Cabofriense vence Bonsucesso e fica perto da vaga na elite

A Cabofriense deu passos largos para voltar à Série A do Campeonato Carioca. Jogando em Saquarema nesta quarta-feira (10), o tricolor praiano venceu o Bonsucesso por 2 a 0 e está na liderança isolada da Seletiva com dez pontos ganhos. O Macaé e o Goytacaz vêm logo atrás com sete pontos. A partida foi válida pela quarta rodada.

SAIBA MAIS:

Cabofriense enfrenta
Bonsucesso de olho na vaga

Cabofriense vence na
estreia do Campeonato Carioca 2018


Cabofriense enfrenta Macaé
de olho na classificação

Os gols da vitória da Cabofriense foram marcados por Davi Ceará, no fim do primeiro tempo, e Victor Silva, aos 31 minutos do segundo. Na última rodada o tricolor praiano enfrenta o América, neste sábado (13), às 16h, no estádio Giulite Coutinho, em Mesquita, no Rio de Janeiro.

Para confirmar a vaga e a primeira colocação sem depender de nenhum resultado, a Cabofriense precisa de apenas um empate. Caso seja derrotado pelo América, Macaé e Goytacaz precisam vencer e golear seus adversários, já que o tricolor tem melhor saldo de gols – 6 contra 2 dos macaenses e 0 dos campistas.

 

Precisando vencer para subir na tabela de classificação, o Bonsucesso partiu pra cima nos 20 primeiros minutos e esbarrou na grande atuação do goleiro George, que com pelo menos três defesas não deixou o time sair atrás do placar.

Após parada técnica, a Cabofriense voltou melhor e teve uma grande oportunidade com Maranhão, que cara-cara com Léo Flores chutou por cima do travessão. O tricolor praiano continuou atacando e teve mais duas boas oportunidades, com Kaká e Victor Silva.

No final do primeiro tempo a equipe dirigida por Roy foi premiada. Em cobrança de falta magistral, Davi Ceará marcou um belo gol e inaugurou o placar em Bacaxá: 1 a 0.

No segundo tempo o Bonsucesso voltou disposto a empatar, mas a Cabofriense estava bem postada e não dava espaços. Nas poucas chances que criaram, George estava lá pra consolidar o grande campeonato que vem fazendo e não deixou passar nada.

O adversário fez substituições deixando a equipe mais ofensiva e a Cabofriense aproveitou a desorganização para assustar, primeiro com Tubarão, que finalizou para grande defesa de Léo Flores, e depois com Manga, que chutou da entrada da área. O segundo gol estava maduro e acabou saindo. Em cobrança de falta lateral na medida, o zagueiro Victor Silva subiu mais que todo mundo e cabeceou pra baixo, sem chances para Léo Flores: 2 a 0.

A Cabofriense administrou o resultado e acabou conquistando mais uma vitória, a terceira na competição e praticamente garantindo o retorno a Série A.

Ficha Técnica

Estádio Elcyr Resende de Mendonça (Saquarema-RJ)

Árbitro: João Batista de Arruda

Assistentes: Flávio Manoel da Silva e Ricardo Nogueira da Silva

Bonsucesso: Léo Flores; Yago (Thiaguinho, 24’/2ºT), Felipão (Matheus Salgado, 11’/2ºT), Lucas Tavares e Jeanderson; Filipe Silva, Mauro Silva, Julinho e Miguel; Sabão e Deyvison (Matheus Pimenta, 8’/2ºT). Técnico: Marcelo Salles.

Cabofriense: George; Leomir, Leandro Euzébio, Victor Silva e Almir; Levi, Kaká Mendes, Bruno Tubarão e Davi Ceará (Gama, 25’/2ºT); Maranhão (Lauro César, 16’/2ºT) e João Carlos (Anderson Manga, 16’/2ºT). Técnico: Antônio Carlos Roy.

Gols: Davi Ceará, 43’/1ºT (0-1); Victor Silva, 31’/2ºT (0-2)

Público: 200 presentes (170 pagantes)

Renda: R$ 2.700,00


Últimas Notícias

Sua Denúncia foi enviada com sucesso

As informações foram  enviadas para seu e-mail.