Coordenadoria Geral de Ordem Pública leva 6 flanelinhas para delegacia




Ação conjunta com a Polícia Militar aconteceu na região da Praia do Forte

 

A Prefeitura de Cabo Frio, por meio da Coordenadoria Geral de Ordem Pública da Secretaria de Mobilidade Urbana, realizou nesta quarta-feira (9), uma nova operação para coibir a atuação de flanelinhas na cidade. Durante a ação, agentes da Ronda Ostensiva Municipal (ROMU) flagraram 6 pessoas que cobravam ilegalmente de motoristas que estacionavam em determinadas ruas. Eles foram levados para a delegacia da cidade.

Os agentes da ROMU contaram com o apoio da Polícia Militar para atuar na Avenida Macário Pinto Lopes (trecho da orla da Praia do Forte) e nas ruas próximas. A cobrança indevida de estacionamento na ruas da cidade é alvo de ações constantes do governo municipal, sobretudo, na alta temporada, período em que o número de visitantes na cidade cresce bastante.

“A determinação do coordenador, coronel Fábio Carvalho, é que façamos isso de forma rotineira e é isso o que estamos desenvolvendo. À medida que as operações vão se intensificando, a tendência é que haja uma retração da ação dessas pessoas. Nossa intenção é essa: asfixiar para que eles não tenham espaço para atuar”, explica o superintendente operacional de Ordem Pública, Paulo César Gomide.

Desde que as operações contra os flanelinhas se intensificaram, nos últimos dias de 2018, cerca de 60 pessoas já foram levadas para a delegacia de Cabo Frio. Exercer ilegalmente uma profissão; no caso, a de guardador de veículos, é contravenção penal prevista no artigo 47 da Lei de Contravenções Penais (decreto-lei nº 3.688/1941) .

 

DestaqueNotíciasOrdem Pública

Comentários estão desabilitados.

FECHAR ACESSIBIILIDADE
%d blogueiros gostam disto: