Encerramento da Semana Sebastião Lan, em Cabo Frio, é marcado por homenagem, roda de conversa e música

Ao longo de seis dias, evento teve extensa programação em homenagem ao precursor da luta pelo direito à terra no município

Foi com música e emoção o encerramento da quarta edição da Semana Sebastião Lan, na manhã desta quinta-feira (28), ocasião que marca o Dia do Agricultor. A solenidade, com direito a um café da manhã reforçado, foi realizada na sede do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Cabo Frio, em Campos Novos, no distrito de Tamoios. A Semana Sebastião Lan é uma realização da Prefeitura de Cabo Frio, por meio da Secretaria de Cultura, com apoio da Secretaria de Agricultura e Pesca.

Além de produtores do município e de lideranças entre trabalhadores rurais, a cerimônia também foi prestigiada por professores e estudantes do 1º ao 3º ano do Ensino Médio da Escola Municipal Agrícola Nilo Batista. A viúva de Sebastião, Dona Aquiles Lan recebeu flores das mãos do senhor Celmo Santos, que foi esposo de Dona Elícia Ramos Cruz, outra importante liderança na luta pelos direitos do trabalhador do campo, falecida no ano passado.

Dona Aquiles rememorou os momentos vividos ao lado do marido, que morreu em junho de 1988 em decorrência de um atentado a tiros do qual foi vítima por sua atuação em favor do homem do campo, em uma região marcada pelo conflito de terras. Uma maquete do Marco que será feito para sinalizar o local onde Sebastião Lan sofreu o atentado encontra-se na sede do Sindicato.

“Eu me sinto muito emocionada, porque eu relembro tudo novamente. Dá uma tristeza na gente, mas no mesmo instante, a gente fica alegre, porque ele não foi esquecido. A gente espera que a luta dele não seja em vão, que não seja esquecida, e que seja levada para frente”, disse dona Aquiles.

Depois da homenagem, foi realizada uma roda de conversa, com a participação do presidente da Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais na Agricultura Familiar do Estado do Rio de Janeiro, Oto dos Santos; do secretário do Sindicato dos Trabalhadores Rurais da Agricultura Familiar de Cabo Frio, Gilton Souza de Luna; do secretário municipal de Agricultura e Pesca, Daniel Couto; e do filho do homenageado do evento, Chiquinho Lan.

Foram destacados o incentivo à agricultura familiar e ao pequeno produtor rural, assim como o legado de luta e resistência de Sebastião Lan pela reforma agrária. Com a maciça presença de jovens, também foi ressaltada a importância que as novas gerações se interessem pela questão do uso sustentável da terra.

Ao longo da solenidade também foram revelados os nomes dos ganhadores do concurso fotográfico para os alunos do Nilo Batista, com temática sobre a vida e o trabalho rural. Em primeiro lugar, ficou a estudante do 1º ano Lorrane Rodrigues Vasconcelos; em segundo, o aluno do 3º ano Otávio da Conceição Freitas e em terceiro, também do 3º ano, João Victor Carvalho Lima. Além do certificado, os três receberão prêmios pela colocação.

As fotos de todos os alunos participantes, ficaram expostas ao longo da solenidade e também podem ser vistas na sede do Sindicato e, de forma virtual, no link galeriadeimagens.cabofrio.rj.gov.br/galeria/concurso-de-fotografia-plantar-colher-cuidar-replantar-o-olhar-sobre-o-cio-da-terra/.

O encerramento foi marcado pela apresentação do coral do Nilo Batista que, sob a regência do maestro André Moraes, entoou as canções “O Cio da Terra”, de Milton Nascimento e Chico Buarque; e “O Sol”, de Victor Kley, para os aplausos de todos os presentes na cerimônia.

“A Semana Sebastião Lan foi muito rica. Fizemos todo esforço para fazer o melhor por essa Semana. Vamos continuar a trabalhar todos os anos por essa lembrança do Sebastião Lan, para que a cada ano se reforce mais essa homenagem que se faz a ele”, resumiu o secretário municipal de Cultura, Clarêncio Rodrigues.

Evento teve seis dias de extensa programação

Consolidada no Calendário de Eventos do município, a Semana Sebastião Lan teve uma ampla programação ao longo de seis dias de duração. Foram realizadas atividades culturais, sociais e de lazer na Fazenda Campos Novos; no Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Cabo Frio e nas praças do Angelim e de Botafogo.

No sábado (23), na Fazenda Campos Novos, foi realizada uma Feira de Artesanato e Comidas Típicas, com apresentações de danças populares e quadrilhas, com direito a Fogueira de São João. A música ao vivo ficou a cargo do Viola Enluarada.

No domingo (24), foi celebrada uma missa na Capela de Santo Inácio. Em seguida, houve uma Roda de Capoeira e Oficina livre com o Grupo IÊ de Capoeira. O grupo “Choro na Feira” se apresentou no local, que recebeu ainda a Feira Agrícola com Produtores Rurais; a Feira de Artesanato. Os visitantes puderam acessar a Trilha sensorial, com passeio de pônei para a criançada.

Ações sociais marcaram a manhã de segunda-feira (25) na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais. Houve aferição de pressão; medição de glicose; corte de cabelo; design de sobrancelha; consulta jurídica e consultoria contábil. À tarde, na Praça do Angelim, foi realizada uma Oficina Infantil com “Circo na Praça”, com distribuição de lanche.

A Praça de Botafogo recebeu as atividades na terça-feira (26), com a Oficina Infantil com “Circo na Praça” e distribuição de lanche. Na quarta (27), na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Cabo Frio, foi realizado o Encontro Temático Online: Conhecendo as PANC’S (Plantas Alimentícias Não Convencionais) com José Werneck. Mais tarde, ocorreu a Roda de Conversa com o tema “A importância e os desafios enfrentados pelo trabalhador rural em nossa região”. Ao fim da programação, foi servido um café da tarde dos trabalhadores rurais.

Últimas Notícias

NOTA EXPLICATIVA: Nesta página estão detalhados os lançamentos feitos em nome de ANDRE LUIZ NASCIMENTO VIEIRA E OUTROS, no Exercício de 2021 e MARLLON GOMES DA SILVA TEIXEIRA E OUTROS no Exercício de 2022, feitos de modo sumarizado.

Para consulta dos demais pagamentos de diárias clique aqui. Após informar o ano desejado selecione a opção DESPESAS > DIÁRIAS.

Observação: nos períodos anteriores à 2021 os pagamentos desta espécie eram realizados por meio de Processo Administrativo de adiantamento e prestação de contas por força do Decreto 3.297/2005