Prefeito de Cabo Frio vai recorrer ao MP para apurar a responsabilidade sobre o aparecimento da vegetação de água doce nas praias do município

Equipes da Comsercaf já retiraram mais de 500 toneladas de gigoga

O prefeito de Cabo Frio, Dr. Adriano Moreno, se reuniu nesta quinta-feira (26) com o procurador-geral do município, Bruno Aragutti, para tomar novas medidas em relação ao aparecimento da vegetação de água doce nas praias da cidade. A Procuradoria vai apresentar, ainda nesta quinta-feira (26), ao Ministério Público Estadual e Federal, uma representação contra o município de Carapebus, para que se apure a responsabilidade sobre a abertura da barragem local e os possíveis danos ambientais causados.

Segundo Aragutti, a Procuradoria também irá consultar todos os órgãos ambientais para saber se algum deles teria autorizado a abertura da barragem.

“Além disso, pretendemos propor uma ação de reparação ao município de Cabo Frio pelo impacto na atividade turística e gastos provocados pela limpeza e contenção da vegetação”, explicou.

O prefeito Dr. Adriano Moreno ressalta o trabalho incansável das equipes da Comsercaf e das demais pastas, que já resultou na retirada de 500 toneladas de vegetação da praias do município.

“Estamos fazendo o possível para manter nossas praias limpas. Estou em contato direto com a Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade, que prometeu nos ajudar nessa força-tarefa. Vale lembrar que não se trata de poluição, mas sim de plantas de água doce. A população pode ficar tranquila”, declarou o prefeito.

Últimas Notícias

Sua Denúncia foi enviada com sucesso

As informações foram  enviadas para seu e-mail.