Equipes da Prefeitura de Cabo Frio fazem vistoria na foz do Rio Una, em Tamoios

Objetivo foi verificar a necessidade de desassorear os pontos de escoamento

Equipes da Prefeitura de Cabo Frio realizaram uma vistoria na foz do Rio Una, em Tamoios, na manhã desta quinta-feira (8). O objetivo foi detectar pontos de assoreamento no local que poderiam estar causando problemas aos pequenos produtores rurais do distrito.

De acordo com a secretária de Agricultura e Pesca, Katyuscia Brito, nas últimas semanas foram registrados relatos de problemas com alagamentos nas propriedades próximas ao Rio Una. Por isso ela resolveu acionar a Secretaria de Meio Ambiente.

“No local verificamos que o assoreamento da foz não é a questão. O escoamento de água está ocorrendo sem problemas”, afirma a secretária.

De acordo com o secretário adjunto de Gestão Ambiental, Mário Flávio Moreira, os alagamentos que os produtores rurais estão relatando são resultado da chamada ‘Maré 00’.

“Quando as águas da chuva ficam represadas acima do Rio é sinal que a foz está assoreada, sendo necessária intervenção com máquinas para a abertura e escoamento da água. Mas, hoje, constatamos que a foz está aberta e escoando muita água. O que ocorre é que nesta época do ano a maré sobe e vaza muito, principalmente nas luas nova e cheia. Essa água do mar entra e represa a água da chuva. O que orientamos aos produtores rurais é que esperem, pois esse processo natural vai passar e em agosto e setembro voltará ao normal”, explica Mário Flávio.

Ainda segundo ele, o monitoramento da foz do Rio Una é feito constantemente, de forma a evitar problemas com o assoreamento no ponto de encontro das águas.

Últimas Notícias

NOTA EXPLICATIVA: Nesta página estão detalhados os lançamentos feitos em nome de ANDRE LUIZ NASCIMENTO VIEIRA E OUTROS, no Exercício de 2021 e MARLLON GOMES DA SILVA TEIXEIRA E OUTROS no Exercício de 2022, feitos de modo sumarizado.

Para consulta dos demais pagamentos de diárias clique aqui. Após informar o ano desejado selecione a opção DESPESAS > DIÁRIAS.

Observação: nos períodos anteriores à 2021 os pagamentos desta espécie eram realizados por meio de Processo Administrativo de adiantamento e prestação de contas por força do Decreto 3.297/2005