Cantora cabo-friense apresenta repertório autoral no Mart

Canções autorais refinadas, com letras poéticas e cantadas por uma voz doce, ao mesmo tempo imponente, ao som das cordas do violão. Esses são os atributos da apresentação do álbum “Imensidão”, da cantora, compositora e atriz cabo-friense Kéren-Hapuk, que acontece na quinta-feira (dia 26), às 19h30, no Museu de Arte Religiosa e Tradicional (Mart), em Cabo Frio. A programação é gratuita e aberta ao público.


SAIBA MAIS

Charitas recebe mais uma edição do Sarau Flores Literárias

Teatro Municipal reabre as portas com espetáculos infantis

Coral Despertar leva emoção através da música


Kéren se apresentou algumas vezes no Mart, uma delas foi quando fez uma performance músico-teatral com a companhia que participava. Agora ela está de volta ao museu com o show “Imensidão”, composto somente por canções autorais. A jovem é uma artista completa, que canta, toca, compõe letras inspiradoras, melodias e arranjos.


“Será a primeira vez que apresento um repertório autoral e sozinha neste lugar histórico. A expectativa é de grande felicidade por poder apresentar para as pessoas um repertório de músicas autorais, e podendo levar novos ares de arte para que as pessoas possam respirar”, contou ela, que já lançou o repertório “Imensidão” no Teatro Quintal, Espaço Usin4 e no Horto Municipal.


Aos 22 anos de idade, Kéren se considera uma “artista que busca representar as causas sociais, ao mesmo que busca os sentimentos bons que a música e a arte podem causar”. Para ela, a arte é vista muito além de um mercado: é um poder de transformação pessoal e social. Ela conta que começou a cantar na igreja, por volta dos 12 anos de idade, acompanhada pelo avô, que era tecladista. “Ele foi minha maior influência musical. Foi quem me ensinou os primeiros acordes no violão”, lembrou.

Além do avô, Kéren tem influência de músicos e musicistas como Badi Assad, Hermeto Pascoal, Karina Buhr, Maria Bethania, Aíla, Mulamba, entre outros. Também é fã assumida do som de Lady Gaga.

A cantora está no processo de construção e gravação do seu meu primeiro CD, com previsão de lançamento para ainda este ano. Para divulgar seu trabalho, ela lança vídeos cantando covers e músicas autorais nas redes sociais e em plataformas digitais. Recentemente disponibilizou no You Tube, Spotify e Itunes a composição “Se o Mar”, gravada em estúdio. A canção também está disponível no Facebook da cantora: “khapukarte”.

“Nas canções que componho e interpreto, busco aplicar o incomodismo sonoro, pois acredito que a música que escutamos hoje corre dentro de um quadrado sem ter pra onde fugir, e todas repetem fórmulas que já conhecemos e estamos acostumados a ouvir há séculos, por gerações e gerações. Então acho importante apresentar uma música que seja artística e que tenha o potencial de levar as pessoas pro lugar incomum, e também a sentir emoções jamais sentidas”, explicou.

                      

Outra paixão da jovem é o teatro. Ela atuou como atriz no Oficena, curso livre de teatro oferecido pela Prefeitura de Cabo Frio no Teatro Municipal, e em outros grupos teatrais. Atualmente, Kéren usa as influências das artes cênicas para interpretar suas canções. “Minhas músicas contém características dramáticas, e no meu show recito poemas enquanto toco instrumento. O teatro está presente na minha produção musical”, contou.  

Além da música e do teatro, Kéren tem formação pedagógica e licenciatura em Letras, conhecimentos pedagógicos e linguísticos que são aplicados na carreira musical. A artista é uma lutadora pelas causas feministas. “O mundo da música, principalmente nos meio instrumental, é extremamente machista. Eu preciso fazer o meu som. Meu som de mulher, de transformação. É preciso dar voz às mulheres em todas as esferas sociais. E minha voz está também no instrumento que toco. Acredito que não houve ainda uma mulher na cidade de Cabo Frio e na Região dos Lagos que tenha lançado um repertório autoral, tocando e cantando suas próprias músicas. É importante quebrar este estigma e representar as mulheres musicistas”, destacou.

Serviço:

Lançamento do álbum “Imensidão” da cantora Kéren-Hapuk

Data: 26 de abril

Local: Museu de Arte Religiosa e Tradicional de Cabo Frio (em frente ao Largo de São Benedito)

Horário: 19h30

Entrada franca

Últimas Notícias

Sua Denúncia foi enviada com sucesso

As informações foram  enviadas para seu e-mail.