Procon leva atendimento ao Jardim Esperança

O Procon de Cabo Frio promoveu nesta sexta-feira (18) mais uma edição do projeto “Procon vai aos bairros”. Desta vez a ação atendeu moradores do bairro Jardim Esperança dentro da programação social realizada pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do local, das 10 às 16 horas. Além do Procon, participaram ainda a Coordenadoria-Geral da Mulher, e a Secretaria de Assistência Social através do Acessuas e do Programa Bolsa Família, além da Prolagos.


SAIBA
MAIS:

Projeto
“Procon vai aos bairros” promove ação no bairro Jardim Esperança

Casa do
Empreendedor oferece diversos serviços para pessoas jurídicas

Começa
nesta segunda nova fase do recadastramento de comércio de praias e ruas


Segundo Thiago Vasconcelos, superintendente do Procon, cerca de 10 pessoas procuraram o stand do órgão para esclarecer dúvidas e apresentar denúncias. “Essas iniciativas de aproximar a população dos serviços públicos são muito importantes, pois dentro da nossa área conseguimos esclarecer diversas dúvidas sobre o que acontece nas relações de consumo”, explicou.


O projeto “Procon nos bairros” foi lançado em abril de 2017 com o objetivo de levar assistência jurídica na comunidade, com orientação aos consumidores sobre seus direitos. O primeiro bairro beneficiado foi Vila do Ar. “Com esse projeto levamos conhecimento à população, e ajudamos a solucionar dúvidas sobre as relações de consumo. Também fazemos orientação no comércio sobre como proceder em relação às questões burocráticas de livros de reclamação, código de defesa do consumidor e demais documentações”, afirmou Thiago, que no último sábado (12) levou a ação ao bairro Jacaré.


Quem quiser fazer alguma denúncia sobre relações de consumo, ou quiser esclarecer dúvidas, pode entrar em contato com o Procon diretamente em sua sede, na Rua Florisbela Rosa da Penha, 292, Braga. O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Para abrir uma queixa, no entanto, o superintendente do Procon lembra que o consumidor deve levar documento pessoal com foto, comprovante de residência, algum documento que comprove sua reclamação como nota fiscal do produto, faturas, número de ordens de serviços e protocolos.

Destaque

Comentários estão desabilitados.

FECHAR ACESSIBIILIDADE
%d blogueiros gostam disto: