Cabo Frio participa de capacitação em manejo de arboviroses


Na próxima segunda-feira, dia 15, Cabo Frio participa da Capacitação em Manejo Clínico das Arboviroses com Ênfase em Chikungunya. O treinamento, que acontece das 9h às 12h30 na Câmara Municipal de São Pedro da Aldeia, é promovido pelo Núcleo Descentralizado de Vigilância em Saúde da Baixada Litorânea (NDVS/BL) e voltado para os nove municípios que o compõem. O Núcleo é órgão ligado à Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro (SES/RJ).

Além das cidades já citadas, completam a Baixada Litorânea:  Arraial do Cabo, Armação dos Búzios, Iguaba Grande, Araruama, Saquarema, Rio das Ostras e Casimiro de Abreu. A capacitação será ministrada pelo médico Pedro Coscarelli, da Superintendência de Vigilância Epidemiológica e Ambiental da SES/RJ.

O objetivo é abordar o diagnóstico rápido e as formas de tratamento de pacientes com chikungunya e a estimativa é de que 108 profissionais, entre enfermeiros e médicos da Atenção Básica, façam o curso. De janeiro até o momento, Cabo Frio tem 131 casos notificados de chikungunya contra 39 no mesmo período do ano passado. Vale ressaltar que a rede de notificação do município têm atuado de forma consistente, mas tem mais importância os cuidados de cada morador com suas casas para não deixar que qualquer recipiente possa se transformar num criadouro de larvas e, consequentemente, de mosquito transmissor.

“Quando o vírus da Chikungunya foi introduzido no Brasil há 4 anos, não tínhamos muita noção de como a doença evoluía e com a observação dos casos nos últimos dois anos percebemos inúmeras complicações possíveis advindas da doença. Então, a capacitação é muito importante porque atualiza os profissionais sobre esses aspectos desde o início dos casos até agora. Mas, tão importante quanto a capacitação, ou até mais, é o controle contínuo e persistente do morador com sua residência. O mosquito nasce dentro das casas, então não pode ter criadouro. A atuação mais forte precisa ser do cidadão”, explicou a médica Lucy Pires, da Superintendência de Saúde Coletiva de Cabo Frio.

SOBRE AS ARBOVIROSES

Fonte: Ministério da Saúde

Arboviroses são as doenças causadas pelos arbovírus, que incluem o vírus da dengue, da febre chikungunya, da zika e da febre amarela. A cada ano, mais de um bilhão de pessoas em todo o mundo são infectadas e mais de um milhão morrem por doenças transmitidas por mosquitos, moscas, carrapatos e outros vetores.

Estas doenças não passam diretamente de uma pessoa para outra, são transmitidas geralmente por insetos, responsáveis pela veiculação biológica de parasitas e microrganismos ao homem e a animais domésticos. No Brasil, inúmeras doenças são transmitidas por vetores com destaque para dengue, malária, doença de Chagas e leishmaniose.

Mudanças ambientais, aumento substantivo de viagens e do comércio internacional, mudanças nas práticas agrícolas e uma rápida urbanização não planejada estão causando aumento no número e na disseminação de muitos vetores em todo o mundo e tornando novos grupos de pessoas vulneráveis.

SERVIÇO

Capacitação em Manejo Clínico das Arboviroses com ênfase em ChiKungunya.

Data: 15/10/2018

Hora: 9h às 12h30

Local: Câmara Municipal de São Pedro da Aldeia.

Rua Hermógenes Freire da Costa, 179, Centro, São Pedro da Aldeia.

DestaqueNotíciasSaúde

Comentários estão desabilitados.

FECHAR ACESSIBIILIDADE
%d blogueiros gostam disto: