Warning: Trying to access array offset on value of type bool in /home/cabofrio/public_html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/dynamic-tags/tags/post-featured-image.php on line 36

Warning: Trying to access array offset on value of type bool in /home/cabofrio/public_html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/dynamic-tags/tags/post-featured-image.php on line 36

Warning: Trying to access array offset on value of type bool in /home/cabofrio/public_html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/dynamic-tags/tags/post-featured-image.php on line 36

Warning: Trying to access array offset on value of type bool in /home/cabofrio/public_html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/dynamic-tags/tags/post-featured-image.php on line 36
Cerca de 300 pessoas participaram do primeiro dia da Semana Municipal de Ciência e Tecnologia - Prefeitura Municipal de Cabo Frio

Cerca de 300 pessoas participaram do primeiro dia da Semana Municipal de Ciência e Tecnologia


Warning: Trying to access array offset on value of type bool in /home/cabofrio/public_html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/dynamic-tags/tags/post-featured-image.php on line 36

A Semana Municipal de Ciência e Tecnologia reuniu nesta terça-feira (23) cerca de 300 participantes, entre autoridades, acadêmicos, universitários e estudantes das redes municipal e estadual de ensino. O evento segue até sexta-feira (26) e acontece em vários locais espalhados pela cidade como praças, universidades e escolas. A solenidade de abertura aconteceu no auditório da Ferlagos e contou com as presenças do prefeito em exercício, Felipe Monteiro, do secretário de Educação, Claudio Leitão, da secretária adjunta de Educação, Denize Alvarenga, do coordenador-geral de Ciência, Tecnologia e Inovação, Luiz Felipe de Oliveira Gonçalves, do coordenador de Meio Ambiente, Mario Flavio Moreira, além de representantes das secretarias municipais, escolas e instituições parceiras.

Após a solenidade, aconteceu a palestra de abertura com o tema “Ciência para a Redução das Desigualdades”, com a ProfªDrª Mônica Santos Dahmouche, doutora em Física Atômica pela USP e Pós-Doutora no BNM-Syrtr em Paris e USP/São Carlos. A cientista falou sobre a inserção do público feminino nos universos científico e tecnológico, tanto na atuação profissional quanto nas diferentes esferas da pesquisa no Brasil. em seguida,  os presentes puderam conhecer os laboratórios da Ferlagos, como os de Anatomia Humana, Biologia, Química, Nutrição, entre outros, onde alunos de Cabo Frio poderão fazer experimentos durante a Semana.

Ainda na terça, algumas escolas fizeram oficinas nos laboratórios, assim como em diversos outros espaços de atividades do evento. Além de palestras, o primeiro dia contou, também, com alunos do CIEP 458 fazendo observação astronômica no IFF Cabo Frio; oficinas de Nutrição, Química, planetário móvel, Carreta Educacional da Enel, experimentos científicos nas tendas, assistência social, doação de mudas, fisioterapia, saúde bucal, entre muitas outras atividades.

O prefeito em exercício, Felipe Monteiro, afirmou que a iniciativa tem papel fundamental e agregador em um contexto nacional de baixo investimento nos setores. “Este evento é extremamente importante em um país que não investe nem meio por cento do que arrecada em ciência, tecnologia e inovação. Em Cabo Frio queremos dar o pontapé inicial, tornando a ciência e a tecnologia uma das prioridades do nosso governo. Acreditamos que só com parcerias fortes e investimento nesses setores que conseguiremos desenvolver a cidade e gerar oportunidades para combater desigualdades financeiras, econômicas, sociais e de conhecimento”.

O coordenador-geral de Ciência, Tecnologia e Inovação, Luiz Felipe de Oliveira Gonçalves, destacou a importância de vivências experimentais nos universos científico e tecnológico para despertar nos jovens o interesse pelo conhecimento.  “A Semana vem oportunizar aos nossos alunos a experimentação científica, que desperta a curiosidade pela Ciência. E o tema deste ano é muito importante porque fala de diversos tipos de desigualdades, não apenas a social e a econômica, mas também de outras desigualdades que interferem no desenvolvimento pleno da nossa sociedade. Conseguimos unir esforços, trazendo um caderno de programações, de qualidade, com vinte páginas, levando a ciência e a tecnologia ao grande público. Nossa cidade estava precisando de um evento como esse, de respirar esses ares para poder acreditar que a ciência e a educação ainda são possíveis e que podemos fazer um trabalho de qualidade para todos os munícipes”.

O secretário de Educação, Claudio Leitão, ressaltou a importância da divulgação do conhecimento para toda a sociedade. “A equipe de Ciência e Tecnologia está sendo remontada nessa nova gestão e, com grandes esforços, conseguiu unir parcerias que tornaram possível esta Semana. Esse esforço conjunto entre o poder público e a iniciativa privada é importante e permite a divulgação dos conhecimentos, porque produzir sem compartilhar serve para muito pouco. O grande papel das universidades é esse, e o nosso objetivo é fazer com o que conhecimento gerado possa ser compartilhado, não só com os alunos da rede como para toda a população. Hoje vivemos em uma cidade desigual, em um país desigual e em um planeta desigual, não apenas nos aspectos socioeconômicos, mas sobretudo no acesso ao conhecimento e aos recursos naturais, o que nos traz também a visão de ciência e tecnologia como fatores de sustentabilidade e desenvolvimento”.

A secretária adjunta de Educação, Denize Alvarenga, salientou que a Semana traz esperança para a educação. “Este evento é uma alegria para nós, que estamos buscando recuperar a credibilidade na educação de Cabo Frio, que passou por momentos muito difíceis nos últimos anos. Estamos empenhados a agir de maneira coletiva, trazendo de volta a esperança e a alegria para a cidade. Vivemos um momento muito difícil no país inteiro, então ter um tema que trabalha para a redução das desigualdades é trazer para Cabo Frio um momento esperançoso. Na Secretaria de Educação, temos promovido a valorização da pesquisa, com a liberação, por exemplo, da primeira licença remunerada para estudos no município, abrindo caminho para afirmar que acreditamos na pesquisa, na educação e na ciência”.

A expectativa para esta quarta-feira (24) é ainda maior, com a participação da CCR, UVA, Senac, IFF, Estácio de Sá, entre outras, na Praça São Cristóvão. Na praça Porto Rocha acontece, a partir das 14h, oficinas interativas de matemática em parceria com a UERJ, apresentação do Concerto Didático: Grupo Camarada Matagal, exposição fotográfica do Instituto Black Bom, entre outras ações. A Semana Municipal de Ciência e Tecnologia segue com dezenas de programações em toda a cidade até sexta-feira (26). A programação completa está disponível no link  https://drive.google.com/file/d/0B_IWtou92KBqNGc2MEpFRUxraU11ckVSdHFha2VaWmEzVVln/view.

Últimas Notícias

Sua Denúncia foi enviada com sucesso

As informações foram  enviadas para seu e-mail.