Prefeitura de Cabo Frio capacita comerciantes para a expansão da Moeda Social Itajuru

Quinze novos comerciantes habilitaram o aplicativo que permite a movimentação financeira dos recursos

A Prefeitura de Cabo Frio está avançando na expansão da Moeda Social Itajuru. Para a melhor utilização do programa de transferência de renda, a gestão municipal e o Instituto E-Dinheiro capacitaram, nesta semana, mais 15 comerciantes pré-cadastrados no programa, com a habilitação do aplicativo para as compras e pagamentos.

A nova área a ser atendida pelo programa é composta pelos bairros Monte Alegre I, Porto do Carro, Boca do Mato e adjacências. A Moeda Social já circula no bairro Manoel Corrêa, com 500 famílias em situação de vulnerabilidade sendo beneficiadas mensalmente com 200 itajurus, o equivalente a R$ 200.

A capacitação no auditório da Prefeitura, na segunda-feira (7) e na terça (8), contou com representantes de ramos comerciais como padarias, drogarias, mercados, lojas de roupa infantil e distribuidora de gás, entre outros.

Comerciantes pré-cadastrados que atuam na área de expansão do programa, mas não puderam comparecer nesta rodada de capacitação, poderão procurar a sede da Secretaria de Assistência Social, nos dias 17 e 18, 22 e 23 de março, das 14h às 16h, para realizar a habilitação do aplicativo.

Além de tirar dúvidas, o encontro proporcionou aos comerciantes conhecer um pouco mais o aplicativo que permite os pagamentos e transações comerciais. O prefeito José Bonifácio esteve no encontro e reforçou a importância do programa.

“Iniciamos a Moeda Social Itajuru no Manoel Corrêa e agora estamos ampliando para novos bairros, levando essa ajuda mensal aos moradores que realmente precisam. Peço a colaboração e dedicação de cada um de vocês, para que a Moeda continue sendo um sucesso e ainda possa chegar a outras localidades de Cabo Frio”, disse o prefeito.

A Moeda Social Itajuru foi lançada pelo prefeito José Bonifácio no dia 29 de outubro de 2021, com o objetivo de promover a transferência de renda para famílias em situação de pobreza do bairro Manoel Corrêa. Os recursos podem ser gastos em estabelecimentos comerciais cadastrados, colaborando para movimentar o comércio da comunidade.

Somente nos dois primeiros meses, a Moeda Social Itajuru movimentou mais de R$ 140 mil no comércio do Manoel Corrêa. Entre as famílias que estão no CadÚnico do Governo Federal, a Moeda Social Itajuru dá prioridade para que as mulheres sejam as titulares do cartão. Para as compras, os beneficiários devem portar a senha individual, que é intransferível, o número de CPF cadastrado e o cartão.

Últimas Notícias

Sua Denúncia foi enviada com sucesso

As informações foram  enviadas para seu e-mail.