplantes) é notificada e repassa a informação para uma Organização de Procura de Órgão (OPO) da região. A OPO se dirige ao hospital e examina o doador, revendo a história clínica, os antecedentes médicos e os exames laboratoriais. A viabilidade dos órgãos é avaliada, bem como a sorologia para afastar doenças infecciosas e a compatibilidade com prováveis receptores.

A OPO informa a Central de Transplantes, que emite uma lista de receptores inscritos, compatíveis com o doador. No caso de transplante de rins, deve-se fazer ainda uma nova seleção por compatibilidade imunológica ou histológica. A central, então, informa a equipe de transplante e o paciente receptor nomeado. Cabe à equipe médica decidir sobre a utilização ou não do órgão.

“Essa Comissão coloca a Saúde Pública de Cabo Frio em outro patamar, passando a receber mais atenção tanto do governo Federal quanto do governo Estadual e pode trazer dividendos positivos para a administração, pois os municípios que possuem o CIHDOTT recebem verbas federais para sua manutenção”, explicou a coordenadora de Enfermagem da Secretaria Municipal de Saúde, Beatriz Trindade.

Atualmente, 41.236 pacientes estão à espera de um órgão no Brasil. No ano passado, foram realizadas no país 23.666 cirurgias de transplante de órgãos, sendo 95% dos procedimentos realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Em mais da metade das operações (58%), 13.793 pacientes receberam novos corações saudáveis. Os transplantes de rim estão em segundo lugar: foram 5.409 cirurgias em 2015, o que corresponde a 23% de todos os procedimentos.

Apesar do grande volume de cirurgias realizadas, a quantidade de pessoas à espera de um novo órgão ainda é grande. O rim é o órgão mais demandado: 25.077 esperam por um transplante renal. Em seguida, vêm as córneas (12.686) e o fígado (2.193).

Para vencer a atual desproporção entre número de pacientes na lista e o número de transplantes realizados, é importante conscientizar a população sobre todas as etapas do procedimento, que começa com o diagnóstico de morte encefálica de um potencial doador e termina na recuperação do paciente que recebeu um novo órgão. Entre essas etapas, é preciso correr contra o tempo, levantar informações importantes sobre o histórico do doador e do paciente e, a etapa mais delicada, contar com a solidariedade de uma família que passa por um momento de dor.

 

Autorização da família

Após o diagnóstico de morte encefálica, a família deve ser consultada e orientada sobre o processo de doação de órgãos. Depois de seis horas de atestada a falência cerebral, o potencial doador passa por um novo teste clínico para confirmar o diagnóstico. Em seguida, a família é questionada sobre o desejo de doar os órgãos.

Mensagens por escrito deixadas pelo doador não são válidas para autorizar a doação. Por isso, apenas os familiares podem dar o aval da cirurgia, após a assinatura de um termo. De acordo com o Ministério da Saúde, metade das famílias entrevistadas não permite a retirada dos órgãos para doação.

Depois da confirmação da morte encefálica e de manifestado o desejo pela família de doar os órgãos do parente, a equipe médica realiza um questionário com os familiares para detalhar o histórico clínico do paciente. A ideia é investigar se os hábitos do doador teriam levado ao desenvolvimento de possíveis doenças ou infecções que possam ser transmitidas ao receptor.

A entrevista é um guia para os médicos, que ainda realizam testes biológicos e físicos que indicam também a possível compatibilidade com os receptores na fila do transplante.

De um mesmo doador, é possível retirar vários órgãos para o transplante. Em geral, as cirurgias mais recorrentes são as de coração, pulmões, fígado, pâncreas, intestino, rins, córnea, vasos, pele, ossos e tendões. Com isso, inúmeras pessoas podem ser beneficiadas com os órgãos de um mesmo doador. Os órgãos que duram menos tempo uma vez fora do corpo são retirados antes.

 

Categorias
Destaque Notícias Ordem Pública

Projeto “Guarda na Escola – Esportes na Educação” leva aulas de jiu jitsu para Escola Wanda Pereira Roque

Atividade envolve 120 alunos dos dois turnos

 

A Guarda Civil Municipal de Cabo Frio está desenvolvendo um projeto de inclusão social com crianças da rede municipal. O “Guarda na Escola – Esportes na Educação” é uma iniciativa da Guarda que visa atender diretamente os alunos com a prática de jiu jitsu e defesa pessoal no contra turno.

A primeira escola contemplada pelo projeto é a E.M. Profª Wanda Pereira Roque, no bairro Samburá, em Tamoios. Já são 120 alunos matriculados no projeto e esse número cresce a cada dia. As aulas são ministradas pelo instrutor Bruno Ramos, ou como é mais conhecido, Scooby, agente da Guarda Municipal de Cabo Frio há oito anos e atualmente diretor de esportes da corporação. Ele é faixa preta em jiu-jitsu há nove anos. As aulas são realizadas duas vezes por semana e atendem até 30 alunos por turma.

 

Cronograma:

2ª feira 11h às 12h Alunos do 2ª turno

2ª feira 13h às 14h Alunos do 1ª turno

3ª feira 11h às 12h Alunos do 2ª turno

3ª feira 13h às 14h Alunos do 1ª turno

 

O instrutor acredita que através da prática esportiva, em específico a prática do jiu-jitsu, os alunos poderão ter uma oportunidade na vida:

“Nosso objetivo é dar uma oportunidade para essas crianças. Ocupar o tempo livre delas com uma atividade produtiva e que possa proporcionar a elas um caminho, uma alternativa. Quem sabe não descobrimos um campeão?”, se anima ele.

O projeto visa estimular valores nos alunos, como: respeito com o próximo; disciplina; desenvolver o raciocínio-lógico; a expressão corporal; a coordenação motora; a percepção auditiva e visual; liderança; autoconfiança; valorizar o aluno e estimular sua a auto-estima; harmonia escolar e no convívio familiar e espírito competitivo saudável.

O objetivo é auxiliar os praticantes nas buscas individuais pelo autoconhecimento, tornando-os indivíduos mais conscientes do seu papel social. Bruno reconhece que sem o apoio de algumas pessoas, não seria possível realizar o projeto.

“Nós não fazemos nada sozinhos. Gostaria de agradecer ao comandante da Guarda Municipal, Adson Lopes, ao coordenador-geral da GM, Fábio Carvalho e aos agentes da GM em Tamoios, Juraci e Vinícius. E também à diretora da escola, Auxiliadora Pessoa, e sua equipe, que estão apoiando incondicionalmente o projeto”, destaca Bruno. O planejamento é expandir o projeto para mais escolas da rede municipal.

Categorias
Desenvolvimento da Cidade Destaque Notícias

Regularização Fundiária avança na Vila do Sol

Bairro recebe o projeto piloto da Prefeitura de Cabo Frio

Está prevista para o mês de maio a finalização da parte da engenharia da regularização fundiária, que acontece na Vila do Sol. Finalizada esta parte, a regularização entrará na segunda fase, que é o cadastro social, onde assistentes sociais vão visitar os imóveis, conversar com os moradores e traçar um relatório socioeconômico, requisito obrigatório no processo de regularização. Os proprietários, conforme relatório socioeconômico, serão enquadrados na Regularização Fundiária Urbana de Interesse Social (Reurb-S), com renda de até cinco salários mínimos ou Reurb-E, com famílias com renda de superior a cinco salários mínimos, de acordo com a legislação vigente.

Na terceira e última fase  serão promovidas as Certidões de Regularização Fundiária (CRF).  Cada morador terá a sua matrícula e Registro Geral de Imóveis (RGI) próprio.

Equipes da Coordenadoria de Assuntos Fundiários da Secretaria de Desenvolvimento estão desde o início de março em uma sala do Posto de Saúde do bairro Vila do Sol, cadastrando os moradores para a regularização fundiária dos imóveis. O trabalho começou pela Rua 1 e avançou para as outras ruas do bairro.

A Vila do Sol recebe o projeto piloto de regularização fundiária, com base na Lei 13.465/17, que resgata um anseio antigo da população em ter os imóveis regularizados, com o termo de propriedade definitiva. Os agente fizeram uma distribuição prévia de panfletos pelo bairro, que tem cerca de 503 lotes, com uma média de mil imóveis e quatro mil moradores.

Os detentores de documentos de posse, transferência ou doação, referentes aos imóveis de todo o bairro devem comparecer ao Posto de Saúde da Vila do Sol, levando comprovantes de residência, comprovantes de doação, transferência ou compra e venda, identidade e CPF, certidão de casamento, certidão de óbito em caso de falecimento do titular, e comprovante de renda.  A documentação será analisada e posteriormente será feito o serviço cartorial visando contemplar os donos de imóveis com a propriedade definitiva. O atendimento acontece às quartas e quintas, das 9h às 12h e das 14h às 17h. Nos outros dias as equipes fazem trabalho interno na própria secretaria, atualizando os dados coletados no trabalho de campo.

O que é RGI?

É um documento que apresenta todas as informações sobre um determinado imóvel, como condições de penhora, se há dívida pendente ou qualquer outro tipo de impedimento ou irregularidade que possa existir. Para que um imóvel possa ser vendido ou comprado, deverá ter obrigatoriamente o RGI, constando toda a situação do imóvel (casa, apartamento, escritório, terreno e etc).

Categorias
Destaque Governo Notícias

Governo do estado confirma fazenda de Maricultura no canto esquerdo da Praia do Peró

A empresa hispano-brasileira Mexilhões Sudeste do Brasil – MSB – especializada na produção e venda de moluscos bivalves (mexilhões e vieiras) está em negociações com a Prefeitura de Cabo Frio para a implantação de uma fazenda de maricultura para o cultivo de mexilhões e vieiras no canto esquerdo da Praia do Peró. O projeto já tem licenciamento ambiental do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e está em fase de final de tratativas com a Prefeitura de Cabo Frio e a Marinha do Brasil.

Na última sexta-feira (26), o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Relações Internacionais, Lucas Tristão, recebeu, no Palácio Guanabara, dirigentes do grupo Mexilhões Sudeste Brasil (MSB), que apresentaram o projeto da fazenda de maricultura a ser implantado em Cabo Frio. O empreendimento, previsto para começar em julho deste ano, prevê um investimento total de R$ 414 milhões e a geração de 500 empregos diretos e 1.500, indiretos.

A fazenda marinha compreenderá 36 polígonos – 34 para mexilhões e dois para vieiras –, que serão instalados em aproximadamente três anos. Ocorrerão duas colheitas por ano. A primeira já está prevista para dezembro deste ano. Até 2022, o grupo espera atingir uma produção anual superior a 17 mil toneladas.

A região de Cabo Frio é considerada uma oportunidade única para esse tipo de negócio no Brasil, por características semelhantes às da Galícia, cuja produção anual de mexilhão é de cerca de 250 mil toneladas. A temperatura fria da água aqui, por exemplo, permite o cultivo de um mexilhão nativo de altíssima qualidade. Outro atributo da área é sua capacidade produtiva equivalente a 7% do total alcançado pela Galícia.

A estimativa é de que o empreendimento venha exercer um impacto direto sobre a economia local, contribuindo também para fomentar o turismo na região. O plano de negócios para os próximos quatro anos, apresentado pela empresa à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, inclui ainda transferência de tecnologia e capacitação de pessoal.

Segundo o coordenador de Meio Ambiente da Secretaria de Desenvolvimento, Mario Flavio Moreira, toda a parte de licenciamento marinho compete ao Inea, cabendo à prefeitura as licenças para o funcionamento das instalações terrestres.

“A prefeitura deve viabilizar uma área para as instalações de beneficiamento dos mexilhões. Quaisquer assuntos relacionados ao licenciamento ambiental ficam a cargo do Inea, que vem conduzindo a tramitação do processo”, afirmou

Categorias
Destaque Turismo

Planejamento turístico é tema de encontro nesta terça (30) em Cabo Frio

A Secretaria de Turismo promove nesta terça-feira (30) o “Encontro com Cabo Frio”. O evento tem a proposta de levantar a importância do planejamento nas ações que envolvem o setor junto com o trade local, gestores municipais, empresários e entidades. O encontro acontece no Hotel Paradiso Corporate, às 10h, e será comandado pelo  diretor de Planejamento e Marketing da Riotur, Maurício Werner. Interessados em participar devem confirmar a presença pelo e-mail: secretariaturismocabofrio@gmail.com.

Cabo Frio é um dos principais destinos turísticos do Estado do Rio de Janeiro, atraindo visitantes nacionais e internacionais pelas belas praias, diversidade gastronômica e cultural e pelo potencial esportivo. Segundo dados do Ministério do Turismo, o setor injetou cerca de US$ 163 bilhões na economia nacional, o que equivalente a 7,9% do Produto Interno Bruto (PIB), em 2017. O segmento é responsável por 7 milhões de postos de trabalhos no país. Em Cabo Frio não é diferente: o turismo é uma das principais fontes de economia do município.

“Estamos propondo esse momento colaborativo, que visa reunir o trade turístico local, gestores e entidades governamentais relacionados tanto operacionalmente, como logisticamente, as ações relacionadas à atividade turística em Cabo Frio. A intenção é iniciar a elaboração e execução de planejamento estratégico que melhor favoreça o município através do compartilhamento de vivências e da abertura de diálogo”, disse o secretaria de Turismo, Radamés Muniz.

O Hotel Paradiso Corporate fica na Avenida Teixeira e Souza, nº 2011, no bairro Braga. O convidado Maurício Werner é Bacharel em Turismo, especialista em Marketing e Mestre em Educação pelo Instituto Iberoamericano. É autor de livros e artigos publicados no Brasil e no exterior, entre eles o “Enquanto uns choram, outros vendem lenços”. Atualmente é diretor de Planejamento e Marketing da Riotur, órgão da Secretaria Especial de Turismo da cidade do Rio de Janeiro encarregado pela execução da política de turismo traçada pela administração municipal.

Categorias
Destaque Governo

Ventos fortes provocam queda de árvores em Cabo Frio

O efeito do deslocamento de uma frente fria no oceano, na noite deste domingo (28), trouxe fortes ventos para o Cabo Frio e região. A velocidade ficou entre 60/70 km/h.  A Defesa Civil Municipal contabilizou dez ocorrências referentes à queda de árvores. Uma delas caiu sobre um carro na Avenida Teixeira e Souza, em frente ao número 1203. No Segundo Distrito, uma árvore caiu sobre o muro de uma casa.

Além de queda de árvores, uma parte da estrutura de proteção de um posto de combustíveis desativado no Itajuru caiu com a força do vento. O muro de uma propriedade particular, localizada próximo ao Terminal Rodoviário Alexis Novellino, desabou. Segundo a Defesa Civil, ninguém se feriu em nenhuma das ocorrências.

Desde a madrugada desta segunda-feira (29) uma equipe da Comsercaf, com o auxílio de duas motosserras e um caminhão, trabalha no reparo dos estragos, principalmente, com recolhimento de galhos. A autarquia possui canais de atendimento à população, gerando protocolos que ficam documentados, e permitem que os solicitantes acompanhem o andamento dos seus pedidos, através dos telefones: (22) 2648-8907/99746-3332 (WhatsApp)

De acordo com a Defesa Civil, o tempo se manterá instável nesta manhã, com previsão de chuva ao longo do dia e à noite. Os agentes continuam em alerta. Em caso de novas ocorrências, a equipe deve ser acionada pelo número 199.

 

Categorias
Destaque Esportes

Alunos do projeto “Novo Cidadão” estão classificados para disputar Zonal Sul Sudeste do Campeonato Brasileiro de Karatê Interestilos

Três alunos dos projetos socioesportivos promovidos pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer de Cabo Frio estão classificados para o Zonal Sul Sudeste do Campeonato Brasileiro de Karatê Interestilos, marcado para os dias 4 e 5 de maio, em Itapecerica da Serra, em São Paulo.

Tiago dos Reis Rezende, Miguel Brum Sant’Anna e Luiz Eduardo Silva Ramiro participam das aulas de karatê do projeto “Novo Cidadão” e conquistaram medalhas durante o Campeonato Estadual da modalidade, disputado em Magé, em 14 de abril. O trio integra a equipe da Associação de Karatê Giovani Oliveira (AKGO), que representou Cabo Frio no torneio estadual.

Na competição, Tiago Rezende foi ouro no kumite (luta) e no kata (realização de sequência de movimentos). Miguel Sant’Anna ficou com a medalha de prata no kata e Luis Eduardo Ramiro, com duas pratas (kumite e kata). No total, a equipe cabo-friense ficou com o terceiro lugar geral na etapa, com 14 medalhas, sendo quatro de ouro, sete de prata e três de bronze.

O projeto “Novo Cidadão” tem três núcleos de karatê: nos ginásios Alfredo Barreto (Portinho) e João Augusto Teixeira e Silva (em Tamoios) e na Escola Municipal Professora Catharina da Silveira Cordeiro (no bairro Monte Alegre). Nos três núcleos, as aulas são para crianças entre 7 e 17 anos de idade.

Categorias
Destaque Esportes

Torneio de Futebol do Dia do Trabalhador tem confrontos definidos

Nove equipes estão confirmadas no Torneio de Futebol do Dia do Trabalhador, que reúne servidores públicos municipais de Cabo Frio na quarta-feira, 1º de maio, no Estádio Municipal Correão. A competição é organizada pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SEMEL).

Nesta sexta-feira (26), foi feito o sorteio dos confrontos da competição. Serão oito partidas, todas com dois tempos de 15 minutos em cada. O primeiro jogo está marcado para as 8h.

Os participantes do torneio são as equipes da Fiscalização de Postura, Serviços Públicos, Ordem Pública, Esporte e Lazer, Educação, Saúde, Mobilidade Urbana e duas equipes da Comsercaf (Pavilhão 05 e Setor 06).

A tabela dos jogos é a seguinte:

8h – Serviços Públicos x Comsercaf Setor 06 (Jogo A)
8h50 – Saúde x Esporte (Jogo B)
9h40 – Ordem Pública x Educação (Jogo C)
10h30 – Mobilidade Urbana x Comsercaf Pavilhão 05 (Jogo D)
11h20 – Postura x Vencedor do Jogo A (Jogo E)

SEMIFINAIS
12h10 – Vencedor do Jogo B x Vencedor do Jogo C (Semifinal 1)
13h – Vencedor do Jogo D x Vencedor do Jogo E (Semifinal 2)

FINAL
14h20 – Vencedor da Semifinal 1 x Vencedor da Semifinal 2

Haverá troféus e medalhas para o campeão e para o vice-campeão. O artilheiro e o melhor goleiro receberão prêmios individuais.

Categorias
Destaque Notícias PROCON

Procon Estadual emite auto de infração em agência bancária de Tamoios

O Procon Cabo Frio deu continuidade à operação iniciada nesta quinta-feira (25), no Centro de Cabo Frio. O órgão, em conjunto com o Procon Estadual, fiscalizou a agência bancária de Tamoios. Foram encontradas diversas irregularidades, e o banco recebeu um auto de infração e vai responder processo administrativo junto ao Procon Estadual.

As irregularidades encontradas foram: ausência de caixas eletrônicos adaptados, de guarda volumes e de divisórias entre os caixas. A agência também foi notificada sobre as denúncias do tempo de espera e das filas externas.

A superintendente do Procon Cabo Frio, Mônica Bonioli, disse que a fiscalização é uma continuidade à ação iniciada em setembro de 2018, na qual o órgão já tinha notificado as agências do município:

“Naquela ocasião, houve apenas uma notificação. Aqueles que não se adequaram estão sendo autuados agora”, conta ela.

Após o prazo de 15 dias para explicação, o Procon Estadual vai avaliar e se for o caso, o banco pode ser multado. A agência de Tamoios, também se comprometeu a não deixar os clientes esperando do lado de fora.

Os agentes do Procon Cabo Frio e Estadual distribuíram exemplares do Código de Defesa do Consumidor nos estabelecimentos de Tamoios. Os agentes também orientaram os lojistas sobre a necessidade de ter um Livro de Reclamações disponível para os clientes.

As reclamações poderão ser formalizá-las na sede do Procon Municipal, na Rua Florisbela Rosa da Penha, 292, no Braga. O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

 

Categorias
Destaque Notícias

Mobilidade Urbana de Cabo Frio reativa Conselho Municipal de Transportes

Nesta sexta-feira (26) a Secretaria de Mobilidade Urbana de Cabo Frio (Semob) realizou a 1ª reunião do Conselho Municipal de Transportes (Comut), em 2019, na sede da Semob. O encontro marcou a reativação do órgão, que estava com as atividades paralisadas. A próxima reunião está agendada para a ultima semana de maio.

O Conselho encontrava-se inoperante e foi retivado devido ao esforço do atual gestor da pasta, Everaldo Loback. Na sessão ordinária foram discutidos temas como terminais rodoviários, nomeação de novas cadeiras para a sociedade civil organizada e o Plano Municipal de Mobilidade Urbana. A partir do plano, o Comut poderá atuar ativamente na implementação de diretrizes e propostas para o desenvolvimento da cidade.

“O Conselho de Transportes exerce um importante papel de fortalecimento da participação democrática popular na formulação e implementação de objetivos dentro da política municipal de transportes e do sistema viário”, destaca o secretário da pasta, Everaldo Loback.

Além dos servidores da Secretaria de Mobilidade Urbana, estiveram presentes representantes da Associação de Moradores de São Cristóvão, da Associação de Aposentados e Pensionistas, da Procuradoria-Geral do Município e da Coordenadoria-Geral de Ordem Pública. Na próxima reunião, agendada para a última semana de maio, serão revisados os assuntos propostos nesta sessão, além de temas a serem definidos conforme a demanda municipal.

O Conselho Municipal de Transportes é um órgão colegiado de caráter permanente, deliberativo e paritário composto por representantes do governo e de segmentos da sociedade civil organizada e destinado a assessorar, orientar, acompanhar e fiscalizar a formulação e a execução de políticas públicas, no âmbito de transportes, no Município de Cabo Frio.

Categorias
Desenvolvimento da Cidade Destaque Meio Ambiente Notícias Sem classificação

Termina a temporada 2018/2019 da Bandeira Azul na Praia do Peró

Terminou, nesta sexta-feira (26), a temporada 2018/2019 do Programa Bandeira Azul Praia do Peró.  Após dois anos de luta e engajamento popular, a Prefeitura de Cabo Frio realizou o arriamento solene do maior símbolo de qualidade, sustentabilidade e acessibilidade que uma praia pode obter, que é a Bandeira Azul. Em seu discurso de agradecimento, o prefeito Dr. Adriano anunciou ainda a inscrição da Praia do Foguete para receber o selo. As escolas municipais que participam do programa realizaram o plantio de mudas de restinga.

“Minha intenção é que essa conquista não seja um castelo de areia, que a onda vem e leva.  Vou transformar a manutenção da certificação em projeto de lei para que os próximos governantes sejam obrigados a fazer de tudo para cumprir os critérios para a continuidade da certificação Bandeira Azul. Não só na Praia do Peró, mas também do trecho da Praia do Foguete que, inclusive, já fizemos a inscrição, dando o primeiro passo para a certificação.  Para isso, conto com todos vocês”, finalizou, emocionado.

Com a presença de todos os atores que, de alguma forma, contribuíram para que a Praia do Peró recebesse a Certificação Internacional da Foundation for Environmental Education (FEE), a praia amanheceu radiante para o evento que marcou o fim do primeiro período da Bandeira Azul. Uma conquista sonhada por muitos e que tornou-se realidade apenas com a união e o engajamento.

A solenidade teve início com a apresentação das conquistas da certificação atual e das expectativas em relação à renovação do selo por parte dos coordenadores locais do Bandeira Azul, Magno Maiques e Paloma Arias. A mestre em paisagismo da Secretaria de Desenvolvimento, Anne Apcelo, apresentou as mudanças estruturais que serão necessárias para a manutenção da certificação, inclusive com a construção de novos quiosques, todos com itens de acessibilidade, inclusive, banheiros e chuveiros.

Em seguida, o secretário de Turismo, Radamés Muniz, apresentou os dados levantados pela pasta durante a certificação, e que segundo ele, são “altamente positivos” para o setor hoteleiro (ocupação de 95% em média, durante o período de certificação), comércio (aumento de 30% nas vendas) e atração de novos visitantes ligados ao turismo ecológico, sustentável e de acessibilidade (30% a mais de turistas vindos do Estado de São Paulo).

Na sequência, o prefeito Dr. Adriano Moreno, emocionado, agradeceu aos servidores das Coordenadorias do Meio Ambiente, Assuntos Fundiários e Posturas, das Secretarias do Turismo, de Ordem Pública e da Mobilidade Urbana, à Polícia Militar e, principalmente, aos moradores do Peró que, há cerca de três anos, iniciaram o movimento que veio redundar na Certificação Internacional, em 20 de setembro de 2018.

“Essa é uma conquista de todos vocês, moradores, comerciantes e empresários do Peró, que trouxeram para Cabo Frio esta certificação. Eu, como prefeito, não posso me apossar de uma conquista que é, genuinamente, do povo. Eu só tenho a agradecer a todos os servidores municipais que encamparam esta luta pela certificação e, a maior de todas as lutas, a da manutenção, que nem essa mancha de óleo trazida pelo mar conseguiu atrapalhar”, afirmou.

Com a presença de associações de movimentos como “Amigos do Peró”, formado por moradores do bairro; “Atletas do Peró”, formado por pessoas da terceira idade, e de outras entidades de moradores de outros bairros, o prefeito Dr. Adriano Moreno convocou a cidade para novas certificações e anunciou que transformará a manutenção da Certificação Bandeira Azul em Projeto de Lei.

Estudantes plantam mudas na orla

Alunos das escolas municipais Evaldo Salles, Etelvina Santana da Fonseca (ambas no Peró), Profª Yone Nogueira (Cajueiro) e da Escola Agrícola Municipal Nilo Batista (Campos Novos) realizaram o plantio de Ipomoea pes-caprae, ou Salsa-da-praia, ao longo da orla do Peró. As unidades escolares envolvidas no Programa Bandeira Azul realizaram atividades na área da Educação Ambiental, que norteiam as propostas para o cumprimento dos critérios para a manutenção da certificação da praia.

 

Categorias
Assistência Social Destaque

Cabo Frio recebe etapa do Circuito Inclusão Solidária 5k em junho

A Praia do Forte, em Cabo Frio, será cenário de uma corrida inclusiva. O Circuito Inclusão Solidária 5k acontece no dia 30 de junho. A inscrição pode ser feita até às 16h do dia 26 de junho. Podem participar pessoas com deficiência, que utilizam cadeiras de rodas ou qualquer aparelho de ajuda para locomoção, e sem deficiência a partir dos 14 anos.

A largada acontece às 8h, na Praça das Águas. O formulário de inscrição e o regulamento podem ser acessados pelo link https://bit.ly/2LeYGtQ. A taxa de inscrição é R$ 35,00 para pessoas sem deficiência, e gratuita para pessoas com deficiência e acompanhantes.  A inscrição de quem for acompanhar não é feita no site, será por meio do WhatsApp (31) 8927-4836 (Jéssica).

Os percursos serão demarcados no chão, além de fitas e placas de indicação. Uma moto batedora acompanhará o líder geral da prova, indicando o caminho correto quando necessário, e um carro vassoura acompanhará o último colocado fazendo a limpeza.

A prova terá um percurso de 5 km e será distribuída por faixas etárias, nas categorias: masculino (14/19 anos; 20/24 anos; 25/29 anos; 30/34 anos; 35/39 anos; 40/44 anos; 45/49 anos; 50/54 anos; 55/59 anos; 60/64 anos, 65/69 anos e acima de 70 anos); e feminino: (14/19 anos; 20/24 anos; 25/29 anos; 30/34 anos; 35/39 anos; 40/44 anos; 45/49 anos; 50/54 anos e 55/59 anos e acima de 60 anos). A organização do evento vai disponibilizar frutas e água  para os participantes.

Serão premiados com troféus os 1°, 2°e 3° colocados na classificação geral e 1°, 2°e 3° por faixa etária e categorias, além da maior equipe presente. Todos os participantes que completarem a prova ganharão medalhas de participação.

O Circuito Inclusão Solidária 5k é um projeto de Belo Horizonte. Haverá ainda brinquedos inclusivos, com o parque itinerante, com skate, balanço para cadeirantes, tirolesa, carrinho de rolimã. A organização é da empresa H2 Eventos, com o apoio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Guarda Civil Municipal e Comsercaf.  

 

Categorias
Destaque Turismo

Cabo Frio sedia evento de crossfit neste fim de semana

Cabo Frio será palco da competição Inter Rio Beach Crossfit neste fim de semana. A prova acontece na Praia do Forte, na altura da Duna Preta, no sábado (27) e no domingo (28), das 8h às 17h. Segundo a organização, cerca de 150 atletas vão participar das atividades de resistência nas areias brancas e finas da praia mais movimentada da cidade. Esta é a quarta vez que Cabo Frio vai sediar o evento. A última edição aconteceu em 2017.

Competidores de várias cidades do Estado do Rio vão realizar exercícios de condicionamento físico que envolvem atletismo, levantamento de peso e atividades funcionais. Uma das prova vai utilizar o mar, adicionando a natação à competição.  

Este é o último evento esportivo que a cidade vai sediar neste mês de abril. A prova de ciclismo Audax Rio e o Circuito Top Surf movimentaram fins de semanas anteriores. Outras duas competições programadas (o Troféu Maria Lenk e a Travessia Aloha Spirit) foram adiadas.

“Cabo Frio é uma cidade que tem a logística e a natureza aliadas para o turismo esportivo. Estamos trabalhamos para fomentar os esportes aquáticos e da área de ciclismo. Também estamos abertos para outros tipos de modalidades que trazem a possibilidade de movimentar o fluxo no turismo da cidade”, disse a superintendente de Eventos, Rosemarie Teixeira.

 

Foto: Nelson Saldanha