Cabo Frio está entre os municípios organizadores do Fórum de Gestores Municipais de Juventude do Estado do Rio

Evento vai discutir políticas públicas voltadas para os jovens

Cabo Frio é um dos municípios selecionados para integrar a comissão organizadora do Fórum de Gestores Municipais de Juventude do Estado do Rio de Janeiro (Forjuve). Essa é a primeira vez que a cidade faz parte da equipe de organização do evento. O representante cabo-friense é o superintendente da Juventude, Marlon Barbosa, eleito Diretor de Relações Internacionais do Fórum.

O Forjuve é organizado pela Secretaria Estadual de Esporte, Lazer e Juventude. Na reunião última reunião do ano, realizada dia 3 de dezembro, foi criado um grupo de trabalho para elaboração de uma minuta comum aos municípios. O objetivo é criação de fundos municipais de juventude, uma vez que o fundo estadual será implementado este ano.

Marlon Barbosa destaca que a principal função do Forjuve é criar uma rede de gestores municipais para ajudar na elaboração da política pública estrutural de juventude chamada Conselho, Plano e Fundo (CPF) e na realização das Conferências.

“Fomos a única cidade do Estado a realizar a Conferência Municipal da Juventude, como etapas das conferências estadual e nacional. Somos o município mais avançado na política pública estrutural, pois estamos com um conselho deliberativo ativo elaborando o Plano Municipal da Juventude. Somos a única cidade do Estado nessa fase”, afirma Marlon.

FAVELA LAB INSPIRA CABO FRIO

Junto com o chefe de gabinete de Cabo Frio, Pedro José, e o diretor da Fundação Leonel Brizola – Alberto Pasqualine, Léo Lupi, Marlon participou, no último sábado (4), da mostra de encerramento do Favela.lab, um projeto de produção audiovisual voltado a jovens de periferia. A mostra contou com a apresentação de 19 curta metragens produzidos por cerca de 100 jovens participantes do projeto.

“O Favela.lab serviu de inspiração para criação de um projeto semelhante em Cabo Frio. Na Semana Municipal da Juventude realizamos, em parceria com a Secretaria Adjunta de Comunicação, a oficina de fotografia no celular, para jovens do Jardim Esperança e de Tamoios. Essa ideia surgiu depois de conhecermos o projeto do Favela.lab. Esse intercâmbio tem sido importante para compartilharmos conhecimento e desenvolver ideias para a juventude do nosso município”, afirma Marlon Barbosa.

Últimas Notícias