Empresas de Cabo Frio são certificadas com o selo estadual Pet Friendly

Comércios da cidade podem se cadastrar para obter a certificação

O prefeito de Cabo Frio, José Bonifácio, e o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento, Marcelo Queiroz, entregaram nesta segunda-feira (31) o selo Pet Friendly às primeiras empresas cabo-frienses que foram certificadas como estabelecimentos amigos do pet.

A cerimônia foi realizada na Fazenda Campos Novos, em Tamoios, e contou ainda com a presença da secretária municipal de Agricultura e Pesca, Katyuscia Brito, dos secretários adjuntos de Mobilidade Urbana em Tamoios, Betinho Araújo, e de Obras e Serviços Públicos em Tamoios, Allan Nascimento, além do diretor financeiro da Alerj, Janio Mendes entre outras autoridades.

“A presença do secretário estadual de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento para a entrega do documento aos comerciantes que aceitam animais em suas lojas é muito boa para Cabo Frio. Esse certificado vai ser distribuído nos comércios que venham a aderir o selo Pet Friendly, de acordo com as suas exigências. Agradeço ao secretário Marcelo Queiroz, e ao governador Cláudio Castro, pelo compromisso e pela parceria com nosso município”, disse o prefeito José Bonifácio.

A certificação Pet Friendly é uma iniciativa do Governo do Estado, coordenada pela Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento, responsável pela Subsecretaria de Proteção e Bem-Estar Animal (RJPET), em parceria com a Prefeitura de Cabo Frio, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Pesca.

O selo é dado a empresas como restaurantes, lojas, hotéis, bares, entre outros, que além de permitir o acesso de animais domésticos, possuem um local específico para os pets.

“O selo Pet Friendly, que estamos entregando, é uma referência no Estado do Rio de Janeiro. Essa oportunidade dos estabelecimentos se adequarem é também um momento para que as pessoas possam viver o dia a dia com a presença dos pets. A certificação ajuda os estabelecimentos porque hoje em dia muitos clientes pensam em consumir em comércios que apoiam a causa animal. Fazer essa entrega em Cabo Frio, com a presença do prefeito José Bonifácio, é um dia muito especial”, ressaltou Marcelo Queiroz.

Para ser certificado, o estabelecimento cabo-friense deve se cadastrar fornecendo informações sobre o comércio. O empresário pode procurar a Secretaria de Agricultura, que fica na Fazenda Campos Novos, ou enviar e-mail para o endereço agricultura@cabofrio.rj.gov.br solicitando o envio do formulário online.

No cadastro, o empresário deve fornecer dados como nome da empresa, endereço, CNPJ e telefone. Também são solicitadas informações como aceitação de animais no estabelecimento, a obrigatoriedade da utilização de focinheiras e cobrança de taxas entre outras. Após o envio, todas as informações requisitadas serão repassadas para a Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento, que é a responsável pelo Selo Pet Friendly.

“A entrega do selo Pet Friendly marca Cabo Frio não apenas como uma cidade que tem comércios e estabelecimentos que são amigos dos pets, mas celebra uma tendência mundial de inclusão dos animais, onde os donos querem estar com seus cães e gatos próximos. Temos a certeza que essa certificação será um diferencial para as empresas da cidade”, destacou a secretária municipal de Agricultura e Abastecimento, Katyuscia Brito.

Para ser considerada “Pet Friendly” a empresa deve oferecer serviços e atendimentos diferenciados como bebedouros com água fresca para os pets em diferentes locais. A oferta de saquinhos de lixo e lixeiras exclusivas para as fezes dos pets também é grande diferencial, assim como os locais reservados para os animais possam ficar à vontade com os tutores, ou ainda caminhas para que eles possam descansar. A limpeza também é fundamental.

Estabelecimentos como restaurantes e padarias devem seguir algumas regras para estarem de acordo com as normas de vigilância sanitária. Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a entrada de animais domésticos em estabelecimentos onde haja consumo ou preparo de alimentos só é permitida se o lugar possuir uma área externa para os pets. Além disso, é necessário um ponto com água corrente e um profissional dedicado a fazer a limpeza do ambiente. O mesmo profissional não poderá exercer atividades que envolvam o alimento.

Últimas Notícias

Sua Denúncia foi enviada com sucesso

As informações foram  enviadas para seu e-mail.