Prefeitura de Cabo Frio vai conscientizar banhistas que alimentam aves na cidade

Placas serão colocadas nas praias para informar sobre os problemas causados pela prática

Com o início do verão, fica mais frequente avistar pessoas em busca da “fotografia perfeita” nas praias de Cabo Frio. No entanto, a prática de alimentar aves, como as gaivotas, na tentativa de provocar uma aproximação do animal, deve ser evitada porque prejudica a saúde dos pássaros e causa desequilíbrio ao ecossistema.

Para reforçar a conscientização contra este tipo de ação, a Prefeitura de Cabo Frio, através da Secretaria de Meio Ambiente e Saneamento, anunciou que no mês de janeiro vai iniciar uma campanha. Placas serão instaladas na orla das praias da cidade, chamando a atenção de moradores e turistas para que evitem este tipo de prática.

“Infelizmente não temos como fiscalizar todos os pontos para evitar que isso aconteça. Então faremos uma campanha educativa com a distribuição desses informativos nas praias para, ao menos, conscientizar as pessoas. Após esta ação precisaremos contar com a boa vontade e o bom senso dos frequentadores”, afirmou o secretário de Meio Ambiente e Saneamento, Juarez Lopes.

Ele também alertou que o ato de dar batata frita e outros alimentos para as gaivotas, por exemplo, pode ser divertido para quem faz, mas há o risco de, no futuro, comprometer não somente aquele animal, mas também toda a espécie. Isso porque caso elas estejam na fase de reprodução, vão levar os alimentos de baixo valor nutricional para os filhotes, reduzindo as chances de que eles cheguem à idade juvenil.

Além disso, a Secretaria de Meio Ambiente alerta que essas aves aprendem por observação, e isso pode causar acidentes, principalmente com crianças e idosos que não estejam oferecendo comida. É possível também que, havendo um grande desequilíbrio ecológico, sejam criadas condições para que as gaivotas se tornem portadoras de agentes infecciosos.

O QUE AS GAIVOTAS COMEM?

A dieta dessas aves é surpreendentemente variada: basicamente comem tudo o que possa ser comestível. Mesmo assim, é mais frequente que se alimentem de todos os pequenos animais marinhos, como peixes, estrelas do mar, diferentes tipos de crustáceos e moluscos.

O cardápio também leva em conta vermes, insetos, lesmas, caracóis e até animais maiores, como ratos, hamsters, patos, galinhas e pássaros menores. Podem, também, chegar a comer carniça e até mesmo os seus próprios ovos.

Esta dieta variada, assim como a urbanização das costas, levou a uma mudança do comportamento das gaivotas nos últimos tempos, expandindo sua área de caça e alimentação para áreas mais distantes, segundo o curso de rios e ribeiros. Esta migração traz diversos problemas para outros tipos de aves que vivem nessas áreas, pois costuma ultrapassar em velocidade as aves que vivem longe das costas.

Últimas Notícias

NOTA EXPLICATIVA: Nesta página estão detalhados os lançamentos feitos em nome de ANDRE LUIZ NASCIMENTO VIEIRA E OUTROS, no Exercício de 2021 e MARLLON GOMES DA SILVA TEIXEIRA E OUTROS no Exercício de 2022, feitos de modo sumarizado.

Para consulta dos demais pagamentos de diárias clique aqui. Após informar o ano desejado selecione a opção DESPESAS > DIÁRIAS.