Categorias
Destaque Notícias Turismo, Esporte e Lazer

Inventário da Oferta Turística de Cabo Frio registra mais de 700 cadastros

Levantamento reúne imóveis de aluguel por temporada, meios de hospedagem, gastronomia, equipamentos e guias turísticos

A Prefeitura de Cabo Frio segue realizando o cadastro para o Inventário da Oferta Turística na cidade. O levantamento está sendo feito de forma on-line, no site da Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer (https://turismo.cabofrio.rj.gov.br/inventario/), e presencialmente, com as equipes da Secretaria indo diretamente aos estabelecimentos.

Até agora foram realizados 712 cadastros, somando imóveis de aluguel por temporada, meios de hospedagem, gastronomia, serviços, equipamentos turísticos e guias de turismo. Os estabelecimentos que se enquadrarem nessas categorias podem realizar o cadastro para o inventário municipal.

“A partir de setembro teremos esse cadastro voltado para Tamoios. Com a atualização do inventário poderemos identificar e qualificar os atrativos, equipamentos e serviços oferecidos em Cabo Frio. Isso vai favorecer nosso planejamento e possibilitar a definição de prioridades para as ações governamentais, de acordo com os recursos disponíveis”, disse o secretário de Turismo, Esporte e Lazer, Carlos Cunha.

De acordo com a Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer, 466 imóveis de aluguel por temporada realizaram cadastro, disponibilizando 3.395 leitos. Entre os meios de hospedagem, foram 91 cadastros incluindo 38 pousadas, 26 hospedarias, 15 hotéis, três hotéis de lazer/resort, três hostels, dois albergues, duas guest house, um hotel boutique e um apart-hotel/flat, totalizando 8.340 leitos. Ainda foram realizados 69 cadastros para gastronomia, 12 para serviços e equipamentos turísticos e 74 guias de turismo.

Segundo o Ministério do Turismo, a inventariação da oferta turística compreende levantamento, identificação e registro dos atrativos turísticos, serviços, equipamentos e infraestrutura de apoio ao turismo como instrumento base de informações para fins de planejamento e gestão da atividade turística.

Categorias
Conselho Municipal de Turismo Destaque Notícias Turismo Turismo, Esporte e Lazer

Plano de Ação do Turismo é apresentado em Cabo Frio

Documento foi elaborado em uma parceria da prefeitura cabo-friense, Sebrae e sociedade civil organizada, com ações previstas até 2024

Na tarde desta quarta-feira (04), o prefeito de Cabo Frio, José Bonifácio, participou da apresentação do Plano de Ação do Turismo (2021-2024). O documento, que visa alancar economicamente o turismo de acordo com as potencialidades de Cabo Frio, foi formulado em conjunto, unindo a iniciativa privada, pública e representantes da sociedade civil organizada.

A proposta foi formalizada pelo Sebrae e passará por nova avaliação da Secretaria Municipal do Turismo, para a inclusão de novos projetos e fechamento da versão final. A apresentação aconteceu no Hotel Malibu, com a presença de secretários municipais, vereadores, conselheiros de turismo, representantes de associação de segmentos comerciais e outras autoridades.

“Vou analisar com toda a atenção esse plano, de acordo com a situação do município e com as necessidades que temos. O turismo é uma vocação natural da cidade de Cabo Frio, muito além das nossas belas praias, é importante termos outros atrativos turísticos, aqui e no distrito de Tamoios. Parabenizo o trabalho realizado por cada um, para que esse documento pudesse ser feito”, destacou o prefeito José Bonifácio.

O Plano de Ação do Turismo de Cabo Frio apresenta um direcionamento estratégico até 2024, com ações a curto e médio prazo, envolvendo opções viáveis de execução. O documento apresenta eixos de ações, citando potencialidades, desafios, características e iniciativas propostas para o desenvolvimento e preparação da cidade, a fim de que o turismo haja como uma alavanca econômica. A apresentação do Plano de Ação do Turismo foi conduzida pelo consultor do Sebrae, Flávio Gueiros.

Definidos em quatro semanas com oficinas de co-criação, os grupos de trabalho apresentaram atividades a serem realizadas nos temas de fortalecimento da governança, melhoria de serviços e atrativos turísticos, marketing turístico e apoio à comercialização e atração de investimentos. Todas as ações são baseadas nos eixos lazer e compra, esporte, náutico e sol e praia, de acordo com o perfil de Cabo Frio.

“O plano tem prazos e metas a serem cumpridas, dentro do período especificado até 2024. Nessa versão vamos incluir outras ações e projetos complementares que estão previstas pela Secretaria de Turismo. Cabo Frio hoje é classificado como destino classe A e depende diretamente dos cadastros no Cadastur para que essa avaliação seja mantida. Esse plano apresenta uma segurança a pessoa que vem para Cabo Frio, que queira investir na cidade, destacando as potencialidades, o perfil, a visão e a missão da cidade, enquanto destino turístico”, disse o secretário de Turismo, Carlos Cunha.

“Esse plano é fruto de um trabalho de pessoas comprometidas com Cabo Frio, acredito na parceria público-privada com dinamismo, ação e desejo. Juntos podemos mudar esse cenário, o plano de ação, que ainda será complementado, apresenta ações viáveis para Cabo Frio. O prefeito José Bonifácio recebeu uma versão impressa do plano, com todo o trabalho realizado pelo grupo. Após a inclusão das ações complementares, a versão on-line será enviada para os secretários, vereadores e demais conselheiros”, disse a coordenadora regional do Sebrae, Ana Cláudia Melo.

Categorias
Destaque Notícias Turismo, Esporte e Lazer

Prefeitura faz cadastramento dos meios de hospedagem em Cabo Frio

Proprietários de hotéis, pousadas e hostels devem acessar formulário online do inventário turístico

Agora é a vez dos meios de hospedagem participarem do “Inventário da Oferta Turística de Cabo Frio”. O levantamento está sendo realizado de forma online e gratuita pela Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer.

O primeiro segmento a participar do inventário foi o dos imóveis de aluguel por temporada, seguido dos guias de turismo e do setor gastronômico. Todos preencheram o formulário disponível no link https://turismo.cabofrio.rj.gov.br/inventario/.

O objetivo do levantamento é identificar e qualificar os atrativos, equipamentos e serviços oferecidos em Cabo Frio, possibilitando a definição de prioridades para as ações governamentais, de acordo com os recursos disponíveis.

O secretário de Turismo, Esporte e Lazer, Carlos Cunha, destaca a importância dos meios de hospedagem se cadastrarem no inventário turístico.

“Para mantermos a classificação A, no Ministério do Turismo, que é a que temos hoje, precisamos ter número grande de empresas com o Cadastur e também o inventário turístico. Além disso, o cadastro vai mostrar o que temos para oferecer ao turista na nossa cidade”, explica o secretário.

Como exemplo, Carlos Cunha cita a 1ª Exposição Especializada do Cavalo Mangalarga Marchador de Cabo Frio, que vai acontecer no Parque de Exposição de Tamoios, de 23 a 26 de junho. O evento já tem a inscrição de 140 animais, vindos de várias regiões do Estado do Rio.

“Isso significa que teremos as equipes que também vão participar deste evento para hospedar. Com nosso cadastro em dia, podemos indicar e até avisar os meios de hospedagem sobre a realização de eventos que vão trazer visitantes para a cidade. Por essa razão é importante que todos façam o cadastro”, completa Cunha.

Além dos guias de turismo, imóveis de aluguel por temporada, setor gastronômico e dos meios de hospedagem, também serão convidados para participar do Inventário da Oferta Turística de Cabo Frio, agências de viagem e demais serviços turísticos.

Categorias
100 dias de Governo Destaque Notícias Turismo Turismo, Esporte e Lazer

Cabo Frio investe em novos atrativos turísticos

Trilhas ecológicas e criação de um calendário para a baixa temporada são destaques dos primeiros 100 dias de governo

Com o objetivo de incrementar o turismo em Cabo Frio, buscando alternativas que evitem aglomerações em tempos de coronavírus, a Prefeitura aproveitou os primeiros 100 dias de governo para priorizar ações na área de ecoturismo, e também elaborar um calendário para a baixa temporada em acordo com as cidades vizinhas de Arraial do Cabo e Búzios.

Outro destaque foi a transferência da sede da pasta para o Museu do Surfe, proporcionando um melhor ambiente de trabalho para os servidores.

“Mesmo durante a pandemia, precisamos pensar no futuro, mas isso deve ser feito priorizando uma série de medidas de segurança. Por exemplo: estamos trabalhando eventos que não gerem aglomeração, que aconteçam em áreas amplas e ao ar livre, que incentivem a prática de esportes na natureza, a cultura e história, o convívio social consciente, mostrando nosso potencial turístico e fomentando a economia. São eventos que moradores e visitantes, certamente, irão desfrutar bastante”, explica o secretário de Turismo, Esporte e Lazer, Carlos Cunha, anunciando que o calendário já está pronto e deve ser lançado até o final deste mês de abril.

PRIMEIRA TRILHA DE LONGO PERCURSO DA REGIÃO

Além do calendário para a baixa temporada, a Prefeitura também começou a investir em ações de turismo sustentável. A sinalização e roteirização das trilhas do Farol da Lajinha e do Morro do Vigia já são realidade, assim como a criação da Trans Cabo Frio, primeira trilha da região a integrar o Circuito Brasileiro de Trilhas de Longo Percurso no Brasil. A inauguração do primeiro trecho está agendada para domingo (18) em comemoração aos 10 anos de criação do Parque Estadual da Costa do Sol. A trilha liga dois pontos de Cabo Frio (de Arraial do Cabo a Barra de São João).

“As trilhas de longo percurso possibilitam aos usuários um contato direto com a natureza de forma consciente e respeitosa, atraindo turistas que, por conta do tempo necessário para percorrer o caminho, se hospedam na cidade por tempo maior, gerando recursos na economia local”, explicou Carlos, lembrando que a caminhada de inauguração sairá da lateral do Hotel Porto Veleiro, na Ogiva.

INVESTIMENTOS EM TAMOIOS

Os investimentos em trilhas ecológicas também chegaram a Tamoios. O secretário-adjunto de Turismo, Esporte e Lazer do distrito, André Carvalho, lembrou que a trilha Rio Una foi implantada e a sinalização está sendo instalada. Ao todo são 1.300 metros de trajeto plano, margeando o rio até a Fazenda Campos Novos, dentro do projeto “Trilhas Sustentáveis”.

“A Fazenda Campos Novos tem mais de 300 anos e conta a história não só de Cabo Frio, como do Brasil. A trilha é muito bonita e cheia de riquezas históricas”, contou André, lembrando que a trilha do Parque Municipal do Mico-Leão-Dourado, também em Tamoios, está em processo de mapeamento, com a participação de moradores da localidade e guias turísticos que conhecem a área e ajudam na identificação do trajeto.

A trilha Rio Una foi o primeiro projeto de turismo, em Tamoios, a sair do papel e se tornar realidade. Segundo André Carvalho, vários outros já estão em andamento e devem se tornar realidade ainda neste semestre.

“Quando se fala em turismo, ninguém nunca pensou em Tamoios. E agora, no governo José Bonifácio, isso finalmente isso está mudando. Eu e Carlos Cunha temos conversado muito para integrarmos algumas ações de turismo. Essa questão da trilha é um exemplo, assim como a implantação de sinalização turística no distrito. Mas também temos outros projetos como criação de um píer de embarque e desembarque para passeios náuticos, que já está em processo de legalização fundiária. Nossa ideia é aproveitar os 50km de extensão do Rio Una para fomentar o turismo náutico em Tamoios”, explicou André.

CANAIS DE ATENDIMENTO AO TURISTA

Além de criar novos atrativos turísticos, Cabo Frio também aproveitou os primeiros meses de governo para lançar novos canais de atendimento ao turista. O “Fale Conosco”, por exemplo, funciona todos os dias, incluindo finais de semana e feriados, pelo whatsapp (22) 99620-4055, tirando dúvidas, recebendo denúncias, elogios e sugestões. As Centrais de Atendimento ao Turista (CAT) também foram reformuladas.

O secretário de Turismo de Cabo Frio também falou dos totens com QRcode que estão em fase de implantação, e serão espalhados pela cidade, próximos a pontos turísticos ou locais de grande circulação de pessoas, possibilitando ao usuário o acesso ao site e ao aplicativo do turismo de Cabo Frio que está sendo desenvolvido.

REABERTURA DO TERMINAL, PESQUISA E CRIAÇÃO DE CALENDÁRIO PARA A BAIXA TEMPORADA

A Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer também já está fazendo levantamento de dados reais sobre a taxa de ocupação dos meios de hospedagem, movimentação nos pontos turísticos e comércio em geral. A ação, segundo Carlos Cunha, é importante para criar parâmetros que influenciarão em futuras tomadas de decisões.

“Na verdade são muitas ações nesses primeiros 100 dias, tanto no primeiro distrito quanto em Tamoios. Logo no primeiro dia do ano reabrimos o píer do Terminal de Transatlânticos para o uso público e também o Terminal para Barcos de Passeio, cuja manutenção é realizada pela Associação dos Barcos de Passeio. Nas semanas seguintes começamos a implantar outras ações importantes. Iniciamos, ainda, as conversas para o ordenamento dos serviços náuticos, e elaboramos projetos para diversos pontos turísticos já existentes como Morro da Guia, Forte São Matheus, Fazenda Campos Novos, Dormitório das Garças, entre outros”, enumerou Carlos Cunha.