Categorias
Destaque Melhor Idade Notícias Secretária Adjunta de Ciência e Tecnologia

Prefeitura de Cabo Frio promove atividades para idosos do Lar da Cidinha

Objetivo é diminuir os impactos do isolamento social na instituição de longa permanência

Com o objetivo de promover a qualidade de vida dos idosos assistidos pelo Lar da Cidinha, equipes da Prefeitura de Cabo Frio estiveram no local, esta semana, promovendo uma série de atividades coordenadas pela Secretaria da Melhor Idade e Superintendência de Políticas Públicas da Pessoa Idosa.

A ação começou na última terça-feira (11) com homenagem ao Dia das Mães. Através de parceria com os cabeleireiros Wesley Oliveira de Souza e Manfrine, as idosas ganharam um dia de beleza. O barbeiro Jailson de Souza Costa também esteve no local cuidando da barba e do cabelo dos idosos.

Na quarta-feira (12) o dia começou com um café-da-manhã especial, com bolos, diversos tipos de pães e frutas. Também houve a visita do Instituto Woody, que levou a “cãoterapia” ao abrigo, promovendo educação, terapia e atividades assistidas por animais de forma voluntária.

Segundo a coordenadora e pedagoga psicomotricista do Instituto, Natasja Varella, a intervenção assistida com os cães tem como objetivo trabalhar as habilidades sociais.

“Neste trabalho, que desenvolvemos com crianças com deficiência, idosos e também pessoas com depressão, nós levamos um estímulo positivo. O contato direto com os animais desperta instantaneamente a alegria, liberando os hormônios da felicidade como a serotonina e dopamina”, explicou.

Após a intervenção assistida, a secretária da Melhor Idade, Delamar Sant’Anna, informou que devido ao sucesso da ação com os idosos, foi estabelecida uma parceria com o Instituto Woody.

“Durante essa intervenção com os animais observamos uma reação instantânea de felicidade nos nossos idosos. Foi um trabalho de extrema importância para o período que eles estão passando em razão da pandemia. Por isso, depois de vermos os benefícios instantâneos da cãoterapia, estabelecemos uma parceria com o projeto Woody para que os nossos vovôs e vovós tenham essa alegria constante em suas vidas”, anunciou Delamar, emocionada com a reação dos assistidos.

Após a “cãoterapia”, os idosos seguiram para a sala de convivência do Lar da Cidinha para assistir a uma apresentação em vídeo do Grupo Teatral Paparico, que antecedeu o projeto Família no Telão, desenvolvido pela Superintendência de Políticas Públicas para a Pessoa Idosa em parceria com a Secretaria-Adjunta de Ciência e Tecnologia.

Categorias
Sem classificação

Prefeito de Cabo Frio faz visita ao Lar da Cidinha

Desde dezembro o abrigo passou a ser administrado pela Prefeitura

O prefeito de Cabo Frio, José Bonifácio, esteve visitando as novas instalações do Lar da Cidinha, nesta segunda-feira (11) à tarde. Desde 17 de dezembro o local passou a funcionar num prédio municipal na Reserva do Peró, e através de um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) com o Ministério Público, passou a ser administrado, também, pela Prefeitura, e não mais pela Igreja Católica, como foi nos últimos 21 anos. Para a visita, o prefeito convidou o promotor público, Dr Lúcio Pereira de Souza, e a secretária municipal da Melhor Idade, Delamar Sant’Anna.

“A última vez em que estive aqui esse espaço ainda estava em obras. Então agora, como prefeito, resolvi visitar o local e convidei o promotor e nossa secretária para ajustarmos algumas questões, já que o Lar, desde dezembro, está sob administração da Prefeitura. Uma das coisas que já notei aqui é que precisaremos buscar uma forma de atendê-los com uma nutricionista porque alguns idosos precisam de uma dieta mais balanceada devido a problemas de saúde. Também já vamos ver a possibilidade de cadastrar esses idosos na Unidade Básica de Saúde daqui do bairro para que um agente de saúde faça visitas aqui no Lar da Cidinha”, contou o prefeito, que também sugeriu a criação de horta nos espaços externos.

Uma coisa, no entanto, já foi resolvida durante a visita: Maria das Dores Monteiro Silva, a Dorinha, continuará sendo a diretora do espaço. “O Lar da Cidinha sempre foi administrado pela Igreja Nossa Senhora da Assunção. A Prefeitura cedia os funcionários, mas quem administrava era a igreja através da Dorinha, que é funcionária da paróquia. Mas agora, como o abrigo passou a pertencer à Prefeitura, já ligamos logo para o padre solicitamos que Dorinha continue à frente do Lar, não somente pelo ótimo trabalho que sempre desenvolveu mas, também, pelo vínculo afetivo e emocional que ela já possui com os assistidos”, contou Bonifácio. Atualmente o Lar da Cidinha atende 18 idosos.

microsoft project 2016 kaufen