Cabo Frio de arte, gastronomia e esporte


O fim de semana em Cabo Frio foi de boa música, gastronomia e esporte nos principais pontos turísticos da cidade. A programação que iniciou no sábado (19) foi toda gratuita e aberta ao público.

No sábado (19), a Fonte do Itajuru, recebeu mais uma edição da feira itinerante, Aldeia Criativa. Em comemoração aos dois anos do projeto, o público participou de apresentações musicais, oficinas para as crianças, além das opções em moda, gastronomia.

Na Praça da Bandeira, na Passagem, ainda no sábado, a Seresta dos Idosos reuniu participantes com dança, sorteios e música ao vivo. A Casa de Cultura e Museu José de Dome, o Charitas, teve apresentação da musicista Ingrid Uemura no piano de cauda do espaço cultural com um tributo a Chopin, na A 74ª edição da Série Jovens Pianistas.

Fechando o dia, a 1ª edição do Circuito Bohemio no Território Turístico da Praia do Forte, o “Som na Praia, animou moradores e turistas na orla da Praia do Forte. O músico Gabriel Fiorito e a banda Surf City se apresentaram nos palcos Nilo Peçanha e Malibu.

Em dois dias de evento, o Campeonato Estadual de Canoa Polinésia atraiu à praia do Forte, cerca de 500 atletas de seis cidades do estado do Rio de Janeiro, em percursos entre 6km e 14km. As primeiras largadas aconteceram na manhã de sábado com as canoas individuais e duplas.  No domingo (20), foi a vez das provas de OC6 – canoas de seis pessoas.

Ainda no domingo, uma tarde de música de África na Fonte do Itajuru, com a sessão do Malungo, que contou com exposição de zines, organizado pelo coletivo Subverso e uma edição especial do “Sarau Maldito”, projeto de pesquisa de textos de escritores considerados marginais e subversivos, recitado pelo poeta, Rapha Ferreira.

Comentários Facebook

CulturaDestaque

Cultura

Comentários estão desabilitados.

FECHAR ACESSIBIILIDADE
pendik escort kartal escort çekmeköy escort mersin escort türkçe altyazılı porno lezbiyen porno sex hikaye mersin escort bodrum escort