Categorias
Destaque Notícias Saúde Vacinação Influenza

Campanha de vacinação contra a gripe, em Cabo Frio, termina nesta segunda-feira (30)

Quem tomou a vacina contra a Covid e está no período de intervalo dos imunizantes, pode procurar o posto de saúde mesmo após o fim da campanha

Termina nesta segunda-feira (30) a Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe influenza. Quem mora em Cabo Frio, e tem idade entre 18 e 30 anos, deve procurar as unidades de saúde que aplicam esta vacina. A mesma orientação vale para as pessoas dos grupos prioritários das primeiras fases da campanha contra a influenza, e das faixas etárias anteriores, que ainda não receberam a dose da vacina contra a gripe. A repescagem acontece todos os dias de vacinação.

Paralelo à vacinação contra a gripe, Cabo Frio está realizando a campanha de imunização contra a Covid-19. De acordo com o informe técnico do Ministério da Saúde, as pessoas devem dar prioridade ao imunizante contra Covid-19, dando pelo menos 14 dias de intervalo entre as doses para fazer a vacinação contra a gripe. Quem tomou a vacina contra a Covid e está no período de intervalo dos imunizantes, poderá tomar a vacina contra a influenza mesmo após o fim da campanha.

“No momento a faixa etária para imunização contra a Covid e contra a influenza é a mesma. Mas queremos tranquilizar as pessoas para que tomem primeiro a vacina contra o coronavírus, e só depois de 14 dias recebam a dose contra a gripe. Mesmo que o prazo para a campanha nacional tenha terminado, os postos de saúde de Cabo Frio, que são específicos para a imunização da gripe, continuarão aplicando a vacina”, alertou Patrícia Freitas, coordenadora de imunização em Cabo Frio.

Promovida pelo Ministério da Saúde, a campanha começou no dia 14 de abril e foi dividida em três fases. A primeira atendeu crianças de até 6 anos incompletos, vacinando 42,6% deste público. As gestantes vacinadas representam 43,2%, as puérperas, 34,9%, e os trabalhadores da saúde, 53,8%.

Na segunda fase, os idosos atendidos representam 54,8% do público, e os professores da rede pública ou privada, 33,3%. Na terceira fase, foram vacinadas pessoas com comorbidades, o que representa 47,3% do público, e 1,7% de pessoas com deficiência permanente. Já no dia 14 de julho foi aberta para a população em geral. Até o momento, Cabo Frio atingiu 52,03% da meta para imunização contra influenza.

Para evitar cruzamento entre os públicos-alvo contra a gripe e contra o coronavírus, o município destacou 13 unidades de saúde para a campanha contra influenza. Eles funcionam de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h.

ONDE SE VACINAR CONTRA A INFLUENZA:

Na reta final da campanha a unidade da Estratégia Saúde da Família (ESF) do bairro Samburá não terá mais vacinação contra influenza. A alteração tem como objetivo contribuir para logística e qualidade no atendimento prestado para a população. A unidade da Estratégia Saúde da Família de Maria Joaquina e Vila do Ar passam a atender também a este público.

A vacinação segue nos 13 postos abaixo:

• Casa da Criança – ao lado do Hospital Otime Cardoso dos Santos, no bairro Jardim Esperança
• Centro de Saúde Oswaldo Cruz – Rua Florisbela Roza da Pena, s/nº – Braga
• ESF Vila do Ar – Rua Ernesto de Melo, nº 1393
• ESF Vila do Sol – Rua 3 nº 246
• ESF Manoel Corrêa – Rua 7 s/nº
• ESF Parque Burle – Rua Budapeste nº 10
• ESF Cajueiro – Rua Machado de Assis nº 15
• ESF Boca do Mato – Rua Rosalina Cardoso da Fonseca nº 200
• ESF Caminho de Búzios – Rua das Hortências Qd. 7 Lt. 37
• UBS Unamar – Rodovia Amaral Peixoto s/nº
• ESF Maria Joaquina – Rua da Harmonia, s/nº
• ESF Angelim – Estrada do Angelim s/nº
• ESF Araçá – Estrada da Agrisa s/nº – Pacheco

Categorias
Destaque Notícias Saúde Vacinação Influenza

Campanha contra a influenza, em Cabo Frio, chega à faixa etária de 18 a 30 anos

Quem tomou vacina contra a Covid pode procurar o posto de saúde mesmo após o fim da campanha

Quem mora em Cabo Frio e tem idade entre 18 e 30 anos já pode procurar as unidades de saúde exclusivas para vacinação contra a gripe influenza, e receber a dose do imunizante. Promovida nacionalmente pelo Ministério da Saúde, a campanha começou no dia 14 de abril e segue até o próximo dia 30 de agosto.

Dividida em três fases, a vacinação começou imunizando crianças de até 6 anos incompletos, gestantes, puérperas e trabalhadores da saúde, seguido de idosos e pessoas com comorbidades. Já no dia 14 de julho foi aberta para a população em geral.

As pessoas dos grupos prioritários das primeiras fases da campanha contra a influenza, e das faixas etárias anteriores, que não receberam a dose no período divulgado, devem procurar as unidades de saúde específicas para imunização contra a gripe para receber a vacina. A repescagem acontece todos os dias de vacinação.

Paralelo à vacinação contra a gripe, Cabo Frio está realizando a campanha de imunização contra a Covid-19. De acordo com o informe técnico do Ministério da Saúde, as pessoas devem dar prioridade ao imunizante contra Covid-19, dando pelo menos 14 dias de intervalo entre as doses para fazer a vacinação contra a gripe.

“No momento a faixa etária para imunização contra a Covid e contra a influenza é a mesma. Mas queremos tranquilizar as pessoas para que tomem primeiro a vacina contra o coronavírus, e só depois de 14 dias recebam a dose contra a gripe. Mesmo que o prazo para a campanha nacional tenha terminado, os postos de saúde de Cabo Frio, que são específicos para a imunização da gripe, continuarão aplicando a vacina”, alertou Patrícia Freitas, coordenadora de imunização em Cabo Frio.

Para evitar cruzamento entre os públicos-alvo contra a gripe e contra o coronavírus, o município destacou 12 unidades de saúde para a campanha contra influenza. Eles funcionam de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h.

ONDE SE VACINAR CONTRA A INFLUENZA:

Na reta final da campanha a unidade da Estratégia Saúde da Família (ESF) do bairro Samburá não terá mais vacinação contra influenza. A alteração tem como objetivo contribuir para logística e qualidade no atendimento prestado para a população. A unidade da Estratégia Saúde da Família de Maria Joaquina passa a atender também a este público.

A vacinação segue nos 12 postos abaixo:

• Casa da Criança – ao lado do Hospital Otime Cardoso dos Santos, no bairro Jardim Esperança
• Centro de Saúde Oswaldo Cruz – Rua Florisbela Roza da Pena, s/nº – Braga
• ESF Vila do Sol – Rua 3 nº 246
• ESF Manoel Corrêa – Rua 7 s/nº
• ESF Parque Burle – Rua Budapeste nº 10
• ESF Cajueiro – Rua Machado de Assis nº 15
• ESF Boca do Mato – Rua Rosalina Cardoso da Fonseca nº 200
• ESF Caminho de Búzios – Rua das Hortências Qd. 7 Lt. 37
• UBS Unamar – Rodovia Amaral Peixoto s/nº
• ESF Maria Joaquina – Rua da Harmonia, s/nº
• ESF Angelim – Estrada do Angelim s/nº
• ESF Araçá – Estrada da Agrisa s/nº – Pacheco

Categorias
Destaque Notícias Saúde Vacinação Influenza

Terceira etapa da vacinação contra a gripe começa nesta quarta-feira (9) em Cabo Frio

Grupo prioritário desta fase tem até o dia 9 de julho para se vacinar

A terceira etapa da campanha de vacinação contra a gripe começa nesta quarta-feira (9) e segue até o dia 9 de julho. Promovida pelo Ministério da Saúde em todo Brasil, a 23ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza acontece em três fases.

Agora, é a vez das pessoas com comorbidades, com deficiência permanente, privadas de liberdade e adolescentes em medidas socioeducativas. Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário, portuários, forças armadas e de segurança e salvamento também deverão se vacinar.

A campanha teve início no dia 14 de abril em Cabo Frio, e até o momento atingiu 19,2% da meta para imunização contra a influenza. As crianças até 6 anos incompletos foram 24,2% do público, gestantes 26%, puérperas 28,5%, trabalhadores da saúde 28,8%, idosos 15,8% e professores 7,9%.

O município segue em paralelo à vacinação contra a Covid-19. Por conta disso, o Ministério da Saúde realizou adaptações na ordem dos grupos prioritários a serem vacinados.

Excepcionalmente este ano, pessoas com mais de 60 anos não foram o primeiro grupo a ser imunizado contra a gripe, para evitar conflito com o calendário de vacinação contra a Covid-19.

O informe técnico do Ministério da Saúde orienta que, quem faz parte do grupo prioritário das duas vacinas, a preferência seja para administração do imunizante contra a Covid-19, e só depois seja feito o agendamento para a vacina contra a gripe, respeitando o intervalo mínimo de 14 dias entre as vacinas.

As pessoas dos grupos prioritários das primeiras fases da campanha que não foram no período divulgado, podem procurar as unidades de saúde específicas para imunização contra a gripe para receber a vacina.

Para evitar aglomerações nos postos de saúde e cruzamento entre os públicos-alvo da vacina contra a gripe e contra o coronavírus, o município destacou 12 unidades de saúde para servir como postos na campanha contra a influenza.

• Documentação necessária

Para se vacinar contra a influenza, os grupos dessa terceira fase devem apresentar a caderneta de vacinação, documento de identificação com foto ou cartão do SUS. Cada grupo precisa apresentar ainda documentação comprobatória.

  • Forças de segurança e salvamento devem apresentar o documento que comprove sua vinculação ativa nas forças de segurança e salvamento.
    Integram esse grupo: policiais federais, militares, civis e rodoviários; bombeiros militares e civis; e guardas municipais.
  • Forças Armadas: devem apresentar o documento que comprove a sua vinculação ativa com o serviço de forças armadas ou apresentação de declaração emitida pelo serviço em que atua.
    Integram esse grupo: membros ativos das Forças Armadas (Marinha, Exército e Aeronáutica)
  • Pessoas com deficiência permanente: devem apresentar o documento que comprove a deficiência permanente como cópia de atestados, laudos, prescrições, relatórios médicos e/ou exames complementares. Serão considerados indivíduos com uma ou mais das seguintes limitações:

• Limitação motora que cause grande dificuldade ou incapacidade para andar ou subir escadas.
• Indivíduos com grande dificuldade ou incapacidade de ouvir mesmo com uso de aparelho auditivo.
• Indivíduos com grande dificuldade ou incapacidade de enxergar mesmo com uso de óculos.
• Indivíduos com alguma deficiência intelectual permanente que limite as suas atividades habituais, como trabalhar, ir à escola, brincar, etc.

  • Caminhoneiros: devem apresentar o documento que comprove o exercício efetivo da função de motorista profissional do transporte rodoviário de cargas (caminhoneiro).
    Integram esse grupo: Motorista de transporte rodoviário de cargas definido no art. 1º, II da Lei nº 13.103, de 2 de março de 2015, que trata da regulamentação da profissão de motorista.
  • Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário urbano e de longo curso: devem apresentar o documento que comprove o exercício efetivo da função de motorista/cobrador profissional do transporte de passageiros.
    Integram esse grupo: motoristas e cobradores de transporte coletivo rodoviário de passageiros.
  • Trabalhadores Portuários: devem apresentar o documento que comprove o exercício efetivo da função de trabalhador portuário.
    Integram esse grupo: Qualquer trabalhador portuário, incluindo os funcionários da área administrativa.
  • Pessoas com comorbidades, independentemente da idade, devem apresentar documentos comprobatórios como cópia de atestados, laudos, prescrições, relatórios médicos e/ou exames complementares.

ONDE SE VACINAR:

Casa da Criança – ao lado do Hospital Otime Cardoso dos Santos, no bairro Jardim Esperança

Centro de Saúde Oswaldo Cruz – R. Florisbela Roza da Pena, s/nº – Braga

ESF Vila do Sol – Rua 3 nº 246

ESF Manoel Corrêa – Rua 7 s/nº

ESF Parque Burle – Rua Budapeste nº 10

ESF Cajueiro – Rua Machado de Assis nº 15

ESF Boca do Mato – Rua Rosalina Cardoso da Fonseca nº 200

ESF Caminho de Búzios – Rua das Hortencias Qd. 7 Lt. 37

UBS Unamar – Rodovia Amaral Peixoto s/nº

ESF Samburá – Rodovia Amaral Peixoto Km 135

ESF Angelim – Estrada do Angelim s/nº

ESF Araçá – Estrada da Agrisa s/nº – Pacheco

Categorias
Saúde

Segunda etapa da vacinação contra influenza começa nesta terça-feira (11) em Cabo Frio

Nesta fase é a vez dos idosos com 60 anos ou mais e professores da rede pública ou privada

A segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe influenza começa nesta terça-feira (11) e segue até o dia 8 de junho. Promovida pelo Ministério da Saúde em todo Brasil, a 23ª Campanha contra a Influenza teve início no dia 14 de abril em Cabo Frio. O município segue em paralelo à vacinação contra a covid-19.

A imunização contra influenza acontece em três fases. Nesta segunda fase, é a vez dos idosos com 60 anos ou mais e professores da rede pública ou privada.

A terceira fase será entre os dias 9 de junho e 9 de julho e atenderá pessoas com comorbidades, com deficiência permanente, caminhoneiros, privadas de liberdade e adolescentes em medidas socioeducativa, além de trabalhadores de transporte coletivo rodoviário, portuários, forças armadas e de segurança e salvamento.

Além disso, o Ministério da Saúde realizou adaptações na ordem dos grupos prioritários a serem vacinados. Excepcionalmente este ano, pessoas com mais de 60 anos não serão o primeiro grupo a ser imunizado contra a gripe para evitar conflito com o calendário de vacinação contra a Covid-19.

Por conta disso, o informe Técnico do Ministério da Saúde orienta que, no caso dos profissionais de saúde, que fazem parte do grupo prioritário das duas vacinas, a preferência seja para administração do imunizante contra Covid-19, e só depois seja feito o agendamento contra a gripe, respeitando o intervalo mínimo de 14 dias entre as vacinas.

Para evitar aglomerações nos postos de saúde e cruzamento entre os públicos-alvo da vacina contra a gripe e contra o coronavírus, o município destacou 12 unidades de saúde para servir como postos na campanha contra influenza.

• Documentação necessária

Para se vacinar contra a Influenza, o grupo dessa primeira fase deve apresentar a caderneta de vacinação (mãe e criança), documento de identificação com foto ou cartão do SUS. Já os profissionais de saúde devem também estar munido da documentação que comprove o local de trabalho.

Casa da Criança – ao lado do Hospital Otime Cardoso dos Santos, no bairro Jardim Esperança
Centro de Saúde Oswaldo Cruz – R. Florisbela Roza da Pena, s/nº – Braga
ESF Vila do Sol – Rua 3 nº 246
ESF Manoel Corrêa – Rua 7 s/nº
ESF Parque Burle – Rua Budapeste nº 10
ESF Cajueiro – Rua Machado de Assis nº 15
ESF Boca do Mato – Rua Rosalina Cardoso da Fonseca nº 200
ESF Caminho de Búzios – Rua das Hortencias Qd. 7 Lt. 37
UBS Unamar – Rodovia Amaral Peixoto s/nº
ESF Samburá – Rodovia Amaral Peixoto Km 135
ESF Angelim – Estrada do Angelim s/nº
ESF Araçá – Estrada da Agrisa s/nº – Pacheco

Categorias
Destaque Notícias Saúde Vacinação Influenza

Campanha contra o vírus da gripe tem novos locais para vacinação em Cabo Frio

Imunização será em postos saúde exclusivos para evitar cruzamento de público-alvo da vacina contra a Covid-19

Com o início da campanha contra a gripe, a Secretaria de Saúde de Cabo Frio está trabalhando duas vacinas simultaneamente: Influenza e Covid-19. Para evitar aglomerações nos postos de saúde e cruzamento entre os públicos-alvo, a partir desta segunda-feira (26) as doses são aplicadas em locais diferentes: a imunização contra a influenza acontecerá em 10 unidades de saúde, de segunda a sexta, das 9h às 17h.

Os novos locais são: Centro de Saúde Oswaldo Cruz, Casa da Criança no Jardim Esperança; ESF Vila do Sol, Manoel Corrêa, Parque Burle, Cajueiro, Boca do Mato, Caminho de Búzios, Samburá, Angelim e Araça e UBS Unamar.

CAMPANHA É DÍVIDA EM TRÊS FASES

A primeira fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza atende crianças de 6 meses a 5 anos, 11 meses e 29 dias, gestantes, puérperas, profissionais de saúde e povos indígenas e segue até o dia 10 de maio.

Na segunda fase, que começa dia 11 de maio e segue até o dia 8 de junho, será a vez dos idosos com 60 anos ou mais e professores da rede pública ou privada.

A terceira fase acontece entre os dias 9 de junho e 9 de julho, e atenderá pessoas com comorbidades, com deficiência permanente, caminhoneiros, privadas de liberdade e adolescentes em medidas socioeducativas, além de trabalhadores de transporte coletivo rodoviário, portuários, forças armadas e de segurança e salvamento.

A meta do município é imunizar 90% do público-alvo, formado por 83 mil pessoas.

IDOSOS COM MAIS DE 60 ANOS NÃO FAZEM PARTE DO PRIMEIRO GRUPO PRIORITÁRIO

Por causa da vacinação contra a Covid-19, excepcionalmente este ano o Ministério da Saúde definiu que pessoas com mais de 60 anos não farão parte do primeiro grupo a ser imunizado contra a gripe. Além de evitar conflito com o calendário de vacinação contra o coronavírus, que está acontecendo paralelamente, a medida se deve ao fato de não haver, ainda, estudos sobre prováveis efeitos da atuação dos dois imunizantes juntos.

Por conta disso, um Informe Técnico do Ministério da Saúde orienta que, no caso dos profissionais de saúde, que fazem parte do grupo prioritário das duas vacinas, a preferência seja para administração do imunizante contra a Covid-19, e só depois seja feito o agendamento contra a gripe, respeitando o intervalo mínimo de 14 dias entre as vacinas.

“A campanha de imunização contra a gripe é muito importante. Por isso pedimos que o público-alvo respeite o intervalo entre as vacinas contra a Covid-19 e a Influenza, e que compareça para receber a vacina, principalmente porque no ano passado a procura para a Influenza foi baixa. Precisamos nos proteger”, convocou o secretário de Saúde, Felipe Fernandes.

COMO E ONDE SE VACINAR

Para se vacinar contra a gripe, em Cabo Frio, o grupo prioritário dessa primeira fase deve apresentar a caderneta de vacinação (mãe e criança), comprovante de residência, documento de identificação com foto ou cartão do SUS. Já os profissionais de saúde também devem estar munidos da documentação que comprove o local de trabalho.

Confira a relação dos postos de vacinação contra a Influenza em Cabo Frio:

Casa da Criança – ao lado do Hospital Otime Cardoso dos Santos, no bairro Jardim Esperança
Centro de Saúde Oswaldo Cruz – R. Florisbela Roza da Pena, s/nº – Braga
ESF Vila do Sol – Rua 3 nº 246
ESF Manoel Corrêa – Rua 7 s/nº
ESF Parque Burle – Rua Budapeste nº 10
ESF Cajueiro – Rua Machado de Assis nº 15
ESF Boca do Mato – Rua Rosalina Cardoso da Fonseca nº 200
ESF Caminho de Búzios – Rua das Hortencias Qd. 7 Lt. 37
UBS Unamar – Rodovia Amaral Peixoto s/nº
ESF Samburá – Rodovia Amaral Peixoto Km 135
ESF Angelim – Estrada do Angelim s/nº
ESF Araçá – Estrada da Agrisa s/nº – Pacheco

Categorias
Notícias Saúde Vacinação Influenza

Cabo Frio dá início à vacinação contra a gripe

Profissionais de saúde já estão sendo imunizados. Para a população a campanha começa na segunda-feira (19)

Começou nesta quarta-feira (14) a 23ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, em Cabo Frio. A imunização está começando pelos profissionais de saúde da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Parque Burle, e do Hospital Otime Cardoso dos Santos, no bairro Jardim Esperança. Até sexta-feira (16) serão imunizadas as equipes do Hospital São José Operário e UPA de Tamoios.

Para a população, a campanha será aberta a partir da próxima segunda-feira (19). A ação vai até o dia 9 de julho. A meta do município é imunizar 90% do público-alvo, formado por 83 mil pessoas. As primeiras doses da vacina contra a gripe (6.700) chegaram na cidade nesta terça-feira (13). O imunizante, enviado pela Secretaria Estadual de Saúde, veio no helicóptero do Corpo de Bombeiros, que pousou no campo do 1º de Dezembro, ao lado da UPA do Parque Burle.

Com o início da campanha contra a gripe, a partir da próxima semana a Secretaria de Saúde de Cabo Frio vai trabalhar duas vacinas simultaneamente: Influenza e Covid-19. Para evitar aglomerações nos postos de saúde e cruzamento entre os públicos-alvo, as doses serão aplicadas em locais diferentes: a imunização contra a Influenza acontecerá em 15 unidades de saúde, que funcionarão de segunda a sexta, das 9h às 17h.

IDOSOS COM MAIS DE 60 ANOS NÃO FAZEM PARTE DO PRIMEIRO GRUPO PRIORITÁRIO

Por causa da vacinação contra a Covid-19, excepcionalmente este ano o Ministério da Saúde definiu que pessoas com mais de 60 anos não farão parte do primeiro grupo a ser imunizado contra a gripe. Além de evitar conflito com o calendário de vacinação contra o coronavírus, que estará acontecendo paralelamente, a medida se deve ao fato de não haver, ainda, estudos sobre prováveis efeitos da atuação dos dois imunizantes juntos.

Por conta disso, um Informe Técnico do Ministério da Saúde orienta que, no caso dos profissionais de saúde, que fazem parte do grupo prioritário das duas vacinas, a preferência seja para administração do imunizante contra Covid-19, e só depois seja feito o agendamento contra a gripe, respeitando o intervalo mínimo de 14 dias entre as vacinas.

O documento alerta, ainda, que a influenza é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório. É de alta transmissibilidade e os sintomas podem ser confundidos com os do coronavírus.

“A campanha de imunização contra a gripe é muito importante. Por isso pedimos que o público-alvo que respeite o intervalo entre as vacinas contra a Covid-19 e a Influenza, e que compareçam para receber a vacina, principalmente porque no ano passado a procura para a influenza foi baixa. Precisamos nos proteger”, convocou o secretário de Saúde, Felipe Fernandes.

IMUNIZAÇÃO CONTRA A GRIPE SERÁ FEITA EM TRÊS ETAPAS

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza será feita em três etapas. Os grupos prioritários para receber a dose nesta primeira fase, que vai até o dia 10 de maio, são crianças de 6 meses a 5 anos de idade, gestantes, puérperas (mães que deram à luz há menos de 45 dias), profissionais de saúde e povos indígenas.

Na segunda fase, que começa dia 11 de maio e segue até o dia 8 de junho, será a vez dos idosos com 60 anos ou mais e professores da rede pública ou privada.

A terceira fase acontece entre os dias 9 de junho e 9 de julho, e atenderá pessoas com comorbidades, com deficiência permanente, caminhoneiros, privadas de liberdade e adolescentes em medidas socioeducativa, além de trabalhadores de transporte coletivo rodoviário, portuários, forças armadas e de segurança e salvamento.

Anualmente, a vacina contra a influenza é adaptada conforme os tipos de vírus que mais circularam no ano anterior. Após autorização da Organização Mundial da Saúde (OMS), o imunológico começa a ser produzido e entregue nas unidades de saúde. Este processo dura, em média, seis meses. Para este ano, a dose protege contra três tipos de vírus da gripe: A/Victoria/2570/2019 (H1N1) pdm09 e B/Washington/02/2019 (linhagem B/Victoria), que foram os predominantes nas primeiras semanas epidemiológicas de 2020, e o A/Hong Kong/2671/2019 (H3N2).

COMO E ONDE SE VACINAR

Para se vacinar contra a gripe, em Cabo Frio, o grupo prioritário dessa primeira fase deve apresentar a caderneta de vacinação (mãe e criança), comprovante de residência, documento de identificação com foto ou cartão do SUS. Já os profissionais de saúde também devem estar munidos da documentação que comprove o local de trabalho.

Confira a relação dos postos de vacinação contra a Influenza em Cabo Frio que estarão funcionando a partir de segunda-feira (19):

1º DISTRITO
Centro de Saúde Oswaldo Cruz – R. Florisbela Roza da Pena, s/nº – Braga
ESF Guarani – Rua Governador Valadares s/nº
ESF Manoel Corrêa – Rua 7 s/nº
ESF Jardim Caiçara – Rua Inglaterra nº 478
ESF Praia do Siqueira – Travessa Amapá s/nº
UBS Itajuru – Rua José Gomes da Silva s/nº
ESF Peró – Rua Olivia Lopes s/nº
ESF Tangará – Rua Castro Alves s/nº
ESF Boca do Mato – Rua Rosalina Cardoso da Fonseca nº 200
Casa da Criança – ao lado do Hospital Otime Cardoso dos Santos, no bairro Jardim Esperança

2º DISTRITO
UBS Unamar – Rodovia Amaral Peixoto s/nº
ESF Samburá – Rodovia Amaral Peixoto Km 135
ESF Maria Joaquina – Rua da Harmonia s/nº
ESF Angelim – Estrada do Angelim s/nº
ESF Araça – Estrada da Agrisa s/nº – Pacheco

Categorias
Destaque Saúde

Campanha de vacinação contra o vírus Influenza é prorrogada até 15 de junho

A campanha de vacinação contra o vírus Influenza, que terminaria nesta sexta-feira (31), foi prorrogada pela Secretaria Estadual de Saúde, e permanecerá ativa até o dia 15 de junho. O motivo é a baixa procura da população. Em Cabo Frio, apenas 45% do público-alvo foi imunizado, segundo a Superintendência de Vigilância em Saúde.

O percentual estipulado pela Secretaria Municipal de Saúde no começo da campanha foi de 90%. Desde o último dia 10 de abril, 215 profissionais estão mobilizados em 23 postos para atender a população.

Devem ser vacinados idosos, crianças, entre seis meses e menores de seis anos, gestantes, pessoas com comorbidades (duas ou mais doenças ao mesmo tempo)/ puérperas (mulheres que deram à luz há pouco tempo), trabalhadores da área de saúde e professores. A vacina também está disponível para jovens de 12 a 21 anos de idade sob medida socioeducativa e população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições especiais, independentemente da idade, policiais civis e militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas.

De acordo com a Superintendência de Vigilância em Saúde, a vacina utilizada é segura, feita com vírus mortos, o que evita o contágio por gripe, diferente de como é erroneamente falado. Para os pais, a orientação é que as crianças que tomarem a vacina pela primeira vez precisam de duas doses para ficar imunes à doença. Além disso, é preciso seguir a orientação anotada no Cartão de Vacinação ou Caderneta da Criança, documentos que precisam ser levados à Unidade no dia da vacinação.

Confira os locais onde as doses estão disponíveis:

– ESF São Jacinto

– ESF Maria Joaquina

– ESF Florestinha

– P.S. de Unamar

– PAM de Santo Antônio

– ESF Nova Califórnia

– ESF Angelim

– ESF Parque Burle

– UBS Praia do Siqueira

– ESF Praia do Siqueira

– ESF Guarani

– ESF Jardim Caiçara

– P.S. Itajuru

– ESF Gamboa

– ESF Jacaré

– ESF Monte Alegre

– ESF Boca do Mato

– ESF Tangará

– Hospital Municipal Otime Cardoso dos Santos (Jardim Esperança)

– ESF Cajueiro

– ESF Jardim Nautilus;

– Centro de Saúde Oswaldo Cruz (Braga)

– ESF Vila Nova

 

Categorias
Destaque Notícias Saúde

Secretaria de Saúde convoca para reta final de vacinação contra a Influenza

A dez dias do fim da campanha de vacinação contra o vírus Influenza, que termina no dia 31, muita gente ainda precisa ir aos postos da rede municipal para se imunizar. De acordo com a Secretaria de Saúde, até o momento, das 55.952 pessoas que estão dentro do público-alvo em Cabo Frio  apenas 22.862 foram vacinadas, o que representa um percentual de 40,86% , muito longe da meta estipulada, que é de 90%.

Uma das maiores preocupações, segundo a coordenadora da Vigilância em Saúde, Lucy Pires, é o fato de que o inverno se aproxima e traz com ele o aumento na incidência de doenças respiratórias.

A menor cobertura, até agora, é na faixa das crianças entre seis meses a menores de seis anos, com 28,4%. Nos demais segmentos, foram imunizados 35,4% dos professores; 35,71% das gestantes; 36,9% das pessoas com comorbidades (duas ou mais doenças ao mesmo tempo); 39,41% dos trabalhadores da área da Saúde; 52,73% dos idosos e 56,36% das puérperas (mulheres que deram à luz há pouco tempo).

No caso das crianças que vão tomar a vacina pela primeira vez, será necessária uma segunda dose para imunização completa. É necessário seguir a orientação anotada no Cartão de Vacinação ou Caderneta da Criança.

A campanha começou no dia 10 de abril e teve o mutirão de vacinação, chamado Dia D, realizado no último dia 4. Estão mobilizados 215 profissionais de saúde do município em 23 postos de vacinação.

Confira os locais onde as doses estão disponíveis:

– ESF São Jacinto

– ESF Maria Joaquina

– ESF Florestinha

– P.S. de Unamar

– PAM de Santo Antonio

– ESF Nova Califórnia

– ESF Angelim

– ESF Parque Burle

– UBS Praia do Siqueira

– ESF Praia do Siqueira

– ESF Guarani

– ESF Jardim Caiçara

– P.S. Itajuru

– ESF Gamboa

– ESF Jacaré

– ESF Monte Alegre

-ESF Boca do Mato

-ESF Tangará

– Hospital Municipal Otime Cardoso dos Santos (Jardim Esperança)

– ESF Cajueiro

– ESF Jardim Nautilus;

– Centro de Saúde Oswaldo Cruz (Braga)

– ESF Vila Nova

Categorias
Destaque Saúde

Cabo Frio participa do Dia D de vacinação contra a Influenza neste sábado (4)

A rede municipal de Saúde de Cabo Frio participa do Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, que acontece neste sábado (4) em todo o país. O atendimento será feito nos 23 postos de vacinação, no primeiro e segundo distritos, que fazem parte da campanha, das 9h às 17h. A campanha começou no dia 10 de abril e se estenderá até 31 de maio.

A primeira semana da campanha foi dedicada especificamente às gestantes e às crianças (de seis meses e menores de seis anos), mas a superintendente da Vigilância em Saúde, Lucy Pires, observa que a procura para imunizar esse segmento foi muito baixa. A médica frisa a necessidade de que todos que façam parte do público-alvo se imunizem o quanto antes.

“O vírus está por aí circulando e é nesses grupos que ocorrem os quadros mais graves, como insuficiência respiratória e até mesmo a morte. Por isso, a grande importância do Dia D de vacinação é ofertar um horário estendido de atendimento nas unidades, facilitando para as pessoas que trabalham ou têm outras atividades durante a semana”, comentou a superintendente.

Além das gestantes e crianças, a campanha visa a imunizar trabalhadores de saúde; puérperas (mulheres que deram à luz há pouco tempo); idosos; pessoas com comorbidades; professores e indivíduos privados de liberdade sob medida socioeducativa. A meta da Superintendência de Saúde Coletiva da Secretaria Municipal de Saúde é vacinar, pelo menos, 90% de cada um desses grupos prioritários. No município, 215 profissionais de saúde estão envolvidos.

No caso das crianças que tomarem a vacina pela primeira vez, será necessária uma segunda dose para imunização completa. É necessário seguir a orientação anotada no Cartão de Vacinação ou Caderneta da Criança.

Confira a seguir os locais em que serão aplicadas as vacinas:

– ESF São Jacinto

– ESF Maria Joaquina

– ESF Florestinha

– P.S. de Unamar

– PAM de Santo Antonio

– ESF Nova Califórnia

– ESF Angelim

– ESF Parque Burle

– UBS Praia do Siqueira

– ESF Praia do Siqueira

– ESF Guarani

– ESF Jardim Caiçara

– P.S. Itajuru

– ESF Gamboa

– ESF Jacaré

– ESF Monte Alegre

-ESF Boca do Mato

-ESF Tangará

– Hospital Municipal Otime Cardoso dos Santos (Jardim Esperança)

– ESF Cajueiro

– ESF Jardim Nautilus;

– Centro de Saúde Oswaldo Cruz (Braga)

– ESF Vila Nova

Categorias
Destaque Notícias Saúde

Campanha de Vacinação contra Influenza começa nesta quarta-feira (10)

Começa nesta quarta-feira (10), a 21ª Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza que se estenderá até 31 de maio. O Dia D de mobilização em todo o país está marcado para 4 de maio. Em Cabo Frio, o público-alvo a ser vacinado é de 56.828 pessoas, entre crianças de seis meses e menores de seis anos (14.796); trabalhadores de saúde (4.534); gestantes (2.008); puérperas (mulheres que deram à luz há pouco tempo) (330), idosos (21.080); pessoas com comorbidades (10.650); professores (3.416) e indivíduos privados de liberdade sob medida socioeducativa (14).

A meta da Superintendência de Saúde Coletiva da Secretaria Municipal de Saúde é vacinar, pelo menos, 90% de cada um desses grupos prioritários. No município, 215 profissionais de saúde serão mobilizados para a campanha em 23 postos de vacinação, no primeiro e no segundo distritos.

A influenza é uma doença respiratória infecciosa de origem viral, que pode levar a complicações graves e à morte, especialmente nos grupos de alto risco para as complicações da infecção. Sendo assim, a vacinação contra influenza mostra-se como uma das medidas mais efetivas para a prevenção da influenza grave e de suas complicações.

A superintendente de Saúde Coletiva da Secretaria de Saúde, Lucy Pires, informa que vacina utilizada é segura, feita com vírus mortos o que impede que ela provoque casos de gripe, como erroneamente é falado. Para os pais, a orientação é que as crianças que tomarem a vacina pela primeira vez  precisam de duas doses para ficarem imunes à doença. Além disso, é preciso seguir a orientação anotada no Cartão de Vacinação ou Caderneta da Criança, documentos que precisam ser levados à Unidade no dia da vacinação.

“A importância da vacinação reside no fato de que a infecção humana pelos vírus Influenza evoluem com frequentes casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave que, não raro, evoluem para óbito. Neste ano, o Ministério da Saúde começará a Campanha priorizando as Crianças (de seis meses a abaixo de seis anos), gestantes e puérperas, grupos que apresentaram as mais baixas coberturas vacinais nos anos anteriores”, explica Lucy Pires.

No intuito de traçar estratégias para garantir o alcance da meta nos grupos prioritários, a Secretaria de Saúde busca desenvolver um trabalho conjunto entre o Programa de Imunização, Atenção Básica, Programa de Atenção Integral à Saúde da Mulher, Criança e Adolescente, Saúde do Idoso, Saúde do Trabalhador, Privados de Liberdade e Programa de Doenças Crônicas Não Transmissíveis.
Confira a seguir os locais em que serão aplicadas as vacinas:
– ESF São Jacinto
– ESF Maria Joaquina
– ESF Florestinha
– P.S. de Unamar
– PAM de Santo Antonio
– ESF Nova Califórnia
– ESF Angelim
– ESF Parque Burle
– UBS Praia do Siqueira
– ESF Praia do Siqueira
– ESF Guarani
– ESF Jardim Caiçara
-P.S. Itajurú
– ESF Gamboa
– ESF Jacaré
– ESF Monte Alegre
-ESF Boca do Mato
-ESF Tangará
– Hospital Municipal Otime Cardoso dos Santos (Jardim Esperança)
– ESF Cajueiro
– ESF Jardim Nautilus;
– Centro de Saúde Oswaldo Cruz (Braga)
– ESF Vila Nova