Categorias
Destaque Governo Notícias

Igualdade Racial promove Cine Debate no bairro Jardim Esperança

Uma parceria entre a Coordenadoria da Promoção da Igualdade Racial (Cogepir) e o Grande Balcão de Empregos do bairro Jardim Esperança vai promover um Cine Debate na sábado (30) às 18h na praça do bairro. Os filmes Pantera Negra e Infiltrados na Khan, serão exibidos acompanhados de debate com a temática do negro no mundo. A atividade faz parte das comemorações do Novembro Negro.

Após a exibição de cada filme, que acontecerá em um telão montado na praça, o debate será conduzido em forma de roda de conversa pela coordenadora da Cogepir, Rafaela Fernandes de Oliveira e pelo superintendente André Luiz de Carvalho Moraes. Os participantes poderão discutir os temas junto com os moderadores, durante os intervalos.

“O filme traz a grande contribuição de mostrar a diversidade das pessoas negras, questões políticas e ideológicas incrementam a narrativa, que vai além da clássica jornada de queda e ascensão do herói”, comentou o superintendente André Luiz de Carvalho Moraes.

 

Categorias
Assistência Social Destaque Governo Notícias

Tamoios participa da Campanha “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher”

Como parte da Campanha dos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher, a Prefeitura de Cabo Frio realizou nesta terça-feira (26), uma série de atividades na Rua das Marimbas, ao lado do Ginásio Poliesportivo de Tamoios. O evento, organizado pela Coordenadoria-Geral dos Direitos da Mulher (Cogedim) e pela Coordenadoria-Geral de Promoção da Igualdade Racial (Cogepir), teve foco no Dia Internacional da Não Violência Contra a Mulher e Dia Nacional da Consciência Negra.

Foram disponibilizados os do Centro Especializado de Atendimento à Mulher (Ceam), aferição de pressão arterial, maquiagem, desfile afro e presença da Patrulha Maria da Penha – Guardiões da Vida – do 25º BPM.
“Em uma data tão especial, quando nos unimos na luta pela não violência contra a mulher, é importante fortalecermos o respeito e o reconhecimento dessas guerreiras que vão à luta todos os dias em busca de seu espaço para trabalhar, viver e contribuir com a sociedade. É preciso reconhecer esses valores, caminhar ombro a ombro com todas na defesa de seus direitos e por um mundo livre de qualquer tipo de violência contra as mulheres”, comemora Nilma Carneiro, coordenadora-geral dos Direitos da Mulher.

Origem da campanha

Os 16 dias de ativismo começaram em 1991, quando mulheres de diferentes países, reunidas pelo Centro de Liderança Global de Mulheres, iniciaram uma campanha com o objetivo de promover o debate e denunciar as várias formas de violência contra as mulheres no mundo, segundo a ONU Mulheres Brasil. No Brasil, a campanha ocorre desde 2003 e é chamada 16+5 Dias de Ativismo, pois incorporou o Dia da Consciência Negra.

Categorias
Destaque Governo Notícias

Prefeitura de Cabo Frio lança “Selo de Combate ao Racismo Institucional”

Finalizando as comemorações do mês da Consciência Negra, a Prefeitura de Cabo Frio, por meio da Coordenadoria de Promoção da Igualdade Racial (Cogepir) lança o “Selo de Combate ao Racismo Institucional” neste sábado (30) às 18h na Casa de Cultura e Museu José de Dome, o Charitas. O selo será afixado a todos os processos administrativos do município durante o mês de dezembro. A iniciativa, em parceria com a Procuradoria Geral do Estado da Bahia (PGE-BA), tem como objetivo dar visibilidade e combater a ausência e negação de serviços para a comunidade negra.

Na ocasião, além do lançamento do selo, o a Cogepir promoverá mais uma ação com o mesmo objetivo. Empresários locais que empregarem 50% de funcionários autodeclarados negros, receberão uma placa reconhecendo seus estabelecimentos como parte do programa de combate ao racismo institucional. Para receber o reconhecimento é necessário realizar um cadastro entre os dias 25 e 28 de novembro através do telefone (21) 98655-5050 ou pelo e-mail suppirdecabofrio@gmail.com, atestando a veracidade das informações.

Para o superintendente da pasta as duas ações são importantes e levantam questões a serem debatidas na comunidade. “O selo dá visibilidade ao mesmo tempo que combate o racismo institucional na sociedade e nos faz repensar o papel do negro nos espaços de trabalho. De acordo com o IBGE, 51% da população de Cabo Frio é formada por pessoas negras, no entanto, não é essa a realidade que percebemos nas empresas”, comentou André Luiz de Carvalho Moraes.

Estarão presentes ao evento o prefeito Dr.  Adriano Moreno; a procuradora chefe da PGE-BA, Bárbara Camardelli Loi, graduada em Direito pela Universidade Federal da Bahia e especializada em Direito de Infraestrutura Pública pela Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas e o procurador-geral do município, Bruno Aragutti.

“A prefeitura de Cabo Frio se orgulha do pioneirismo na criação da Coordenadoria da Promoção da Igualdade Racial. A luta antirracista deve ser uma causa de todos nós! Já evoluímos muito nesse aspecto, mas ainda há muito para ser discutido”, comentou o secretário de Governo, Miguel Alencar.