Vigilância em Saúde realiza operação de combate ao mosquito da dengue


A Secretaria de Saúde, por meio da coordenadoria de Vigilância em Saúde Ambiental, com ação integrada entre a Coordenadoria de Serviços Públicos e a Comsercaf, realizou nesta semana uma operação de combate ao mosquito Aedes aegypti, responsável pela transmissão por doenças como dengue, zika, chikungunya e febre amarela.

Os serviços contemplaram a dedetização, tratamento larvário, eliminação de vetores, manutenção de túmulos e limpeza dos cemitérios, Jardim dos Eucaliptos e Santa Izabel. A Praça das Águas também recebeu a ação de tratamento da água acumulada pela chuva.

Apesar da atuação constante do município, toda a população deve ficar atenta e aplicar as ações de prevenção para coibir a proliferação do mosquito nas residências.

“Grande parte dos criadouros continua sendo encontrado dentro das casas, como vasos e pratos, frascos com plantas, bebedouros de animais, entre outros. A população tem que ter consciência dos riscos das doenças causadas pelo mosquito e sempre olhar os possíveis focos como o lixo, caixas d’água e qualquer outro local que possa ter acúmulo de água”, disse a coordenadora da Vigilância em Saúde Ambiental, Andreia Nogueira.

As ações da Vigilância em Saúde Ambiental acontecem durante todo o ano. Os agentes do setor percorrem constantemente os bairros da cidade atuando no controle e focos do mosquito e os criadouros predominantes.

Na ação, são utilizados carros e motofogs que pulverizam repelente natural de citronela, uma planta que possui propriedades insetífugas, mantendo todos os tipos de mosquitos afastados.

É possível identificar o resultado deste trabalho constante com a classificação do índice de infestação do mosquito da dengue na cidade. A terceira medição do LIRAa (Levantamento de Índice Rápido para o Aedes aegypti) deste ano apontou um quadro de baixo risco de infestação na cidade. O objetivo do levantamento é o de direcionar as ações de controle do mosquito para as áreas mais críticas. A próxima medição está prevista para outubro, entre os dias 13 e 19.

Comentários Facebook

COMSERCAFDestaqueSaúdeServiços Públicos

Comentários estão desabilitados.

FECHAR ACESSIBIILIDADE