Categorias
Destaque Educação

Aluno da rede municipal ganha prêmio de melhor ator em festival de cinema escolar no Rio Grande do Sul

Luan da Silva Gomes de Oliveira, da Escola Municipal Prof.ª Márcia Francesconi Pereira, foi vencedor na categoria “Anos Finais” do FECEA

O aluno Luan da Silva Gomes de Oliveira, da Escola Municipal Prof.ª Márcia Francesconi Pereira, ganhou grande destaque na Mostra Virtual do Festival Internacional de Cinema Escolar de Alvorada-RS, o FECEA. O estudante da rede municipal cabo-friense foi coroado como melhor ator na categoria Anos Finais, com o curta-metragem “Investigação Fake News”. A obra foi produzida durante o projeto “Cinema: experimentar, conhecer, realizar”, realizado na unidade desde 2013.

“Fiquei extremamente surpreso e emocionado quando recebi a notícia, porque não esperava ser escolhido como melhor ator. Em meio a tantas notícias ruins neste momento de pandemia, esse prêmio traz muita alegria”, contou Luan.

Esta foi a quarta vez em que a escola concorreu no FECEA. Em 2020, o evento aconteceu virtualmente por conta da pandemia do coronavirus. A unidade concorreu com três produções (“Investigação Fake News”, “Com Outros Olhares” e “Culpado, Eu?!”). Todos os vídeos foram elaborados em 2019 por cerca de 40 alunos do 6° ao 9° ano.

Além do destaque no Festival de Alvorada, as produções também foram selecionadas para o 19º Festival Nacional de Cinema Estudantil de Guaíba/RS – Mostra Nacional e Internacional de Curtas e Longa Metragens (Cinestudantil Guaíba 2020).

A professora Tânia Cristina Medeiros Cardoso Lopes, idealizadora do projeto “Cinema: experimentar, conhecer, realizar”, conta que a realização do projeto, assim como a participação dos alunos em grandes festivais, auxilia no desenvolvimento de habilidades nos estudantes. “O legado é o reconhecimento e o desenvolvimento de inúmeras competências, destacando-se o trabalho coletivo e colaborativo, escrita, expressão oral, autonomia e compromisso com os seus filmes”, explicou Tânia.

Categorias
Destaque Gestão de Crise - Coronavírus Saúde

Boletim Gabinete de Gestão de Crise – 01/12

A Secretaria Municipal de Saúde divulga o painel informativo da situação do COVID-19 em Cabo Frio, que segue na Zona Laranja de Contaminação, com números totalizados nesta terça-feira (1º).

Suspeitos – 8194 (+156 em relação ao dia anterior)
Descartados – 4107 (+110)
Confirmados – 3851 (+42)
Recuperados – 3207 (+43)

Até a data de hoje, 182 óbitos por COVID-19 foram registrados em Cabo Frio desde o início da pandemia, sendo 101 homens e 81 mulheres.

Em relação à faixa etária, os óbitos se dividem desta forma:
até 30 anos – 1
de 31 a 40 anos – 8
de 41-50 anos – 7
de 51 a 60 anos – 34
de 61 a 70 anos – 50
de 71 a 80 anos – 42
acima de 80 anos – 40

Em relação às taxas de ocupação dos leitos da rede municipal de saúde, o quadro na data de hoje é o seguinte:

PRIORITÁRIO PARA PACIENTES COM COVID-19
UTI – 36% de ocupação
Enfermaria – 31% de ocupação

SECUNDÁRIO PARA PACIENTES QUE NÃO ESTÃO COM COVID-19
UTI – 62% de ocupação
Enfermaria – 60% de ocupação

A Secretaria de Saúde informa, ainda, que mudança no sistema de divulgação dos dados do painel informativo da COVID-19 em Cabo Frio atende às recomendações previstas por lei.

A Prefeitura de Cabo Frio disponibiliza uma seção exclusiva com todo o conteúdo oficial sobre a situação do coronavírus na cidade: notícias, boletins, comunicados, notas e informativos. O link para acesso é: www.saude.cabofrio.rj.gov.br

Categorias
Destaque Gestão de Crise - Coronavírus Saúde

Boletim Gabinete de Gestão de Crise – 30/11

A Secretaria Municipal de Saúde divulga o painel informativo da situação do COVID-19 em Cabo Frio, que segue na Zona Laranja de Contaminação, com números totalizados nesta segunda-feira (30).

Suspeitos – 8038
Descartados – 3997
Confirmados – 3809
Recuperados – 3164

Até a data de hoje, 182 óbitos por COVID-19 foram registrados em Cabo Frio desde o início da pandemia, sendo 101 homens e 81 mulheres.

Em relação à faixa etária, os óbitos se dividem desta forma:
até 30 anos – 1
de 31 a 40 anos – 8
de 41-50 anos – 7
de 51 a 60 anos – 34
de 61 a 70 anos – 50
de 71 a 80 anos – 42
acima de 80 anos – 40

Em relação às taxas de ocupação dos leitos da rede municipal de saúde, o quadro na data de hoje é o seguinte:

PRIORITÁRIO PARA PACIENTES COM COVID-19
UTI – 36% de ocupação
Enfermaria – 56% de ocupação

SECUNDÁRIO PARA PACIENTES QUE NÃO ESTÃO COM COVID-19
UTI – 48% de ocupação
Enfermaria – 60% de ocupação

A Secretaria de Saúde informa, ainda, que mudança no sistema de divulgação dos dados do painel informativo da COVID-19 em Cabo Frio atende às recomendações previstas por lei.

A Prefeitura de Cabo Frio disponibiliza uma seção exclusiva com todo o conteúdo oficial sobre a situação do coronavírus na cidade: notícias, boletins, comunicados, notas e informativos, na página da Secretaria Municipal de Saúde. O link para acesso é: www.saude.cabofrio.rj.gov.br

Categorias
Destaque Educação Notícias

Plano de Ação para retorno das atividades escolares em Cabo Frio adota sistema híbrido de aulas

Documento que norteia a futura retomada presencial do ensino na rede municipal está disponível para consulta popular

A Secretaria Municipal de Educação de Cabo Frio (Seme) deu início ao Plano de Ação para Retomada das Atividades Escolares da rede pública municipal de ensino. A medida tem como objetivo organizar as ações para a futura retomada presencial das aulas, respeitando as orientações dos órgãos oficiais de saúde na prevenção à Covid-19. O planejamento institui a adoção de um sistema híbrido, com regime presencial e remoto de forma simultânea.

O Plano de Ação está disponível para consulta pública no site da Seme, podendo ser acessado clicando aqui. O documento está aberto para sugestões e avaliações, que devem ser enviadas por meio de um formulário on-line, disponível para acesso neste link.

A participação dos integrantes das comunidades escolares, de entidades ligadas ao setor e de toda a sociedade civil é de grande importância para a melhor adequação do sistema à futura rotina dos profissionais e alunos nos ambientes escolares. O planejamento também foi enviado para apreciação dos conselhos municipais de Educação, de Acompanhamento e Controle Social do FUNDEB (CACS-Fundeb), de Alimentação Escolar, além da Comissão de Educação da Câmara Municipal e para o Ministério Público Estadual.

O documento foi elaborado pelas equipes Pedagógicas e de Infraestrutura da Seme, com apoio técnico da Secretaria de Saúde. Nele, são regulamentadas as medidas de funcionamento, incluindo os aspectos sanitários, mapeamento e controle das escolas; atendimento, comunicação, adequação, ocupação e uso dos ambientes; calendário, conteúdo programático e aprendizagem, além de instituir o Plano de Fluxo Institucional e criação de Comissões Escolares de Gerenciamento da Pandemia da Covid-19.

A Seme ressalta que não há previsão para o retorno às aulas presenciais em 2020. A pasta continua com o cronograma de atividades on-line, na Plataforma Educacional, e de entrega das apostilas em formato físico para alunos sem acesso à internet. O objetivo é garantir o aprendizado de todos os estudantes, considerando todas as dificuldades e impossibilidades existentes nesse período de pandemia.

O Plano de Ação estabelece a viabilização da continuidade curricular, para os anos letivos de 2020 e 2021, com a construção e desenvolvimento das competências e habilidades definidas para o retorno das atividades escolares.

Categorias
COMSERCAF Destaque Notícias

Comsercaf encontra lixo hospitalar descartado de forma irregular em Tamoios

Caso será encaminhado para órgãos competentes e material foi incinerado

Nesta segunda-feira (30), uma equipe da coleta da Comsercaf encontrou seringas, agulhas e embalagens de medicamentos já utilizados, descartados de forma irregular, na Quinta Avenida, em Unamar, no Distrito de Tamoios.

Ainda não é possível afirmar quem foi o responsável pelo descarte. O caso será encaminhado para que a Secretaria de Meio Ambiente e a Vigilância Sanitária possam tomar as medidas cabíveis. O material recolhido foi levado para o Aterro Sanitário Dois Arcos para ser incinerado.

Resíduos hospitalares não podem ser descartados da mesma forma que o lixo domiciliar. Como apresentam um alto risco contaminação, existe uma equipe voltada somente para a coleta do lixo hospitalar, que utiliza uniformes e equipamentos de proteção individual diferenciados, com luvas mais resistentes, máscaras e botas. Até mesmo o veículo utilizado para o transporte do resíduo hospitalar é diferente.

“Os responsáveis expuseram a população e os nossos coletores a um grande risco de contaminação. A Comsercaf não possui servidores com poder de multa, mas os órgãos competentes serão acionados para que possam apurar quem são os responsáveis e tomar as medidas cabíveis”, explica Dario Guagliardi, presidente da companhia.

Diferente do lixo comum, o hospitalar não é colocado na rua. Cada unidade possui um depósito, onde os coletores da companhia efetuam a retirada. Após o recolhimento, o lixo é encaminhado ao aterro sanitário para que seja incinerado.

Para ter a coleta hospitalar, basta se cadastrar na autarquia. São mais de 100 unidades médicas registradas. Nas principais clínicas e hospitais do município, a coleta é feita diariamente. Já nos pequenos ambulatórios, o recolhimento é programado de acordo com a necessidade de cada um.