Cabo Frio sedia 2º Fórum Intermunicipal da Rede de Proteção e Atendimento à Mulher

Encontro acontece nesta quarta-feira (26), no Malibu Palace Hotel, das 9h às 18h

A Prefeitura de Cabo Frio, por meio da Superintendência dos Direitos da Mulher, vinculada à Secretaria de Assistência Social, sedia na quarta-feira (26), das 9h às 18h, o 2º Fórum Intermunicipal da Rede de Proteção e Atendimento à Mulher. O encontro, que é uma iniciativa das cidades da Região dos Lagos, acontece no auditório do Malibu Palace Hotel e uma das principais pautas é o debate sobre um local de abrigamento na região que atenda às cidades.

Cabo Frio integra o grupo de cidades por meio da Superintendência dos Direitos da Mulher, cujo Centro Especializado de Atendimento à Mulher (Ceam), vinculado ao órgão, é o equipamento responsável no município pelo acolhimento às mulheres vítimas de violência. Até o momento, as cidades confirmadas no fórum são Rio das Ostras, Armação dos Búzios, Macaé, Campos dos Goytacazes, São Pedro da Aldeia, Arraial do Cabo, Saquarema e Iguaba Grande.

Somente de janeiro a agosto desse ano, o Ceam Cabo Frio realizou 1.023 atendimentos, incluindo serviços de assistência social, jurídica e psicologia. Os casos novos somam 209 atendimentos e os tipos de violências mais recorrentes são psicológica (168); moral (146); física (110) e patrimonial (95). o número é maior do que todos os casos registrados em 2021, que foi de 677 atendimentos.

Para a superintendente dos Direitos da Mulher, Tânia Lopes, as demandas e os problemas no enfrentamento à violência contra a mulher na região são comuns às cidades e o fórum surge como um espaço para debater uma solução conjunta, especialmente no que diz respeito ao abrigamento dessas mulheres.

“A política de enfrentamento à violência contra a mulher reflete em toda a região demandas semelhantes e também suas precariedades entre as cidades que já têm seus equipamentos de atenção à mulher. Diante desse cenário, vários municípios se reuniram, em agosto, em Macaé, com o objetivo de debater sua ações, identificar as dificuldades e integrar uma frente de busca de solução para o abrigamento de mulheres vítimas de violência e violação de seus direitos. Com o fórum em Cabo Frio, queremos avançar na solução regional de um espaço de abrigamento que atenda os municípios e as mulheres com dignidade”, afirmou Tânia.

Segundo ela, a proposta do fórum acordada entre as cidades participantes na primeira edição, sediada em Macaé, é realizar encontros bimestrais e itinerantes entre gestoras e executoras das políticas públicas para mulheres na Região dos Lagos de forma a discutir a construção conjunta dessas diretrizes.

Além disso, o fórum regular tem como objetivo favorecer o intercâmbio de experiências nos serviços de atendimento, socializar e debater as demandas enfrentadas pelas equipes regionais em relação ao acolhimento/abrigamento para mulheres e seus filhos, seja de forma provisória, preventiva ou, ainda, de média permanência.

Últimas Notícias

NOTA EXPLICATIVA: Nesta página estão detalhados os lançamentos feitos em nome de ANDRE LUIZ NASCIMENTO VIEIRA E OUTROS, no Exercício de 2021 e MARLLON GOMES DA SILVA TEIXEIRA E OUTROS no Exercício de 2022, feitos de modo sumarizado.

Para consulta dos demais pagamentos de diárias clique aqui. Após informar o ano desejado selecione a opção DESPESAS > DIÁRIAS.

Observação: nos períodos anteriores à 2021 os pagamentos desta espécie eram realizados por meio de Processo Administrativo de adiantamento e prestação de contas por força do Decreto 3.297/2005