Fiscalização Ambiental realiza medições sonoras em diversos pontos da cidade

A equipe de fiscalização sonora da Coordenadoria do Meio Ambiente realizou medições em diversos pontos da cidade. As ações ocorreram entre o último domingo (22) e esta terça-feira (24) em atendimento à denúncias anônimas e demandas do Ministério Público Estadual.

As primeiras ações aconteceram no Jardim Esperança, onde foram feitas medições em um bar, na localidade conhecida como “Campinho”, onde não foi constatada irregularidade e em uma oficina mecânica.  Na região central da cidade foram feitas inspeções em um quiosque localizado na Praia do Siqueira e, a pedido do Ministério Público Estadual, em um estabelecimento (bar e restaurante) de grande porte, localizado na Avenida Nilo Peçanha, nas proximidades da Praia do Forte. O local foi alvo da operação duas vezes, em horários diferentes.

Para o coordenador de Meio Ambiente, Mario Flavio Moreira, a poluição sonora urbana é tão nociva quanto a poluição física. “A questão da poluição sonora, é uma questão ambiental. Quanto menos barulho, maior a qualidade de vida,  e isso vale para a área urbana, também. A cidade é o habitat das pessoas e o equilíbrio ambiental também deve ser promovido nas zonas urbanas”, enfatizou.

Por meio dessas medições, a Coordenadoria do Meio Ambiente produz laudos acústicos, croquis e relatórios sobre cada ponto fiscalizado, o que permite identificar os pontos mais críticos da cidade e planejar com antecedência as operações de caráter educativo, quando são feitas as notificações, e as ações repressivas, com aplicação de multas e autuações. Denúncias acerca de poluição sonora podem ser feitas pelo telefone 22 99242-3041.

DestaqueNotícias

Comentários estão desabilitados.

FECHAR ACESSIBIILIDADE
%d blogueiros gostam disto: