Prêmio Amena Mayall de Difusão Literária será lançado em Cabo Frio

Edital é designado aos escritores, editoras e agentes da economia do livro e terá um total de R$ 45 mil em premiação

Destinado a fomentar a distribuição de exemplares de livros de autores e editoras residentes ou sediadas em Cabo Frio, a Prefeitura lança, na próxima sexta-feira (28) o Prêmio Amena Mayall de Difusão Literária. A premiação cumpre as diretrizes do Plano Municipal do Livro e da Literatura, e é destinada aos escritores, editoras e agentes da economia do livro em Cabo Frio,

Para estimular a produção literária, serão aceitas obras de diversos gêneros. Serão premiadas obras literárias publicadas em formato impresso, com um valor total de R$ 45 mil, sendo R$ 5 mil para cada proponente. Serão três prêmios para obras de literatura infantojuvenil; três prêmios para obras de produção científica e de pesquisa, e mais três para poesia, conto, crônica e romance.

A proposta deve ser apresentada visando à distribuição de tiragem de livros da sua autoria, em bibliotecas e escolas da rede pública de ensino, além de equipamentos culturais da cidade.

As inscrições são gratuitas e seguem até a próxima quinta (3). Podem se inscrever maiores de 18 anos, residentes em Cabo Frio e cadastrados no Cadastro Permanente de Artistas da cidade. Para inscrições e outras informações, consulte: movecultura.cabofrio.rj.gov.br.

AMENA MAYALL

Amena Mayall participou de movimentos de combate à ditadura no início da década de 1970. Veio para Região dos Lagos em 1975 e desenvolveu um trabalho pioneiro na catalogação, valorização e circulação (nacional e internacional) dos artistas populares e locais. Revelou ao grande público, nomes como Antônio de Gastão, Mudinho da Rasa, Zé do Barro, Castorina, Chiquinho da Sucata e muitos outros.

É dela o projeto do Centro Manoel Camargo em Arraial do Cabo, além de legados preciosos como as MareArtes e a participação no movimento carnavalesco do final dos anos 70 e início dos anos 80. Também foi pioneira na luta ambiental criando, em parceria com colaboradores, a campanha “SOS Dunas” no início dos anos 80.

Após sua morte, em 1986, foi descoberto um vasto acervo literário com poemas, cartas e contos, que atualmente está em posse de familiares.

Últimas Notícias

NOTA EXPLICATIVA: Nesta página estão detalhados os lançamentos feitos em nome de ANDRE LUIZ NASCIMENTO VIEIRA E OUTROS, no Exercício de 2021 e MARLLON GOMES DA SILVA TEIXEIRA E OUTROS no Exercício de 2022, feitos de modo sumarizado.

Para consulta dos demais pagamentos de diárias clique aqui. Após informar o ano desejado selecione a opção DESPESAS > DIÁRIAS.

Observação: nos períodos anteriores à 2021 os pagamentos desta espécie eram realizados por meio de Processo Administrativo de adiantamento e prestação de contas por força do Decreto 3.297/2005