Prefeitura de Cabo Frio elabora Plano de Manejo do Parque do Mico-Leão-Dourado

Será utilizado um drone, que é um equipamento guiado remotamente que serve para mapear e produzir imagens, para delimitar e monitorar a área do Parque

A Prefeitura de Cabo Frio inicia o Plano de Manejo do Parque natural Municipal do Mico-Leão-Dourado. Localizada em Tamoios, no segundo distrito a unidade de proteção integral, que faz parte da Área de Proteção Ambiental (APA) da Bacia do Rio São João, terá os com 645 hectares atualizados e georreferenciados para compor um mosaico ortoretificado, ou seja, gerar uma imagem em que as distorções internas e externas da paisagem são corrigidas, tornando as coordenadas mais precisas, e corrigindo os efeitos de perspectivas e a influência do relevo sobre a geometria da imagem pra composição do mapa temático.

As imagens que estão sendo obtidas por meio do drone e os resultados serão apresentados na reunião do Conselho Gestor do Parque do Mico-Leão-Dourado, no dia 20 de agosto.

“A prefeitura de Cabo Frio trabalha como uma estrutura coesa, onde o que é conseguido por um órgão, se necessário, auxilia no trabalho de outro.  A partir de uma Outorga Onerosa do Direito de Construir, para o projeto de uma cobertura em um edifício, junto à Secretaria de Desenvolvimento, conseguimos equipamentos tecnológicos, como esse drone e um software de processamento de imagens aéreas, que será um instrumento para todas as situações que forem necessárias, como, agora, no fornecimento de imagens para os mapas temáticos do Plano de Manejo do Parque Natural Municipal do Mico-Leão-Dourado”, afirmou o secretário de Desenvolvimento, Felipe Araújo.

A unidade, que é o habitat natural do mico-leão-dourado, ameaçado de extinção desde os anos 80, foi criada em 1997 com objetivo preservar os últimos remanescentes florestais do bioma Mata Atlântica.

“O objetivo principal do Plano de Manejo é, ao longo do tempo, a obtenção de conhecimento científico básico da Unidade, sua contextualização, a integração da unidade de conservação com o entorno e permitir a operacionalidade da unidade, bem como a disponibilização de infraestrutura adequada para o controle da visitação no interior da unidade, assim que acharmos possível, e as ações a serem efetivadas pelo Poder público, como alocação de pessoal, recursos e implantação de uma rede de monitoramento eficiente”, enfatizou o secretário de Meio Ambiente, Mario Flavio Moreira.

O Parque Natural Municipal do Mico-Leão Dourado é um dos maiores patrimônios naturais de Cabo Frio, por ser um dos poucos fragmentos preservados da Mata Atlântica e, justamente a fragmentação do habitat do Mico-Leão-Dourado é a principal ameaça a espécie, e sua preservação é um símbolo da luta pela conservação da biodiversidade no mundo todo

“A unidade apresenta regiões de conflito, sistematicamente alvo de invasões e de parcelamentos irregulares do solo, que necessitam ser mapeadas e dimensionadas. A utilização das imagens do drone são de suma importância para orientar nossas ações, que precisam ser quase que imediatas, para minimizar os efeitos nocivos dessas invasões ao meio ambiente e ao patrimônio público”, sinalizou o coordenador de Assuntos Fundiários, Ricardo Sampaio.

Os trabalhos com o drone seguirão sendo realizados sempre que necessários, com a anuência da Secretaria de Desenvolvimento, que pretende dar prosseguimento à aquisição de novos equipamentos e tecnologias para serem colocadas à serviço da prefeitura de Cabo Frio.

Últimas Notícias