Idosos do Lar da Cidinha, em Cabo Frio, recebem atendimento de podologia geriátrica

Ação foi realizada pela Prefeitura em parcerias com escola técnica e clínica especializada

Na manhã desta terça-feira (9), os 30 idosos residentes na Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI) Maria de Carvalho Gallo, o Lar da Cidinha, receberam atendimento de podologia geriátrica. A ação foi promovida pela Prefeitura de Cabo Frio, sob coordenação da Secretaria Municipal da Melhor Idade. O objetivo é amenizar alterações nos pés, causadas ou agravadas pelo processo de envelhecimento, melhorando a qualidade de vida da pessoa idosa.

Os atendimentos foram realizados por alunos do curso técnico em podologia do Instituto Brasileiro de Podologia (Ibrap) e pela equipe da Clínica Saúde dos Pés e Cia. Segundo a secretária da Melhor Idade, Delamar Sant’Anna, no atendimento do paciente idoso, ao realizar o exame dos pés, existem patologias que poderiam ser amenizadas ou evitadas, se algumas precauções forem tomadas.

“A podologia geriátrica visa a prevenir, diagnosticar e tratar os diversos tipos de patologias e lesões, por essa razão é tão importante que os idosos residentes no Lar da Cidinha recebam este tipo de atendimento”, afirma a secretária.

A Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI) Maria de Carvalho Gallo, o Lar da Cidinha, é mantida pela Prefeitura de Cabo Frio e fica localizada no bairro Reserva do Peró. O local tem capacidade para acolher até 40 pessoas de forma simultânea, com idade mínima de 60 anos, residentes no município, e que estejam em situação de risco e/ou vulnerabilidade.

Últimas Notícias

NOTA EXPLICATIVA: Nesta página estão detalhados os lançamentos feitos em nome de ANDRE LUIZ NASCIMENTO VIEIRA E OUTROS, no Exercício de 2021 e MARLLON GOMES DA SILVA TEIXEIRA E OUTROS no Exercício de 2022, feitos de modo sumarizado.

Para consulta dos demais pagamentos de diárias clique aqui. Após informar o ano desejado selecione a opção DESPESAS > DIÁRIAS.

Observação: nos períodos anteriores à 2021 os pagamentos desta espécie eram realizados por meio de Processo Administrativo de adiantamento e prestação de contas por força do Decreto 3.297/2005