Cabo Frio terá curso de condutores de visitantes do Parque da Costa do Sol

Entre os dias 19 e 23 deste mês o Parque Estadual da Costa do Sol (PECS), administrado pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea), recebe inscrições para o curso de capacitação de condutores de visitantes, direcionado para os moradores dos municípios de Araruama, Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, Cabo Frio, Saquarema, Iguaba Grande e São Pedro da Aldeia. Ao todo serão 30 vagas regulares, sendo 15 vagas preferencialmente para a comunidade quilombola local e 15 para outros inscritos e residentes nos municípios da região. Terão, ainda, outras cinco vagas adicionais para Guias de Turismo.


SAIBA MAIS:

Fim de semana tem Feira Aldeia Criativa no Horto Municipal

Meio Ambiente promove ações de limpeza e coíbe estacionamento irregular


Segundo o Inea, o curso é gratuito, e as inscrições devem ser feitas pessoalmente no Instituto Federal Fluminense – IFF campus Cabo Frio, na Estrada Cabo Frio-Búzios (antigo Centrinho), das 10h às 16h. Para fazer a inscrição é preciso apresentar duas fotos 3×4, comprovante de residência, RG, CPF, ficha de inscrição devidamente preenchida; atestado de saúde atualizado comprovando aptidão física para o exercício da atividade ou declaração de aptidão física assinada; comprovante de renda; cópia da Declaração do Imposto de Renda 2017 e Cadastro do Ministério do Turismo (caso seja Guia de Turismo), entre outros. A ficha de inscrição e a declaração de aptidão física podem ser solicitadas pelo e-mail eaupecs@gmail.com ou pelo telefone: (22) 2647-3466.


As aulas teóricas começam no dia 12 de março, com previsão de término para o dia 23 de abril. O curso será ministrado de segunda à sexta-feira, das 18h30 às 22h, no Instituto Federal Fluminense – IFF Campus Cabo Frio. As aulas práticas ocorrerão em cinco finais de semanas entre esse período, em alguns dos atrativos do PECS, a serem definidos e previamente informados.


A carga horária total das aulas é de 145 horas, incluindo o estágio feito em diversas áreas do PECS, através de tarefas de educação ambiental, manejo de trilha e condução. O curso de capacitação de condutores de visitantes abrange áreas como a história do parque, noções de ecologia, geografia, turismo e sustentabilidade, legislação ambiental, técnicas de condução, criação de roteiros, cartografia e segurança, divididas entre os módulos teórico e prático.


O Programa Estadual de Guias e Condutores do Inea tem como objetivo capacitar, ordenar e certificar as atividades de guiagem e condução de visitantes nas unidades de conservação do Estado. A qualificação de condutores locais de visitantes busca auxiliar o desenvolvimento social e econômico por meio do fomento das práticas de guiagem, propiciando geração de renda para comunidades do entorno, e também, aproximando os moradores das unidades de conservação. Além disso, permite oferecer ao visitante a possibilidade de uso deste serviço turístico com segurança, qualidade e mínimo impacto nas visitas aos parques.

Para o coordenador de Meio Ambiente de Cabo Frio, Eduardo Pimenta, esta ação do Inea de oferecer capacitação a moradores e guias de turismo é de extrema importância para o turismo ecológico. “A capacitação de agentes ambientais que possam instruir e orientar os próprios munícipes, e os turistas também, a uma postura e conduta e ecologicamente correta dentro das unidades de conservação é primordial. Para que eles  possam saber das atitudes admissíveis e até das restrições para utilização dessas áreas que são consideradas as molas propulsoras do desenvolvimento da cidade de Cabo Frio, com suas belezas naturais. O curso é muito bem vindo e o Inea tá de parabéns por isso”, comentou Pimenta.

Ele também lembrou que a Prefeitura, através da Coordenadoria de Meio Ambiente, faz a co-gestão do Parque Estadual da Costa do Sol. “Além dos nossos agentes da Guarda Marítima e Ambiental de Cabo Frio atuando na fiscalização e preservação do espaço, temos os próprios funcionários e agentes do Inea. E agora, com esse grupo novo capacitado, habilitado e instruído devidamente, só vai melhorar a prestação de serviço e vai refletir na integridade do patrimônio natural”, explicou Eduardo Pimenta.

Últimas Notícias

Sua Denúncia foi enviada com sucesso

As informações foram  enviadas para seu e-mail.